Bolsonaro ameaça vetar PL das fake news “se chegar como se apresentou”

Bolsonaro voltou a criticar parlamentares favoráveis ao projeto

Bianca Gomes
Estadão

O presidente Jair Bolsonaro voltou a falar nesta quinta-feira, dia 2, que pode vetar o projeto de lei das fake news aprovado no Senado. Segundo ele, se o texto chegar ao Executivo da maneira como está, será vetado. Em live semanal no Facebook, ele afirmou ainda que considera difícil a aprovação na Câmara dos Deputados.

“Se o projeto chegar bom, a gente sanciona. Se chegar como se apresentou até o momento, a gente não tem como não deixar de vetar.” Caso passe na Câmara, Bolsonaro disse que pode consultar a população sobre quais artigos devem ser vetados. “Se passar na Câmara, o que eu acho difícil, nós podemos publicar o projeto ainda, porque eu tenho 15 dias para sancionar ou vetar, e a opinião pública vai dizer qual artigo deve ser vetado e qual não deve.”

REGULAMENTAÇÃO – O projeto de lei aprovado no Senado tenta implantar um marco inédito na regulamentação do uso das redes sociais, criando a chamada Lei Brasileira de Liberdade, Responsabilidade e Transparência na Internet. Companhias do setor tem criticado o teor do projeto e apontado riscos de censura.

Um dos itens criticados é sobre a obrigação dos aplicativos de mensagens privadas de armazenar por três meses os dados de usuários que encaminharem correntes em massa, a fim de se chegar na raiz de uma fake news em investigação judicial. O governo de Jair Bolsonaro é contra o projeto, que tem apoio do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

CRÍTICA –  Na quarta-feira, o presidente afirmou que poderia vetar o projeto e que acreditava que não iria ‘vingar’. Na live desta quinta-feira, ele citou parecer técnico do Facebook, Google, Twitter e WhatsApp contra o projeto de lei e criticou parlamentares favoráveis ao projeto.

“Quando se fala em liberdade de expressão, se fala de democracia. Muita gente fala de democracia da boca para fora, mas aprova projetos que cerceiam a liberdade de imprensa”, afirmou o presidente, acrescentando que jamais vai querer censurar a mídia para se proteger.

8 thoughts on “Bolsonaro ameaça vetar PL das fake news “se chegar como se apresentou”

  1. Bolsonaro sanciona, com vetos, lei que obriga uso de máscaras em locais públicos pelo país
    Presidente alegou ‘violação de domicílio’ para vetar a obrigatoriedade de máscaras em estabelecimentos comerciais, industriais, templos religiosos e demais locais fechados em que haja reunião de pessoas

    ESTAREI OBRIGADO A USAR MASCARA ENQUANTO ESTIVER CAMINHANDO PELAS RUAS, MAS ASSIM QUE ADENTRAR O SAGRADO TEMPLO DA IGREJA UNIVERSAL DO REINO DE DEUS, ESTAREI A SALVO, PODEREI TRANQUILAMENTE TIRAR A MASCARA E RESPIRAR A VONTADE POIS ESTAREI RESPIRANDO O AR PURIFICADO PELO EDIR MACEDO!

  2. KKK o boçal é gozado, quando o bloqueiam nas redes sociais reclama delas, agora que estas fala em “censura” se escora nelas. Temo a censura mas também temo os exageros, os assassinatos de reputações, as calúnias e os linchamentos a que muitas vezes somos expostos e, sem direito nenhum de defesa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *