Aviso a Eduardo Paes, prefeito do Rio de Janeiro: “Cuidado, você pode ir para a cadeia”

TRIBUNA DA INTERNET | Eduardo Paes levou R$ 16 milhões em propina pela  Olimpíada, diz Odebrecht

Charge do Aroeira (Portal O Dia/RJ)

Jorge Béja

A CPI da Pandemia, que o Senado Federal instaurou, muito trabalhou e terminou com o Relatório final que responsabiliza, entre outros, Jair Bolsonaro por omissão e inação no combate à pandemia. A vez agora de agir é do Procurador-Geral da República a quem o Relatório foi entregue em mãos. Se Augusto Aras nada fizer, ou protelar fazer, ou tentar descumprir com suas obrigações inerentes ao cargo que ocupa, é certo que o Supremo Tribunal Federal receberá a chamada Ação Penal Privada Subsidiária da Pública.

Esta ação tem lugar quando a Ação Penal Pública não é proposta pela Promotoria Pública, conforme dispõe o artigo 5º, LIX da Constituição Federal: “Será admitida ação privada nos crimes de ação pública, se esta não for intentada no prazo legal”.

AUTORIDADE MÁXIMA – Eduardo Paes, prefeito do Rio, é a autoridade municipal máxima a quem compete autorizar ou não, na cidade do Rio de Janeiro, a realização de eventos públicos.

Paes já disse que “vai ter Réveillon e Carnaval”. É declaração insensata. A pandemia não acabou. E está recrudescendo, novamente. O Réveillon está perto. O carnaval não está longe. Deixo aqui um aviso a Eduardo Paes, em quem votei, de quem gosto e pedi votos.

O aviso é o seguinte: Paes, se houver comemoração pública no Réveillon, e passados 14 dias os casos de Covid se agravarem no Rio, o mesmo acontecendo com o Carnaval, o culpado é você. Toda a responsabilidade, civil, criminal e administrativa é sua.

AVISO DE AMIGO – E que você fique desde logo sabendo que vou pessoalmente provocar o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, na pessoa de seu Procurador-Geral.

Se este nada fizer, então eu mesmo vou dar entrada no Tribunal de Justiça com a Ação Penal Privada Subsidiária da Pública contra você.

Cuide-se Paes. Conheço o Direito. Nasci no Rio. E no Rio me criei. Daqui só me ausentei nos três anos que cursei a Sorbonne em Paris. Mas nem isso me afastou do Rio. Aqui vínhamos, minha esposa e eu, todos os meses, visitar nossos país. Era a época do Concorde. Tudo rápido.

CRIME HEDIONDO – Cuidado, Eduardo Paes. Você poderá sentar-se no banco dos réus e ser condenado por crime hediondo. E se tanto ocorrer, pode dividir a cela com Sérgio Cabral.

Se em toda a minha vida profissional advoguei em favor de vítimas de todo tipo de dano, por que agora, no final de carreira, não vou advogar em prol da coletividade e do imenso dano que sua insensatez corre o risco de causar?

As doutoras Margareth Dalcomo e Ludmila Hajjar, duas renomadas e respeitabilíssimas médicas-cientistas que quase todos os dias entram em nossas casas pela televisão, ambas já anteciparam que Réveillon e Carnaval-2022 são eventos que não podem acontecer ainda.

12 thoughts on “Aviso a Eduardo Paes, prefeito do Rio de Janeiro: “Cuidado, você pode ir para a cadeia”

    • Concordo plenamente com o recado de Jorge Beja ao prefeito Eduardo Paes.
      Trata-se de uma assessoria de um cidadão preocupado com seu povo.
      Precisamos evitar a tragédia anunciada, com a liberação do Revellion e principalmente do Carnaval. Os dois principais eventos turísticos da cidade maravilhosa, provocam aglomerações que podem contaminar as pessoas, com o vírus, que continua circulando pela cidade. Ainda faltam 30% de cidadãos, que não tomaram a Vacina. Muitos Negacionistas e vc outros por uma série de motivos pessoais, portanto, serão as próximas vítimas.
      Países da Europa, cito a Alemanha, a Bélgica e a Áustria experimentam a violência da terceira onda.
      E veio a notícia hoje, de uma Variante letal da Covid na África, que até agora no Continente africano, somente 30% da população foi vacinada.
      Eduardo Paes, aceite o conselho de Jair Bolsonaro, que declarou: ” por mim, não teria Carnaval”.
      Teria o presidente informação privilegiada, sobre a iminência de uma nova onda de uma Variante do vírus da Covid?
      Paes, seria de bom alvitre colocar as barbas de molho e ler com carinho e extremada atenção, o artigo de Jorge Beja.

  1. Um aviso oportuno, duro e educado, (como de costume) do Dr. Béja.

    Espero que o nosso Prefeito possa refletir de verdade sobre este tenebroso assunto.

    Fico muito grato ao Sr. por tomar conta da gente.

    Não é hora de Réveillon, blocos e Carnaval.

    Vamos aquietar os ânimos pra não chorar depois.

    Muita saúde e paz.
    Cordialmente,
    José Luis.

    • Veja o que se sabe sobre a nova variante do coronavírus
      África do Sul divulgou nova cepa nesta quinta-feira, o que despertou uma preocupação mundial com a disseminação do vírus

  2. Eduardo Paes parece um adolescente teimoso: quer, por que quer, fazer festa no Reveillon e no Carnaval. Não pensa nas consequências. E isto que ele perdeu o pais pela Covid!!! É o famoso prefeito maluquinho!!!

  3. Que ilusão! Colocar este gaiato atrás das grades… Mas vale a intenção. Que todos os outros merecedores de uma cana o acompanhem, para o bem deste País avacalhado … Credo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.