Bolsonaro avança na busca do tempo perdido e muda panorama político do país

Bolsonaristas convocam carreata pelo fim do isolamento em Curitiba

Jair Bolsonaro faz campanha até nos finais de semana

Pedro do Coutto

Não há dúvida alguma que o presidente Bolsonaro avançou enormemente na busca do tempo perdido em matéria de popularidade e, com isso, alterou o panorama político do país e seu conceito junto à opinião pública. A pesquisa do Datafolha, publicada hoje pela Folha de São Paulo, esclarece bem as causas fundamentais do avanço na medida em que realça a origem da recuperação a partir de pontos sociais extremamente importantes para as populações carentes.

Reportagens de Igor Gielow, Mauro Paulino e de Alessandro Janoni ilumina claramente a questão. Mais uma vez, aliás como é inevitável, o motivo econômico social foi preponderante para a recuperação do presidente da República.

MAIORIA É POBRE – O processo social é legítimo, sobretudo no Brasil em que 55% das famílias têm uma renda mensal de até 3 salários mínimos, note-se bem que eu falei em famílias e não em pessoas, porque cada família em média reúne 3,8 pessoas no Brasil.

Os que consideram o governo “ótimo e bom” subiram de 32 para 37%. A pesquisa anterior foi realizada em junho. No mesmo período a rejeição caiu de 44 para 34%, o que acrescenta um passo importante à frente para o governo.

Uma das causas apontadas, além do abono de emergência e da ampliação do Bolsa Família, resultou no fato de Bolsonaro ter parado de endossar manifestações de radicais pedindo o fechamento do Congresso e do STF.

NOVO EQUILÍBRIO – Evidenciou-se um novo equilíbrio em volta do Palácio do Planalto, fato inclusive que constitui uma reprovação clara à atitude do ex-ministro Weintraub que assim é frontalmente atacado no comportamento que assumiu na reunião ministerial de 22 de abril. No Nordeste, 45% da população pediram o recebimento do abono de emergência. Receberam. A rejeição a Bolsonaro caiu de 52 para 35%. O avanço do presidente também se verificou no Sudeste em uma dimensão menor. Aprovação avançou de 29 para 36 e a rejeição declinou de 47 para 34%.

Como se constata – não adianta brigar com os fatos -, não foram as metas de Paulo Guedes que projetaram Jair Bolsonaro junto ao eleitorado. Pelo contrário. Foram os temas sociais, dos quais o ministro da Economia passa distante.

ALTOS SALÁRIOS – O exemplo marcante pode ser encontrado na reportagem de Anne Warth e Amanda Pupo, O Estado de São Paulo de quinta-feira.

Os jornalistas revelam que nas Secretarias de Desestatização e Desburocratização existem cargos nas estatais, em torno de 300, cujos salários atingem até R$ 120 mil reais mensais.

Estão cotadas para as secretarias Daniela Marques, que não é funcionária pública e passou a ser considerada os olhos e ouvidos de Guedes, participando de todas as reuniões do ministro, seja com o setor produtivo, seja com parlamentares, e Marta Seiller, servidora federal, especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental.. 

10 thoughts on “Bolsonaro avança na busca do tempo perdido e muda panorama político do país

  1. A cegueira com que, parte da população, gruda-se numa coisa como Bolsonaro, isso mede o temor que essa parcela tem, de ver um retorno Petista ao poder. Tamanho foi o dilema ao qual chegamos: Ou se NADA no lombo de um porco-espinho, ou torna-se NADA no fundo do mar.

    • Bolsonaro tem 37% de aprovação , dá – lhe bolsonaro . o melhor presidente do brasil . obs: pegou o país destruído é está mudando a história desse país . o povo não e bobo e saber reconhecer que ele e o melhor presidente do brasil / vai ficar na história do brasil . obs: a critica é valida mas amanhã vão te procurar para te pedir autorização para escrever a sua historia como o melhor presidente do brasil .

  2. A ausência de uma liderança confiável, nas diversas correntes ideológicas, nacionais; fez Bolsonaro, como se por decantação, sedimentar-se no fundo de um barco à deriva (Brasil), estabelecendo um lastro, para garantir o mínimo de estabilidade sobre um mar revolto, do qual, ele é a própria tempestade expelida da sua boca!

  3. Meus sinceros pêsames aos oposicionistas que parecem não ter massa cinzenta! Não atuam com a inteligência necessária com a finalidade de mostrar o que está acontecendo verdadeiramente no país!

  4. A popularidade do Bozo não é sustentável, porque a economia depende de investimento do Estado e os imbecis, parasitas e traidores da pátria puseram um teto de gastos. Ou a Bolsa de Colonoscopia cai, ou o teto cai. Ademais ele tem problemas psicológicos e vai se trair.

  5. Bolsonaro é um problema criado pelo sistema político apodrecido, que tem como contraponto apenas o Projeto Novo e Alternativo de Política e de Nação, o novo caminho para o novo Brasil de verdade, porque evoluir é preciso, face ao qual nem todos os partidos podem se comportar como Herodes, ou seja, pelo menos um tem que fazer o papel de manjedoura e deixar a criança nascer, enquanto o pau continua comendo na seara do mais dos me$mo$ entre situação e oposição. E se nesse ínterim a criança, ou seja, o novo de verdade, vingar junto ao povo, crescer e conseguir superar o velho que já morreu, glória a Deus, habemus esperança, digam ao mundo que o novo de verdade na política nasceu e se estabeleceu no Brasil. E mãos à obra, descortinar novos horizontes, navegar por mares nunca dantes navegados, que a vontade do povo seja posta em prática, que a utopia vitoriosa seja convertida em realidade. E, tendo em vista 2022, se nenhum partido se propor a ser hospedeiro do Projeto Novo e Alternativo de Política e de Nação, do novo caminho para o novo Brasil de verdade, a exemplo do que aconteceu em 2014 e 2018, que a Revolução Redentora seja feita então das ruas para os palácios, uma nova edição de Junho de 2013, desta feita para liquidar a fatura que continua aberta, até porque, em sã consciência, ninguém aguenta mais o continuísmo da mesmice do sistema político podre.. https://www.brasil247.com/blog/o-datafolha-e-a-escultura-de-romero-brito

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *