Baixaria entre deputados suspende sessão da Câmara sobre MP dos Portos

 Caiado, bem teatral

  • Iolando Lourenço (Agência Brasil)

Um protesto do deputado Toninho Pinheiro (PP-MG) fez com que o presidente da Câmara, deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), encerrasse mais uma sessão convocada para votar a Medida Provisória (MP) 595, conhecida como MP dos Portos. Em meio a uma discussão entre os deputados Antonhy Garotinho (PR-RJ) e Ronaldo Caiado (DEM-GO), Toninho subiu à Mesa da Casa e exibiu uma faixa cobrando a liberação de emendas para a saúde.

Henrique Alves advertiu o parlamentar mineiro que a atitude era antirregimental e que ele deveria descer. Depois, um segurança da Câmara tentou retirar o deputado à força. Na faixa, Toninho Pinheiro informava que governo empenhou R$ 8,3 bilhões em recursos de emendas parlamentares para a saúde, mas que os recursos não foram liberados.

A confusão teve início quando Garotinho usou a tribuna para acusar os autores dos destaques à MP dos Portos de estarem defendendo interesses particulares em detrimento dos interesses do país. Como resposta, o líder do DEM, Ronaldo Caiado, foi à tribuna e chamou Garotinho de “chefe de quadrilha”. Disse ainda que o ex-governador do Rio de Janeiro não tinha moral para lançar suspeição sobre todos os demais 512 deputados.

“Chefe de quadrilha tem que estar na cadeia e não no plenário da Câmara. Se fosse presidente da Câmara, mandava o serviço de segurança mandar este chefe de quadrilha para a cadeia”, discursou. Henrique Alves lamentou o nível do debate e pediu o restabelecimento do respeito ao Parlamento. “É profundamente lamentável que esta Casa assista, de novo, a este espetáculo”, lamentou Alves.

Garotinho voltou a tribuna e disse que não se rebaixaria ao tom usado por Caiado e que suas acusações foram à emenda aglutinativa e não aos deputados. “Não usei nenhuma palavra de baixo calão”, afirmou Garotinho. O deputado rebateu as acusações de Caiado e disse que mora na mesma casa em que nasceu. Ele ainda insinuou que Caiado abandonou o ex-senador Demóstenes Torres, cassado por quebra de decoro.

Com o tumulto, Henrique Alves encerrou a sessão e convocou outra para as 17h30. Na abertura da nova reunião, o presidente da Câmara disse que houve equívocos por parte do deputado e da segurança da Casa, mas que isso não pode interferir no andamento dos trabalhos. Neste momento, os deputados retomam as discussões em torno da MP dos Portos.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

13 thoughts on “Baixaria entre deputados suspende sessão da Câmara sobre MP dos Portos

  1. Vidência de um grande e iluminado Médium de MG
    O Brasil passará por higienização política, moral, estética e espiritual. Antes da eleição de 2014. Porque, todos destruíram seus próprios frutos mentais, morais, estéticos e espirituais.
    10 pragas lançadas contra filhos desviados da terra da Santa Cruz.
    Crer ou não crer. Eis a questão?
    • Vários políticos serão presos e desmoralizados publicamente.
    • Vários membros do judiciário serão acusados de atos de corrupções.
    • A população irá para as praças e ruas protestar contra corrupção
    • Nenhum escândalo até agora, vai superar o que está previsto
    • Vários escândalos de corrupções virão à tona antes da eleição de 2014.
    • O partido governista será derrotado de tantos escândalos de corrupções.
    • Vários governadores serão acusados por corrupções.
    • Vários prefeitos serão presos.
    • Várias autoridades das seguranças públicas serão acusadas por corrupções
    • Vários profissionais da área ligadas à saúde serão acusados por crimes diversos.

  2. Vidência de um grande e iluminado Médium de MG

    O Brasil passará por higienização política, moral, estética e espiritual. Antes da eleição de 2014. Porque, todos destruíram seus próprios frutos mentais, morais, estéticos e espirituais.

    10 pragas lançadas contra filhos desviados da terra da Santa Cruz.

    Crer ou não crer. Eis a questão?

    • Vários políticos serão presos e desmoralizados publicamente.
    • Vários membros do judiciário serão acusados de atos de corrupções.
    • A população irá para as praças e ruas protestar contra corrupção
    • Nenhum escândalo até agora, vai superar o que está previsto
    • Vários escândalos de corrupções virão à tona antes da eleição de 2014.
    • O partido governista será derrotado de tantos escândalos de corrupções.
    • Vários governadores serão acusados por corrupções.
    • Vários prefeitos serão presos.
    • Várias autoridades das seguranças públicas serão acusadas por corrupções
    • Vários profissionais da área ligadas à saúde serão acusados por crimes diversos.

    Quem viver, verá!

  3. Deu a louca na oposição e amarelão na situação. Portanto, agora, doravante, ao que parece, só nos resta apostar na Mega-Solução, na RPL (PNBC-ME), A Revolução Pacífica do Leão. E a atuação de Elton Marina Campos Serra Neves, pela oposição, na mesma praia do velho continuismo da mesmice ( “do quanto pior melhor”, “do mais dos mesmos”, “do dá ou desce”, “do tomaladacá”, “do mata-mata eleitoral”, etc. e tal…), nos levam, inexoravelmente, à reflexão sobre a maldita e tb implacável Lei de Murphi sob o teto do velho continuismo da mesmice que assim nos obriga a mantê-lo e até protegê-lo para evitar-se o pior, porque o dito cujo continuismo (da situação, da oposição, ou do golpismo) só nos impõe isso: ruim X pior. Fato esse que faz o povo pensar: está ruim com ele, mas com os retrocessos, à paisana ou fardados é muito pior. E daí o povo canta: ” …tá ruim, mas tá bão…” . Que tal trocarmos tudo e todos pela Revolução Pacífica do Leão (PNBC-ME), o Fato Novo de Verdade, a Mega-Solução ? Que tal gritarmos todos juntos: Leão, Leão, Leão, Revolução, A Mega-Solução. O PSOL que escolha um bom nome por aí, para Governador, porque, caso aconteça a parceria HMM-PNBC-ME-PSOL (Megaprojeto e Partido), que está sendo cogitada, o próximo Presidente da República poderá ser do PSOL, que, por conseguinte, fará vários Governadores em todo o Brasil. Pena que o FHC (oposição) e o LULA (situação) fugiram da raia, por medo do Leão da Mega-Solução que vem aí cheio de paixão no coração, para o bem do povão e do nosso Brasilzão.

  4. Interessante o Garotinho “ligar” o famoso banqueiro-lambão ao Partido Francês & Cia CAviar Ltda.
    Segundo algumas notícias que li, fontes de jornalistas que “transitavam” pelo planalto na era da Dona Maria Antonieta de Higienópolis, o “banqueiro” sempre visitava o Príncipe dos Sociólogos (coitado dos socio´logos)., para brindar alguns goles de wisky á lá francesa..as altas horas da madrugadas.
    Deve ser por isso que Garotinho-Malo deve ter citado hoje na Câmara..eh!eh!eh

  5. Á propósito,
    Não esquecer que a irmã do banqueiro, dd, era sócia da filha do famoso Eterno Candidato das Três Famíglias, jose serra.
    Só para constar., parece que Garotinho Malo, acertou em cheio…
    eh!eh!eh!eh

  6. Moro na cidade de Campos dos Goytacazes e tenho vergonha disso. Isso porque temos o casal de anões fazendo fortuna na política. E quando vejo um deles subir na tribuna, falar as bobagens que fala e ainda se vangloriar de que mora na mesma casinha que nasceu, eu tenho vontade de me mudar não de cidade, mas de país. Se vocês verem essa casa, vão sentir pena do anão. Ele só mantem essa casa em seu nome pra ter o que colocar na sua declaração, pois tudo que já amealhou não está no seu nome e nem nesse país.

  7. Esse Nilson é uma piada, deve ser da máfia oposicionista aos Garotinhos. Pelo visto só vc e meia dúzia são os inteligentes de Campos, pos a população elegeu e reelegeu a Rosinha de lambuja, mesmo contra toda a mídia, todo o rio de dinheiro derramado por Cabral e todo ódio da Globo contra o casal.

  8. Garotinho defendendo os direitos da nação. Caiado o de Daniel Dantas e Cachoeira. Com 10 Garotinhos no Congresso Nacional o Brasil mudaria, e como mudaria!

  9. “A confusão teve início quando Garotinho usou a tribuna para acusar os autores dos destaques à MP dos Portos de estarem defendendo interesses particulares em detrimento dos interesses do país.”
    O jornalista enganou-se, pois o Deputado Garotinho não usou a tribuna para acusar, e sim para se defender da acusação de que havia colocado em suspeição toda a medida provisória, quando na verdade ele colocou em suspeição apenas a emenda aglutinativa proposta pelo Deputado Eduardo Cunha, digo isto porque assisti a sessão via TV Câmara. Quem na verdade usou a tribuna para fazer acusação foi o Deputado Ronaldo Caiado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *