Basquete brasileiro mostra firmeza e conquista a vaga na Olimpíada.

Carlos Newton

Foram 16 anos de sofrimento. A última vez que o basquete masculino brasileiro marcou presença em Olimpíadas foi nos Estados Unidos (Atlanta, 1996), quando ficou em sexto. Mas agora estamos de volta, graças à vitória contra a República Dominicana por 83 a 76.

Mesmo sem as chamadas estrelas da NBA (Nenê, Varejão e Leandrinho), a seleção fez três grandes partidas seguidas, derrotando a favorita Argentina, depois Porto Rico e agora a República Dominicana. Com isso, assegurou a vaga nos Jogos de 2012 e na final do Pré-Olímpico que se encerra este domingo, às 21h, contra o vencedor de Argentina X Porto Rico. Mas a decisão do título hoje é apenas simbólica, a volta às Olimpíadas é muito mais importante.

 

Com a performance demonstrada até agora, fica evidente que o Brasil voltou a ter um basquete masculino muito competitivo, com grande número de excelentes jogadores, dando muitas opções ao treinador Rubpén Magnano, que é argentino e demonstra ser um dos melhores do mundo. Nesta semifinal, a equipe inteira mostrou uma garra impressionante, e Marcelinho e Marquinhos estavam com a mão certeira, especialmente na área dos três pontos. A forte equipe da República Dominicana correu atrás o tempo todo, mas estava difícil ganhar do Brasil.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *