Bolsonaro nega a existência do “gabinete do ódio”, puxadinho da Presidência : “Maior dos fake news”

Charge do Pxeira (humorpolitico.com.br)

Rafael Moraes Moura
Estadão

Quatro dias depois de o Supremo Tribunal Federal (STF) fechar o cerco ao “gabinete do ódio” e apreender documentos, computadores e celulares em endereços de 17 pessoas, o presidente Jair Bolsonaro escreveu neste domingo, dia 31, que a existência de um grupo de aliados que participam de uma rede de ataques nas redes sociais “é o maior dos fake news inventado pela imprensa”.

Como revelou o Estadão em setembro do ano passado, o “gabinete do ódio” está instalado dentro da estrutura do gabinete do presidente da República. A atuação do grupo é investigada pelo inquérito do STF que apura ameaças, ofensas e a  disseminação de fake news contra integrantes da Corte e seus familiares.

ASSOCIAÇÃO CRIMINOSA – Ao determinar a operação de busca e apreensão, que mirou empresários e blogueiros bolsonaristas, o ministro Alexandre de Moraes definiu o “gabinete do ódio” como uma “associação criminosa”.

“As provas colhidas e os laudos periciais apresentados nestes autos apontam para a real possibilidade de existência de uma associação criminosa, denominada nos depoimentos dos parlamentares como ‘gabinete do ódio’, dedicada a disseminação de notícias falsas, ataques ofensivos a diversas pessoas, às autoridades e às Instituições, dentre elas o Supremo Tribunal Federal, com flagrante conteúdo de ódio, subversão da ordem e incentivo à quebra da normalidade institucional e democrática”, escreveu Moraes.

CARLUXO – Conforme informou o Estadão no último sábado, o avanço da investigação deve chegar ao núcleo próximo de Bolsonaro. Comandante do “gabinete do ódio”, o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ)  não foi alvo da operação da Polícia Federal da semana passada.

A expectativa de integrantes do STF é a de que, se em um primeiro momento Moraes optou por focar nos tentáculos operacionais do grupo, o filho do presidente da República deve ser atingido já na etapa final do inquérito, com o aprofundamento das investigações. O cálculo político que estaria sendo feito é o de que o envolvimento de nomes mais graúdos nessa etapa poderia comprometer os trabalhos.

FINANCIAMENTO – O “gabinete do ódio” também entrou na mira do Tribunal de Contas da União (TCU). O subprocurador Lucas Furtado ingressou com uma representação para que a Corte de Contas analise se a ação do grupo de servidores é financiada por recursos públicos. Na representação, o procurador classificou o “gabinete do ódio” como uma Parceria Público-Privada (PPP), que funciona com o aporte de recursos públicos e de empresas.

“Até o momento a Folha, Globo, Estadão… não apontaram uma só fake news produzida pelo tal ‘gabinete’. Por outro lado, essa mesma mídia podre produz, diariamente, dezenas de fake news contra o Presidente”, escreveu Bolsonaro.

ATUAÇÃO – Neste domingo, o Estadão informou que as células mais avançadas desse grupo ideológico mantêm a militância digital inflamada e atuam no Ceará, no Paraná, em Minas Gerais e em São Paulo. Numa espécie de franquia, cada núcleo regional conta com assessores lotados em gabinetes da Câmara dos Deputados e em Assembleias Legislativas para movimentar páginas de disseminação de fake news e linchamentos virtuais de adversários do governo.

Um dos núcleos mais estruturados, o “Endireita Fortaleza” tem amigos até na assessoria especial do presidente Jair Bolsonaro, no terceiro andar do Planalto. A célula não foi alvo da operação da Polícia Federal na quarta-feira passada, mas entrou na mira das investigações pelo grau de engajamento nas redes sociais e por ligações com figuras influentes do governo.

TSE – O presidente também comentou as ações do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que investigam a sua campanha eleitoral de 2018. A possibilidade de essas ações serem “turbinadas” com o inquérito das fake news do Supremo já acendeu o sinal de alerta do Palácio do Planalto. O PT pediu ao relator dos processos, ministro Og Fernandes, o compartilhamento das provas do Supremo com o TSE. Og vai ouvir Bolsonaro e o Ministério Público Eleitoral antes de decidir.

“Agora investem no julgamento do TSE sobre “disparos em massa” de mensagens por ocasião da campanha. Falam em disparos mas não apontam uma só mensagens disparada contra quem quer que seja. Será que, se eu chamar essa imprensa e negociar com ela alguns bilhões de reais em propaganda, tudo isso se acaba?”, questionou.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
– Bolsonaro consegue mentir com tamanha desfaçatez que demonstra, a cada negativa do que é explícito, a intensidade dos transtornos que possui. Inventa, polariza, lava as mãos, desvia o foco. Faz tudo, menos presidir. Mas isso nem pode ser cobrado, pois é incapaz para tanto. Não tem argumentos sólidos, estratégica definida ou um terceiro neurônio. E isso é hereditário, vide a sua prole. A questão torna-se ainda mais grave quando lembramos que não chegou lá sozinho e ainda continua sendo aplaudido por alguns milhares que insistem em seguir o chamado do berrante. (Marcelo Copelli) 

17 thoughts on “Bolsonaro nega a existência do “gabinete do ódio”, puxadinho da Presidência : “Maior dos fake news”

  1. Eu estou até hoje esperando a lista imensa fake news que suas excelências dizem que estão sendo espalhadas por aí.
    Vamos lá, cadê? Onde está esse “material”?

    • 1 – Pela Ordem (YouTube)
      2 – Pleno News
      3 – Jornal da Cidade Online
      4 – Pavão Misterioso
      5 – Terça Livre
      6 – Bloco Movimento Brasil
      7 – Gazeta Informante
      8 – Diário do Brasil
      9 – Expresso Diário
      10 – Diário on line
      11 – Br Notícias
      12 – Canal Gama
      13 – Riachuelo em Ação
      14 – Opinião Crítica
      15 – Jornal 21 Brasil
      16 – Grande Ponto
      17 – Presidente Bolsonaro
      18 – Agora Notícias Brasil
      19 – Imprensa Viva
      20 – República de Curitiba
      21 – O Alerta
      22 – 1News
      23 – Folha Política
      24 – Seu Mizuka
      25 – Portal BR7
      26 – Verdade Estampada
      27 – Critica News
      28 – Canal Gama
      29 – Gazeta Brasil
      30 – Ibuzz online
      31 – Jacaré de Tanga
      32 – Senso Incomum
      33 – Vista Pátria
      34 – Bruno Jonssen
      35 – Dr Marcelo Frazão
      36 – Crítica Nacional
      37 – Folha do Brasil
      38 – Folha Política
      39 – Questione-se
      40 – Bombeiros DF
      41 – Enzuh
      42 – Endireita Gandu
      43 – Te Atualizei
      44 – Renova Mídia
      45 – Paula Marisa
      46 – Vlog do Lisboa
      47 – Giro de Notícias
      48 – Bernardo P küster
      49 – Denne Souza
      50 – Alexandre Garcia
      51 – Ravox Brasil
      52 – Conservador & Patriota
      53 – Eduardo Bolsonaro
      54 – Marcos Falcão
      55 – Brasil de Direita
      56 – Vista a Pátria
      57 – Valéria Bernardo
      58 – Brasil Acima de Tudo
      59 – Daniel Lopez
      60 – Daniel Alvarenga
      61 – Carla Zambelli
      62 – Top Tube Famosos
      63 – Jair Bolsonaro
      64 – Movimento Brasil Conservador
      65 – Blog Professor Raickson
      66 – Caneta
      67 – O Patriota
      68 – Patriotas do Brasil
      69 – Brasil pela Direita
      70 – Canal Joseni de Deus
      71 – Mauro Fagundes
      72 – Kim Paim
      73 – Canal do Carlos Bolsonaro
      74 – Aqui o Povo Fala
      75 – Brasil Notícias
      76 – Notícias da Hora
      77 – Folha do Brasil
      78 – Canal Nação Patriota
      79 – Canal Foco do Brasil
      80 – Folha Política
      81 – Patriota 38
      82 – Canal Ed Barroso: Direita? Vou ver!
      83 – Canal Verdade Política
      84 – Bolsonaro TV
      85 – O Pai do Questione-se
      86 – Seu Tube
      87 – Canal Expresso Conservador
      88 – Canal Professor Bellei
      89 – Canal Universo
      90 – Comunicação & Política
      91 – Canal Gigante Patriota
      92 – Canal de Brasília
      93 – Politica Play
      94 – Web Giro
      95 – Canal N Sra de Fátima
      96 – Canal Cafezinho com Pimenta
      97 – Ficha Social
      98 – Canal Katherine Resende
      99 – Canal O Provocador
      100 – Canal Aliança Patriótica
      101 – Oswaldo Eustáquio

      • Isso é uma lista de sites de informação e opinião. Estou esperando as tais listas de fakes news. Ou a mera existência destes já é uma ameaça? Ah e obrigado pela excelente lista de sites a seguir recomendo a todos que queiram fugir da censura e da patrulha da mídia corporativista.

          • Não, quero a lista das fake news, simples assim. A acusação não é essa? Então onde está a lista com as tais? Vc não tem, porque ela não existe. O que é e estão tentando criminalizar é a opinião, a crítica. O establishment quer que as pessoas se calem e parem de criticá-los.

      • Faltou Listar nesta suposta Lista pro Bolsonaro, o montante de dinheiro recebido por estes supostos apoiadores do mesmo.
        A questão é o envolvimento do Dinheiro público para sustentar Sites, Blogs, Revistas e Jornais chapa branca.

        PHA, Carta Capital, a TV traço, acho que também o Nassif, e outras dezenas de apoiadores do PT recebiam milhões de Estatais para apoiar o governo mais corrupto da história do Brasil.
        Põe aí alguns exemplos de Blogs ou alguma revista Chapa Branca que recebe R$ R$ R$ do governo Bolsonaro.
        Tem também as ONGs falsas e fajutas que recebiam verbas do governo petista.

        Não esqueça, me dê a Fonte com Link de ONGs, Revistas, Blogs e Sites que recebe dinheiro público para falar bem de Bolsonaro.

  2. É impressionante a miopia da mídia e dos políticos brasileiros, eles são absolutamente incapazes de entender o fenômeno Bolsonaro. Até agora não entenderam que ele não é causa e sim consequência! Que não existe essa besteira de gabinete de ódio, que Bolsonaro não controla nada e sim é controlado.
    Tudo isso é uma recusa em aceitar que boa parte da população é conservadora exatamente como o Bolsonaro.
    Que boa parte da população não quer esse papai estado, não quer o progressismo e rejeita tudo que o tal establishment tem a oferecer. Enquanto a mídia e está Tribuna não entenderem isso, vão continuar batendo cabeça.

  3. Deu no Claudio Humberto.

    ENSALÃO, STF NÃO PERDOA FAKE NEWS
    01/06/2020
    No inquérito das fake news, o Supremo Tribunal Federal (STF) tem sido duro, acusando de “associação criminosa” deputados, empresários e até um comediante, pelas críticas ao tribunal. Já no julgamento do Mensalão, o mesmo STF entendeu que o esquema que subornava o Congresso, chefiado pelo petista Lula, depois condenado duas vezes por corrupção, não era “formação de quadrilha”. O entendimento ajudou a reduzir a pena de tipos como José Dirceu, José Genoino, Delúbio Soares e etc.

    SEM PROBLEMAS
    01/06/2020
    O STF não viu associação criminosa no pagamento mensal de propina a parlamentares para aprovar leis. Graves são mesmo as fake news.

    AINDA ESTÃO LÁ
    01/06/2020
    Cinco dos 11 ministros atuais votaram pela absolvição: Dias Toffoli, Lewandowski, Carmen Lúcia, Rosa Weber e Luís Roberto Barroso.

    NO VENTILADOR
    01/06/2020
    Para o relator do Mensalão, então ministro Joaquim Barbosa, a decisão teve “argumentos pífios”. Mais: “Foi uma tarde triste para o Supremo”.

    POUCO MUDOU
    01/06/2020
    De lá para cá, apenas duas cadeiras mudaram: Edson Fachin assumiu a vaga de Teori Zavascki e Alexandre de Moraes a de Joaquim Barbosa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *