Bolsonaro defender “soberania nacional” e far discurso “objetivo” sobre a Amaznia

(Arquivo do Google)

Filipe Matoso
Guilherme Mazui
G1

O presidente Jair Bolsonaro embarcou na manh desta segunda-feira, dia 23, para Nova York (EUA), onde participar da Assembleia Geral da Organizao das Naes Unidas (ONU). O presidente deixou o Palcio da Alvorada s 6h30.

O avio da comitiva presidencial decolou pouco depois da Base Area de Braslia. Tradicionalmente, desde 1949, cabe ao Brasil abrir o debate geral, e Bolsonaro tem dito que defender a “soberania nacional” e a atuao do governo na Amaznia.

“OBJETIVO” – Em uma transmisso ao vivo em uma rede social, na ltima semana, Bolsonaro disse estar “na cara” que ele ser cobrado por outros chefes de Estado na questo ambiental. Diante disso, afirmou que far um discurso “bastante objetivo” sobre a Amaznia.

O presidente tambm disse que no vai “fulanizar ou apontar o dedo para nenhum chefe de Estado. Ele afirmou ainda que, vendo discursos de outros presidentes brasileiros na ONU, concluiu que “se falava, falava e no se dizia nada”.

Pela agenda informada pela Presidncia, Bolsonaro embarca para Nova York nesta segunda-feira e retorna ao Brasil na quarta-feira, dia 25. Inicialmente, o presidente iria tambm a Dallas, no estado do Texas, para se reunir com empresrios do setor de tecnologia, mas a viagem foi cancelada.

COMITIVA – Entre outras pessoas, integraro a comitiva de Bolsonaro a primeira-dama, Michelle, os ministros Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo) e Augusto Heleno (Gabinete de Segurana Institucional), o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e o mdico Ricardo Camarinha, que avaliou o quadro clnico de Bolsonaro nesta semana.

Durante a viagem de Bolsonaro, o vice-presidente, Hamilton Mouro, assumir o exerccio da Presidncia da Repblica. A transmisso de cargo foi registrada na manh desta segunda-feira.

MEIO AMBIENTE – A estreia de Bolsonaro na ONU gerou expectativa em razo da crise diplomtica e ambiental provocada pelas declaraes do presidente em razo do aumento das queimadas na Amaznia. Nos ltimos meses, o presidente fez declaraes crticas Alemanha e Noruega e chegou a trocar farpas pblicas com o presidente francs, Emmanuel Macron, que deixou em aberto uma possvel discusso sobre status internacional para a Amaznia.

Macron chegou a anunciar a inteno do G7, grupo que rene as sete principais economias do mundo, de destinar ao Brasil US$ 20 milhes, mas Bolsonaro questionou a motivao do envio e afirmou que o montante era uma “esmola”. Bolsonaro chegou a afirmar, sem apresentar provas, que organizaes no-governamentais (ONGS) estariam envolvidas nas queimadas na Amaznia a fim de desgastar o governo, declarao contestada por ambientalistas.

###

DISCURSOS DE EX-PRESIDENTES

De acordo com o acervo da Fundao Alexandre de Gusmo (Funag), vinculada ao Ministrio das Relaes Exteriores, Bolsonaro ser o oitavo presidente brasileiro a discursar na Assembleia Geral da ONU o primeiro foi Joo Baptista Figueiredo, em 1982.

De acordo com levantamento do G1, a soberania nacional e preservao da Amaznia foram temas abordados por todos os antecessores de Bolsonaro na ONU.

Alm de Bolsonaro e Figueiredo, tambm discursaram no debate geral da assembleia da ONU os ex-presidentes Michel Temer, Dilma Rousseff, Luiz Incio Lula da Silva, Fernando Henrique Cardoso, Fernando Collor e Jos Sarney. Ao todo, de 1982 a 2018, foram 20 discursos de presidentes brasileiros.

7 thoughts on “Bolsonaro defender “soberania nacional” e far discurso “objetivo” sobre a Amaznia

  1. “Quando subir ao plpito do plenrio da Organizao das Naes Unidas (ONU) para abrir a 74 edio da Assembleia Geral, nesta tera-feira, 24, o presidente Jair Bolsonaro deve reposicionar o Brasil no xadrez global, diante dos lderes de outros 192 pases.

    H exatos 70 anos, em 1949, o diplomata brasileiro Oswaldo Aranha fazia pela primeira vez a abertura do encontro de naes, inaugurando a tradio que, historicamente, daria ao Brasil a prioridade sobre o microfone e enunciando valores que norteariam a participao do pas na ONU: o multilateralismo, uma agenda comprometida com a neutralidade e a mediao diante de conflitos internacionais.

    Sete dcadas mais tarde, s vsperas de completar 10 meses de mandato, Bolsonaro enfrentar expectativa oposta em relao ao seu discurso inaugural na ONU. Bolsonaro falar logo depois do secretrio-geral da ONU, o portugus Antnio Guterres, e imediatamente antes do discurso do mandatrio do pas anfitrio, os Estados Unidos, de Donald Trump, o que aumentar ainda mais a audincia das palavras do presidente.

    Desde que assumiu, Bolsonaro vem operando uma alterao profunda na poltica internacional brasileira, combatendo o que chama de globalismo, climatismo, ideologia de gnero e defendendo o que denominou de “verdadeiros direitos humanos” – a defesa de valores religiosos e o princpio da famlia tradicional.

    “ o primeiro governo eleito democraticamente em um sculo que diz abertamente que veio romper com as tradies diplomticas brasileiras”, afirma Guilherme Casares, professor de Relaes Internacionais da Fundao Getlio Vargas.”
    (…)

    Artigo completo:
    https://www.bbc.com/portuguese/brasil-49778900

    (PS: A BBC to imparcial quanto o Greenpeace)

  2. Bolsonaro est coberto de razo em viajar para os EUA, e discursar na ONU sobre nossa soberania nacional, onde est includa a NOSSA Amaznia.

    Desde Collor, de triste e apavorante lembrana, passando por FHC, Lula, Dilma e Temer, que esses ex-presidentes corruptos eliminaram das escolas a palavra PATRIOTISMO!

    Collor, um reles criminoso, assassino, que confiscou o nosso dinheiro e poupana, medida de extrema violncia que nem os dois perodos de ditadura que tivemos ousaram tanto, iniciou desprezando o que produzamos, declarando que nossos carros eram carroas, se comparados aos importados;
    FHC deu de presente inmeras estatais para agradar estrangeiros;
    Lula e Dilma, implantaram um sistema onde o Brasil deixava de ser uma nao para compor uma Amrica Latina socialista, comunista, exclusiva de lideranas corruptas, ladras, genocidas;
    Temer s roubou e protegeu seus cmplices.

    Bolsonaro surgir na ONU com outro discurso, tipo, “quem manda no Brasil so os brasileiros”.
    – Podemos ser dependentes de tecnologias, de cincias, de importaes de muitos produtos mas, o nosso territrio, nosso, e ningum tasca – dever conter essas palavras a sua perorao perante os lderes do resto do mundo.

    Bolsonaro t certo!

    • Corretssimo, meu caro Bentl.
      Tambm sigo a linha de pensamento do jornalista Carlos Newton:
      -Quando acertar, afagos!
      -Quando errar, pedradas!

      Dizem que Deus pode usar at mesmo o diabo (Lula?) para fazer a obra dele. No sei se verdade; entretanto, ao faz-lo, este ser digno de elogios.

      Abraos, sade, vida longa e prspera, como dizia o senhor Spock!

      • Francisco, meu xar de Braslia – DF,

        Grato pelo comentrio, e me alegro que tenhas concordado comigo.

        s vezes, at mesmo presidentes de Repblicas devem chutar o balde, e berrar que no lhe devem pisar no pala, como se diz no meu RS, pois vai ter troco!

        O Brasil hoje visto com olhos estrangeiros de cobias, de nos colocarem de novo na condio de colnia.
        Apesar de j estarmos h tempos na dependncia de tecnologias e cincias dos pases mais desenvolvidos, eles ainda no nos atacaram, motivados pela inteno de “preservar a Amaznia”!

        Os objetivos esto alm da riqueza do solo amaznico. Eles esto direcionados gua, onde temos a maior reserva do planeta de gua doce!

        E ser este o lquido mais precioso dentro de poucos anos.

        Quem o tiver, poder subjugar os demais pases na venda desse produto, simplesmente essencial vida!

        O Aqufero Guarani, o Aqufero maior ainda que este que citei na Amaznia, os rios daquela regio, o volume d’gua que temos e que nosso, agua os europeus, provoca-os para nos invadir e tomarem conta da Amaznia, alegando ser patrimnio internacional!

        Se assim, Paris, Berlim, Roma, Madrid … essas capitais tambm so nossas ou estou enganado?
        Somente a Amaznia que de todos?!

        Abrao.
        Sade.

        • Caro Bendl, o aqufero Guarani s perde para outro brasileiro, aqufero Alter do Cho, na regio norte. “O maior reservatrio de gua do planeta est aqui no Brasil. Com um volume 86 mil km, o aqufero Alter do Cho, localizado entre os estados do Amazonas, Par e Amap, tem capacidade para abastecer toda a populao mundial por cem vezes”, (fonte Google).
          Brasil nico!

      • Quem se movimenta em zig-zag larva de mosquito na gua. Ou seja, essa de condenarmos quando o lider erra e de aplaudirmos quando ele acerta um estmulo mediocridade.
        O Bolsonaro presidente, ele no operrio aprendiz de feiticeiro. Ele tem que ser atencioso no que diz e faz – o pas uma locomotiva com grande inrcia cuja correo de trajetria se faz com alto custo.

  3. Bolsonaro declarou ser contra uma forma racional de enfrentarmos o problema evidente do meio ambiente. Todos nos recordamos da sua frmula indecente de comer menos, defecar menos e reproduzir menos para ajudar o planeta Terra. Alm de a frmula ser deselegante ela mostra a ser advinda de uma mente doentia ou vazia.
    Einstein, alm de cientista, era tambm pensador. E o que vai abaixo diz tudo sobre o que esperar do presidente Bolsonaro:
    Whoever is careless with the truth in small matters cannot be trusted with important matters

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.