Black blocs protestam no Rio contra prisão de três integrantes

Vladimir Platonow

 Agência Brasil

Integrantes do grupo Black Bloc estão concentrados, neste momento, em frente ao prédio do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ). A manifestação é contra a prisão de três administradores da página do grupo na internet. Eles estavam presos desde quarta-feira (4). Hoje (6) a Justiça converteu a prisão em flagrante em preventiva. A decisão foi da 27ª Vara Criminal de Justiça. Os três foram presos e indiciados pela Polícia Civil pelos crimes de formação de quadrilha armada e incitação à violência.

Por causa da manifestação desta tarde, o policiamento na área do TJRJ foi reforçado e dezenas de policiais militares acompanham o protesto. Os black blocs abriram uma grande faixa em frente ao prédio, pedindo o direito constitucional de livre manifestação. Com exceção de uma manifestante, que usa uma máscara de carnaval, todos estão com os rostos descobertos.

Há pouco, os manifestantes tentaram entrar no fórum por uma das portas laterais, mas foram impedidos pela segurança do TJRJ e por policiais militares (PMs). A segurança do tribunal e os PMs tentaram fechar uma porta de ferro do prédio, mas foram impedidos pelos ativistas.

Neste momento, teve início um tumulto com os manifestantes jogando ovos nos policiais e seguranças, além de objetos como placas de sinalização e cestas de lixo. Pelo menos, um manifestanta ficou ferido na confusão. Ele está com uma fratura exposta na mão.

Os manifestantes bloquearam a Avenida Antônio Carlos, uma principais vias da região central do Rio.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

5 thoughts on “Black blocs protestam no Rio contra prisão de três integrantes

  1. Já está virando terrorismo essa manifestações desses desocupados.
    Não é danificando o Patrimônio Público e agredindo Servidores Públicos(Policias militares, Guardas Municipais…) que esses vândalos vão alcançar algum êxito.
    Já está na hora de dar um fim a essa baderna: o País está largando as traças, mal administrado por Administradores e Políticos incompetentes.
    Tá na hora de colocar os “Tanques e os Cachorros” nas ruas para acabar com essa baderneira.

  2. Vimos movimentos que tomaram todo o Brasil com milhares de homens, mulheres e crianças de cara lavada sem medo de reconhecimento por não terem nada a temer, será que eles são mais corajosos que os mascarados ?

    E é interessante ver a luta para o fim do voto secreto, por aqueles que se escondem atrás de máscaras.
    Será que eles sabem pelo quê estão lutando ?

  3. A PM do TJRJ, os terceirizados, os chefes de cartórios, alguns juízes e certos desembargadores
    não usam máscaras, mas praticam crimes piores que os Black blocs e, é claro, que a mídia não divulga.

  4. O PT pode apoiar, mas suas finanças dependem do sistema político vigente, como partido, e de grupos econômicos que o sustentam. A PM é a ponta repressiva do sistema, como em qualquer país. A nossa e a congênere novaiorquina, por exemplo, estão sob os comandos, respectivamente, do Sergio Cabral Filho e do Blomberg e dispensam comentários. A OAB só defende sob holofotes. Se não houver, o cidadão terá que pagar ou recorrer à ineficiente defensoria pública. E a Justiça. Bem, essa é social e processualmente injusta e imprevisível entre nos e mundialmente dependente dos sistemas vigentes locais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *