Bolsonaro se irrita com crítica de eleitora por atuação diante da pandemia: “Está falando abobrinha”

Bolsonaro pensa (?) que não deve ser questionado ou dar satisfação

Gustavo Uribe
Folha

O presidente Jair Bolsonaro pediu nesta quarta-feira, dia 10, que uma eleitora se retirasse do Palácio do Alvorada e a acusou de falar “abobrinha”. Em conversa que promove diariamente com um grupo de simpatizantes, o presidente se irritou com um comentário de uma mulher, não identificada, que o criticou sobre a condução da crise do novo coronavírus.Ela disse que o país tem hoje 38 mil famílias de luto e que votou no presidente nas últimas eleições, mas que sente que ele traiu a população.

“Nós temos hoje aqui 38 mil mortos por causa do Covid. E realmente, não são 38 mil estatísticas, são 38 mil famílias que estão morrendo nesse momento. O senhor, como chefe da nação, eu votei no senhor, fiz campanha para o senhor, acho até que o senhor me conhece. E eu sinto que o senhor traiu a nossa população”, afirmou.

DISTÂNCIA – A cena foi registrada por um eleitor do presidente e publicada nas redes sociais. Para evitar o contato com a imprensa, Bolsonaro instalou um espaço para eleitores nos jardins da residência oficial, longe da portaria principal.

Contrariado com a mulher, Bolsonaro se afastou da eleitora. Ela, no entanto, continuou a criticar o presidente, que pediu para que ela se retirasse do local e cobrasse o governador de seu estado. “Se você quiser falar, sai daqui, que você já foi ouvida. Cobre do seu governador. Sai daqui”, disse o presidente.

“ABOBRINHA” – Ela, no entanto, não se retirou e não desistiu de cobrar Bolsonaro. Os outros eleitores presentes no cercadinho pediram que ela ficasse calada, mas ela prosseguiu questionando. “Está aí aquela figura falando abobrinha lá”, disse o presidente.

“Vem com essa demagogia de usar uma coisa séria, os mortos. Nós respeitamos e temos compaixão do pessoal que perdeu os familiares, não interessa em qual circunstância”, acrescentou. No final da conversa, quando a mulher já não estava mais no local, Bolsonaro disse que o bate-boca com ela “vai ser matéria na imprensa o dia todo”.

“Essa figura que estava aqui vai ser matéria agora da imprensa o dia todo”, afirmou. “Vai ser matéria o dia todo”, acrescentou.O Brasil registrou na terça-feira,dia 9,  719.449 casos confirmados do coronavírus e 37.840 óbitos pela doença. Os dados são fruto de uma colaboração inédita entre O Estado de S. Paulo, Extra, Folha, O Globo, G1 e UOL para reunir e informar números sobre o novo coronavírus.

BALANÇO – As informações são coletadas com as Secretarias de Saúde, e o balanço é fechado às 20h de cada dia. A doença mata mais de um brasileiro por minuto e faz mais vítimas que doenças cardíacas, câncer, acidentes de trânsito e homicídios. Diferentemente dos demais países com grande número de casos, o Brasil ainda não começou a achatar a curva de disseminação da doença.

Na entrada do Palácio da Alvorada, o presidente criticou a OMS (Organização Mundial de Saúde) e disse que ela costuma voltar atrás em anúncios.Ele se referiu a um mal-entendido sobre a declaração de uma integrante do órgão mundial sobre a transmissão do coronavírus por assintomáticos. “Ela disse que o pessoal assintomático não transmite. Aí voltou atrás de novo. Parece que tem algo mais grave por trás disso tudo. É quebrar os países”, afirmou.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
Bolsonaro pensa (?) que a sua diária paradinha matinal serve apenas de palco para receber aplausos dos fanáticos, em número cada vez menor, onde massageia o seu inflamado ego e divaga sobre as suas crenças. Nunca tem certeza de nada, diz que “está vendo isso aí”, que vai “falar com o Guedes”, que “ouviu dizer” e por aí vai. Parece um tiozão na esquina, perdido e sem saber para qual caminho seguir. Acredita, de fato, estar acima de tudo e de todos. E quando se depara com um cidadã-eleitora que o questiona, ele manda falar com o governador de onde ela mora. Não deve mais satisfação? E não se trata nem de um dúvida, mas de uma certeza, já que um boneco inflável talvez tivesse feito mais coisa do que ele na cadeira presidencial. (Marcelo Copelli)

22 thoughts on “Bolsonaro se irrita com crítica de eleitora por atuação diante da pandemia: “Está falando abobrinha”

    • Norival Bruno Filho,

      Você é mesmo bolsonarista. Uma marca dos bolsonaristas são os erros gramaticais. Você , como o ministro bolsonarista Weintraub, consegue escrever três linhas com onze erros gramaticais, entre esses, você não usa o vocativo. Seu primeiro erro vem logo no início da primeira frase, na qual você não usa o vocativo, o que faz sua frase perder o sentido.

      O Não usar o vocativo: o vocativo é usado para organizar a frase. O termo não tem relação sintática com as outras construções da oração, servindo para separar algo/alguém que é chamado.

      Separado por vírgula, o vocativo é frequentemente usado em diálogos, e você erra quando escreve: “Sr Marcelo Copelli por ele ser de direita ”, que, sem a vírgula, perde o sentido. A forma correta de escrever, seria: “Sr Marcelo Copelli, por ele ser de direita …”

      Já o ministro da Educação de Bolsonaro, Abraham Weintraub, seu parceiro na política e no mau português cometeu um novo erro de português ao postar um tuíte na manhã desta segunda-feira (17). O ministro postou: “Aonde está a pompa e a liturgia do cargo? Na poltrona 16A…”.

      O erro está no uso da palavra “aonde”. A junção da preposição “a” com o advérbio “onde” forma a palavra que transmite sentido de movimento. A postagem de Weintraub faz parte uma fala em lugar fixo. O correto seria a palavra “onde”.

      Como eu disse, em três linhas você escreveu com onze erros gramaticais imperdoáveis. Três por falta de colocar a vírgula e um por falta de colocar o acento.

      A escrita correta de suas três linhas seria : “Sr Marcelo Copelli, por ele ser de direita e direito na sua conduta, irrita vocês esquerdistas, ladrões e safados.
      Um homem simples e popular, isso irrita a vocês comunistas”.

      Deixo claro que não concordo tanto com sua escrita, que fere nosso idioma, como não concordo com os fanáticos bolsonaristas.

  1. Quem votou no Presidente Jair Bolsonaro não reverbera ditames da orcrim petralha, muito menos da rede esgoto de televisão.
    Foi Infiltrada para alimentar essa imprensa rola bosta, tão somente…

  2. “Os ministros do Tribunal de Contas da União (TCU) acabam de aprovar o parecer prévio do relator, Bruno Dantas, pela aprovação das contas do governo de Jair Bolsonaro referentes à 2019, com ressalvas.

    Dantas mostrou preocupação com o descumprimento da chamada regra de ouro e falou em “criativos artifícios” por parte do governo.

    O ministro também pontuou que considera “grave irregularidade” aportes de capital da ordem de R$ 7,6 bilhões à Empresa Gerencial de Projetos Navais (Emgepron), estatal vinculada ao Ministério da Defesa — no entender de Dantas, a regra do teto de gastos está em risco.

    Além disso, o parecer aprovado pelo TCU chama a atenção para “a falta de transparência dos gastos do Governo Federal com propaganda e publicidade”, cobrando a divulgação detalhada dos recursos pagos a “sites, blogs, portais e congêneres”.

    https://cdn.oantagonista.net/uploads/2020/06/Bruno-Dantas.pdf

    E nisso que esse vagabundo tem que se preocupar. Mas como não entende de porra nenhuma fica maltratando quem diverge dele.

    É um boçal.

  3. Sei que é apenas uma “viagem no tempo”. Se fizessem hoje a eleição de 2022, quais seriam os candidatos e os resultados?
    Aqui neste espaço, por diversas vezes, escrevi que tivemos de decidir eleger Bolsonaro para tirar o PT do 5º mandato.
    Bolsonarto era, é e continuará sendo, a ponte de passagem para o futuro do Brasil.
    Em nenhum país como o nosso, se tira ladrões-corruptos-safados e se consegue eleger um salvador, acima de tudo e de todos! As grandes mudanças exigem um procedo a médio e longo prazo. Não se consegue sair do negativo para o positivo, num passo de mágica.
    Bolsonaro não enganou ninguém, pois continua sendo o que sempre foi! Moro acreditou e perdeu! Outros acreditaram e perderam!
    Nosso políticos são como a maioria de nosso povo: volúveis, voláteis, fúteis e até inúteis.
    Bolsonaro está perdendo, todos os dias, muitos eleitores seus, principalmente entre os que lhe concederam o voto por falta de outra opção.
    Votarão, novamente nele? É possível! Desde que se repita a mesma situação de 2018. Mas terá de ser a mesma situação. Em outra, certamente, não darão seus votos a ele!
    Fallavena

  4. As coisas estão tomando rumo perigosos:

    Um homem não identificado , armado com uma faca entrou na sede da Rede Globo no Rio e fez a repórter Mariana Araújo de refém.

    Segundo relato do site Metrópoles , o homem gritava que exigia ver Renata Vasconcelos , apresentadora do Jornal Nacional , mas foi imobilizado e preso por PMs que foram chamados ao local.

    Outras testemunhas afirmam que ele puloua catraca de acesso à sede da emissora e teria gritado “Globo lixo”antes dse fazer a repórter de refém.

    As informações preliminares indicam que ninguém se feriu.

  5. Caro Fernando Luiz de Albuquerque Lima, a “distinta” não é apenas “Eleitora do Marcelo Holiday”.

    Ela é a militante Cristiane Bernart, servidora do gabinete do vereador Fernando Holiday, um dos líderes do Movimento Brasil Livre (MBL). Portanto, trabalha em São Paulo.

    Para mim, ela viajou para Brasília para ir ao Palácio da Alvorada, com o objetivo de proferir ataques ao presidente da República Jair Bolsonaro, na manhã desta quarta-feira, 10.

    Tudo encomendado. Coisa de atriz fuleira. Pura, ordinária e infame encenação.

    Tenho minhas divergências com Bolsonaro, mas não posso silenciar diante desse fato imundo, escroto mesmo.

    Peço desculpas pelas palavras fortes.

    • Prezado Celso.
      Permita discordar.
      Ela não é petista e o MBL ajudou Bolsonaro. Pelo contrário, são antipetistas.
      “com o objectivo de proferir ataques ao presidente da República Jair Bolsonaro,”
      Não há uma única agressão ou ofensa no que ela disser! Sem palavrões, ataques pessoais. Apenas disse o que ela entende como verdade.
      Aliás, se eu tivesse oportunidade, não na rua gritando ou com megafone, gostaria de dizer muito mais ao presidente, claro quer com respeito e educação, principalmente pelo cargo que ocupa.
      Só não vê quem não quer. Ele sacaneou o Moro, não vetou artigos de leis que favoreceram aos criminosos, mesmo que derrubassem seus vetos e descumpriu vários compromissos assumidos durante a campanha! E por fim, fez acerto com centrão, o lixo do congresso nacional. Não nos esqueçamos que ele fazia parte do baixo clero!
      A mulher fez o que tinha direito de fazer, sem agressão e sem ofensas pessoais!
      Li e vi os vídeos e assim entendi.
      Abraço e saúde.
      Fallavena

  6. Ela é uma das tantas bolsonaristas (ou boçalistas) arrependidas. É só conferir nos posts das suas redes sociais. Claro, agora os boçalistas fazem aquelas acusações padrão. Taxando quem critica o governo de esquerdopatas, comunistas, etc…

    Sempre repito: “O verdadeiro patriota é aquele que ama seu país, mas que critica os erros do seu governo; não aquele que o aplaude cegamente, não importa o quê”. Aqueles que aplaudem cegamente qualquer figura são os ceguidores (seguem cegos o seu líder, tal qual uma boiada segue o berrante).

    Aos verdadeiros patriotas, o meu respeito.

  7. Ela tem o direito de falar e ele de retrucar.
    Se fosse na China, Coreia do Norte ou Cuba ela teria o CPF cancelado.
    Contagem de mortos por covid fica por conta dos estados e municípios, os dados são levados ao Ministério.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *