Bolsonaro sai da quarentena e voltará a bater ponto no cercadinho do Palácio Alvorada

PT plantará maconha no Alvorada se voltar ao poder, diz Bolsonaro |  Política - Últimas Notícias em Fortaleza e Ceará - O POVO

Jair Bolsonaro está liberado para receber seus apoiadores

Mateus Vargas
Folha

O presidente Jair Bolsonaro recebeu neste domingo (26) resultado negativo de exame para Covid e deve deixar o isolamento.Ele estava em quarentena desde terça-feira, por orientação da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), após o ministro Marcelo Queiroga (Saúde) ter confirmado infecção.

“A Secretaria Especial de Comunicação Social informa que o Presidente da República, Jair Bolsonaro, testou negativo para a Covid-19. O exame foi realizado na manhã deste domingo (26), no Palácio da Alvorada”, informou o Planalto em nota.

LIBERADO DO ISOLAMENTO – A primeira-dama, Michelle Bolsonaro, também divulgou neste domingo (26) que fez exame e não tem Covid. Um auxiliar de Bolsonaro disse que o presidente já está liberado do isolamento, mesmo que ainda faça exame de contraprova mais tarde.

Bolsonaro não tem agenda oficial neste domingo. O resultado do exame libera o presidente para voltar diariamente ao cercadinho de apoiadores na portaria do Alvorada e participar de uma série de eventos durante esta semana para celebrar os mil dias de sua gestão.

O governo planeja enviar ministros para eventos em todas as regiões do Brasil. A ideia é tentar reverter a queda de popularidade do presidente.

QUEIROGA AINDA ISOLADO – O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, recebeu exame confirmando a Covid na terça-feira passada (21), em Nova York. Ele acompanhou a comitiva de Bolsonaro para participar da Assembleia-Geral da ONU. O ministro continua em quarentena nos Estados Unidos. E todo o grupo que esteve nos Estados Unidos foi colocado em isolamento, por recomendação da Anvisa.

A agência recomendou que Bolsonaro fizesse exame cerca de cinco dias após o último contato com Queiroga. A mesma orientação foi dada a todos os membros da comitiva.

Há quatro casos confirmados da Covid entre o grupo que acompanhou Bolsonaro. Além de Queiroga, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) recebeu diagnóstico da Covid na sexta-feira (24), o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, confirmou a infecção neste domingo (26) e um funcionário do cerimonial do Planalto que esteve nos Estados Unidos para preparar a viagem do presidente também se contaminou.

SEM MÁSCARAS – Membros da comitiva de Bolsonaro não usaram máscaras e fizeram aglomerações em alguns momentos da viagem aos Estados Unidos, aumentando as chances de contaminação. Mesmo depois de saber da infecção de Queiroga, o presidente cumprimentou apoiadores.

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina (DEM-MS), e o ministro da AGU (Advocacia-Geral da União), Bruno Bianco, também confirmaram a infecção na sexta-feira (24). Eles não estavam na comitiva de Bolsonaro em Nova York.

Somando os diagnósticos desta semana, 18 ministros de Bolsonaro já foram infectados pela Covid. A conta considera autoridades que já deixaram o governo, como Ricardo Salles, mas que confirmaram o contágio enquanto estavam no cargo de ministro.

6 thoughts on “Bolsonaro sai da quarentena e voltará a bater ponto no cercadinho do Palácio Alvorada

  1. Segundo a intenção da matéria é que quem é ministro pega o vírus, pegaram aqui ou lá?
    Esse vírus está virando parceiro da ideologia.
    Ou o Brasil acaba com a saúva ou a saúva acaba com o Brasil.
    Ou Bolsonaro acaba com o vírus chinês ou o vírus chinês acaba com Bolsonaro.
    Cada vez que um membro da tal comitiva pega o vírus, a Globo solta foguete e toca a charanga.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *