Bolsonaro exige que o PEN retire do STF a ação que beneficia réus da Lava Jato

Bolsonaro anuncia 'noivado' com PEN e impõe condição à candidatura pelo partido (Foto: Nicolás Satriano/G1)

No debate, rolou uma saia justa no “entendimento”

Lucas Vettorazzo e Luiza Franco
Folha

O deputado federal e pré-candidato à Presidência do país Jair Bolsonaro (PSC-RJ) causou saia justa em evento promovido pelo PEN (Partido Ecológico Nacional), ocorrido nesta quinta-feira (dia 10), no Rio. O objetivo do encontro seria selar a intenção de que o político se filie ao partido com vistas à disputa de 2018. O evento foi transmitido ao vivo nas redes sociais e chegou a ter pico de audiência de cerca de 20 mil espectadores simultâneos. Bolsonaro iniciou o discurso dizendo que aquele evento marcaria o início de um relacionamento com o partido, mas não significaria um acerto definitivo ainda. A intenção é que o PEN passe a se chamar Patriotas.

“Hoje não será um casamento e nem vamos marcar a data para esse casamento. O que está em jogo é o futuro do país. Perco a eleição, mas não perco o caráter, não perco as calças. Não estou no meio de santos, mas não farei conchavo com o diabo”, disse Bolsonaro.

AÇÃO NO STF – O pré-candidato surpreendeu plateia e assessores ao condicionar sua entrada no partido à retirada de ação movida pelo PEN no STF (Supremo Tribunal Federal) contra o entendimento da corte de permitir prisões de pessoas condenadas em segunda instância.

O PEN entrou em setembro do ano passado no STF contra a decisão, em uma ação declaratória de inconstitucionalidade. O partido foi assistido pelo advogado Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, conhecido por representar políticos em ações criminais.

Bolsonaro disse que o projeto de derrubar o entendimento do STF tinha como objetivo liberar presos em primeira instância na Lava Jato, em decisões proferidas na justiças dos Estados. O deputado disse que a ação na prática significaria o fim da operação. Criticou ainda a iniciativa que teria sido “patrocinada” por Kakay, que Bolsonaro disse ter sido advogado de José Dirceu.

UM NOIVADO – O pré-candidato disse que só tomou conhecimento da ação há dez dias, quando a negociação de sua filiação já estava avançada. “É um noivado. Pode aparecer um problema, que será contornado ou não. Estamos buscando maneira de contorná-lo”, afirmou.

“Com o fim da Lava Jato, essa verdade terá um pai. E esse pai se chamará PEN”, disse Bolsonaro. “Ou o partido descobre uma maneira de desistir da ação… A gente não pode entrar numa possível campanha presidencial sendo atacado como o partido que enterrou a Lava Jato”, disse.

Neste momento, a transmissão ao vivo tinha atingido o auge de espectadores, com 21,5 mil pessoas simultaneamente. “Aguardo a decisão do partido sobre a desistência dessa questão”, finalizou Bolsonaro.

JUSTIFICATIVA – No fim do discurso, Bolsonaro pediu desculpas se “desapontei alguém”. O presidente do PEN, Adilson Barroso, prontamente se justificou. Ele disse que decidiu pela ação por ter lido relatório que mostrava que mais de mil pessoas poderiam ir para a cadeia com a medida aprovada pelo STF. E que pensava nos mais pobres que, sem recursos para bancar advogados de renome, teriam seu direito a ampla defesa cassados.

“A possibilidade de um cidadão comum, que não tem dinheiro, ser preso antes de chegar à última defesa é injusta. A Constituição é muito clara: todo cidadão tem direito à defesa. Eu entrei [com a ação] para soltar aqueles que são menos favorecidos, porque sabemos que em cinco anos na cadeia acabou a sua vida. Meu entendimento foi dessa forma”, disse.

Bolsonaro rebateu o argumento: “Kakay não é advogado de pobre”. Barroso, por fim, recuou e disse que o partido abriria mão da ação pelo interesse da aliança com o presidenciável. Com relação à viabilidade jurídica, Barroso disse que “nenhum dos dois é advogado”, e que “vão tentar resolver”.

ADVOGADO DE RICO – Kakay procurou a reportagem para rebater as críticas. Disse que não é advogado de rico e que atua muitas vezes sem receber. A ação no STF com o PEN teria sido feita, disse ele, “pro bono”, sem, portanto, cobrança de honorários.

O advogado disse que o ex-ministro José Dirceu é seu amigo pessoal e que nunca o representou juridicamente, nem mesmo no processo do mensalão. Afirmou ainda que a maioria de seus clientes na Lava Jato tem foro privilegiado e não sofreria impacto da decisão do STF.

Terminou por acusar Bolsonaro de tê-lo procurado quando o deputado virou réu no STF por conta de ofensas à deputada Maria do Rosário (PT-RS). “Ele diz que sou advogado de rico porque me procurou para defendê-lo no STF. Não aceitei porque a causa era ruim”.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
– Está complicada a coisa. A ação de Kakay é indefensável, o advogado procurou o partido e convenceu Barroso a apresentá-la. Bolsonaro protestou, mas o assunto se arrasta e Barroso resiste e não quer retirar a ação. Desse jeito, Bolsonaro não se filiará ao PEN. (C.N.)

20 thoughts on “Bolsonaro exige que o PEN retire do STF a ação que beneficia réus da Lava Jato

  1. O Bolsonaro que trate de ir “cantar” em outra freguesia, pois esta, está visivelmente comprometida com os “nababos” da república, que querem ficar com o dinheiro roubado e não ir para a cadeia.
    Ele, o Bolsonaro, que investigue de que forma se deu este acordo Kakai-Barroso, pode ser que fique sabendo de coisas ainda não esclarecidas.
    A candidatura Bolsonaro, sera bombardeada, com objetos mais contundente que os ovos atirados no Dória.
    Ele que ponha as barbas de molho, porque o porrete vai descer sem dó ou piedade no seu lombo. Sera alvo de todos os adversários.

    • Ele foi apenas coerente com a sua proposta. Que o porrete vai descer, nele, com certeza mas vai descer muito mais forte no Lulla, na Marina e no Ciro, todos representantes do que há de pior no Brasil.

  2. SERÁ, Ceará, que essa eleição está mesmo para vc ? Será que é vc mesmo de fato o mais preparado ? Sei não, hein ? Há controvérsia, hein ? Será que é Ciro, Ciro, Ciro, que o destino tem gritado reiteradamente nas ruas do Brasil desde Junho de 2013 ? A meu ver, decididamente não, não e não. O que o destino tem gritado nas ruas do Brasilzão está mais para: Leão, Leão, Leão, Revolução, a Mega-Solução, ” sem partidos, sem partidos, vocês não nos representam”, Democracia Direta Já. Mas os partidos, os golpistas e seus tentáculo, velhaco$, infelizmente, não se dão por achados pela Internet, pelo povo, pela Lava Jato e por grande parte da mídia nativa, não se fazem de rogados e nem se dão por flagrados com as bocas nas botijas do erário. E quanto ao estar ou não preparado, não se esqueça que aquele que Deus prepara é diferente daquele que se acha preparado. E para tirar a teima, que tal um debate público com o Leão, sobre o que fazer com o nosso Brasilzão doravante de modo a torná-lo melhor para todos ? Dentro do partidarismo-eleitoral, do golpismo–ditatorial e dos seus tentáculos, velhaco$, vc me parece o único cara capaz e com coragem para topar esse debate com o fera da revolução, desafio esse estendido a todos os demais pretendentes, ou seja, entre os continuístas da mesmice, vc me parece o único que não tem medo de ficar cara a cara com o Leão, porque o resto parece que sofre de amarelão. E daí vai encarar o Leão e a Revolução ? Bora para o debate ? Escolha o dia, o local e o horário, pode ser até mesmo no Ceará, no seu reduto eleitoral, o Leão vai lá. E não me venha com economês, juridiquês e nem politiquês, porque desta feita o Bicho vai pegar todos você$. Aguardo resposta, Cirão. Abraço de Leão, irmão. Quem sair vivo desse debate, será o próximo presidente, certamente. E quem sair desse Debate entre pessoas que não têm medo de dizer as verdades que precisam ser ditas neste país há trocentos anos, mesmo que chamuscado, terá condições de ser o melhor vice presidente da história deste país, com certeza, inclusive para apagar essa imagem traíra, covarde e horrível que Temer deixou impregnada no imaginário popular dando contra de que política é coisa de salafrário$. O desafio está lançado, Ciro com a palavra. RPL-PNBC-DD-ME, saudação. https://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2017/08/10/pre-candidato-ao-planalto-ciro-gomes-afirma-essa-eleicao-esta-pra-mim.htm

  3. Para procurador, não há provas que liguem contas da JBS (no exterior) a Lula e Dilma

    Ivan Cláudio Marx diz que Joesley não comprovou que petistas teriam sido beneficiários de depósitos de US$ 150 milhões

    “O cara é muito ‘bom’. Tem uma conta lá, que não consegue explicar, e conseguiu transformar isso numa delação”.

    https://goo.gl/6ks2P3

    Será que o cara é muito bom? ou será que existe alguém muito ruim?

    • Urge acabarmos com este estado de coisa$, é imperioso resgatarmos o Brasil das mãos do estado e do mercado manipulados por bandidos e devolvê-lo ao controle do conjunto da sociedade.

    • Mortadela Podre, nem vai ser preciso chegar lá. O meliante vai para a cadeia antes de dezembro, pois sobram provas nos outros processos. E, saindo o petista Janot, podes ter certeza que o Joesley vai abrir ou bico ou também vai em cana.

    • O ex-presidente Lula voltou a ser investigado por uma acusação relacionada ao mensalão. A Câmara de Combate à Corrupção da Procuradoria Geral da República (PGR) decidiu desarquivar uma investigação sobre um suposto pagamento de US$ 7 milhões da Portugal Telecom para o PT quitar dívidas de campanhas eleitorais. A acusação foi feita pelo operador do mensalão, Marcos Valério, e levou à abertura de um inquérito pela Polícia Federal (PF) em 2013. A PF concluiu dois anos depois pela inexistência de indícios das transações, e a Procuradoria da República no Distrito Federal (PRDF) pediu o arquivamento das investigações, em setembro de 2015. Responsável por revisar atos como arquivamentos de inquéritos, a Câmara de Combate à Corrupção decidiu que os autos deveriam retornar à PRDF para a continuidade das investigações. A reunião da câmara ocorreu em 29 de junho. No último dia 26 de julho, a procuradora-chefe substituta da PRDF, Ana Carolina Roman, designou um novo procurador da República para atuar no processo. As investigações já foram retomadas. A PF retirou os autos na PRDF no último dia 4. O pedido de arquivamento do inquérito foi feito pelo procurador Frederico Paiva, com base nas conclusões do relatório da PF em 2015. A Justiça Federal discordou do arquivamento e, por isso, o caso precisou ser arbitrado na Câmara de Combate à Corrupção. O colegiado decidiu pelo “retorno dos autos à origem, para que seja designado outro membro para continuidade das investigações”, conforme a portaria assinada pela procuradora-chefe. O caso agora é conduzido pelo procurador Ivan Marx. Valério acusou Lula e o ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci de terem negociado pessoalmente o repasse do dinheiro, num acerto dentro do Palácio do Planalto. Segundo o operador do mensalão, contas no exterior teriam sido indicadas a Miguel Horta, executivo da Portugal Telecom, para que ele providenciasse os depósitos. Mais de 20 pessoas foram ouvidas pela PF no inquérito, entre elas Palocci, Horta e o ex-ministro José Dirceu. Naquela ocasião, os investigadores não encontraram indícios de supostos pagamentos. Em maio de 2016, a Câmara de Combate à Corrupção já havia deliberado por não homologar o arquivamento proposto e pela remessa do inquérito ao grupo da Lava-Jato que atua no gabinete do procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Agora, o caso foi reaberto e já tramita na primeira instância. Na Operação Lava-Jato, Lula foi condenado pelo juiz federal Sergio Moro a 9 anos e 6 meses de prisão pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro no caso da suposta posse do apartamento tríplex de Guarujá (SP). O ex-presidente recorre contra a sentença. Ele ainda é réu em outras quatro ações penais, nas quais ainda não houve decisão da Justiça. O Instituto Lula, por meio da assessoria de imprensa, afirma que o caso da Portugal Telecom foi investigado ao longo de anos pelos Ministérios Públicos do Brasil e de Portugal e foi arquivado por falta de provas, nos dois países, “como todos os inquéritos abertos com base nas declarações de Marcos Valério”. “Não há fatos novos que justifiquem a reabertura do caso”, diz a assessoria do instituto. (Jornal O Globo)

  4. -Considerando o caráter dos políticos brasileiros, estou surpreso com a COERÊNCIA do Bolsonaro. Não esperava que ele dissesse o que ele disse. Na bucha, na lata, na testa dos ladrões e dos que ficam ricos com o dinheiro roubado!

    -Agora investigarão a juventude e a infância do candidato e descobrirão que ele fazia xixi na cama, tomava banho pelado em córrego, brigava na rua, xingava, arrotava depois de tomar Cocacola, escrevia palavrão atrás da porta dos banheiros e só namorava loiras.

    Dirão que, por tudo isso, não está no nível do Lula, do FHC, da Dilma, do Collor e do José Sarney… e que ele não tem qualificação moral para ser presidente da República Federativa do Brasil. Não está preparado…. para conchavos.

    Abraços.

  5. “Ele diz que sou advogado de rico porque me procurou para defendê-lo no STF. Não aceitei porque a causa era ruim”.

    -O Bolsonaro está CERTÍSSIMO, pois em momento algum ele se disse ou se julgou pobre para o doutor! Os pobres são o Lula e a Dilma!

      • O pai dele era dentista prático. Na tentativa de denegrir a imagem do Bolsonaro, houve uma veiculação de que “até’ o pai dele estava na ilegalidade. Só que “esqueceram” da legislação da época, onde o dentista prático poderia atuar. Com o fim desta legislação e , como o pai dele ainda estava vivo e trabalhando, por direito, ele poderia exercer a função. Isto lá nas décadas de 40 e 50. Daí, vc vê o chumbo grosso que o pré candidato vai enfrentar.. Mas , enfim, até agora, nada.. Só bolinha de gude e cerol, né? rs

  6. É só colocar na propaganda eleitoral os vídeos do Quilombola de 7 arrobas e o do.” fraquejei e tive uma filha ‘ que o.Bolsonaro acaba , ainda mais que ele não tem tempo de TV.

  7. Não sou entusiasta do Bolsonaro, mas parece até agora o candidato mais sensato, que não se propõe fazer acordo com o diabo, vamos aguardar as figuras que vão se candidatar; só sei informar que não votarei em candidatos que tenham mandatos e pertencentes as quadrilhas do PT/PMDB/PSDB/PP entre outros menos citados. temos que mudar esse país, espero que não seja para pior.

  8. Creio que se o Supremo não segurarar candidatura dele e se ele não mudar as “metas” contra a bandidagem, o PCC e o Crime Organizado o farão, com certeza!

    “Uma planilha encontrada no computador de um membro do PCC (Primeiro Comando da Capital) mostra que a facção criminosa reservou R$ 150 mil para uma operação que visava matar policiais e agentes penitenciários de São Paulo.
    Do total deste valor, pouco mais de R$ 133 mil já tinham sido gastos no monitoramento da rotina de um policial militar e dois carcereiros do sistema penitenciário paulista.”

    http://www.defesanet.com.br/pcc/noticia/26685/PCC—150-mil-para-matar-PMs-e-Agentes-em-SP/

  9. Minha chapa, coligação, e voto único, distrital, blau blau, fora bandidagem, fora banqueiros e o escambau:

    Para presidente:Intervenção Civil
    para vice presidente: Apoio das FFAA …

  10. Bolsonaro é falso moralista: Filiado por anos ao PP o partido mais corrupto envolvido no mensalão e Lava Jato e quer passar por vestal? Cláudio Janu que substituiu Janene presidente do PP ao ser interrogado pelo juiz Moro disse com todas as letras: Toda a bancada do PP recebia dinheiro. Se toda bancada recebia Bolsonaro e Maria Amélia também recebiam. Outra coisa: Quanto vale a mansão de Bolsonaro na Barra da Tijuca?. Dez milhões? Bolsonaro tornou-se riquissímo, qual o milagre. Quando saiu da ativa do Exército andava de sapato furado. Sempre foi um pobretão e agora tem mansão, iate e mais e mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *