Bombeiros dobram Sérgio Cabral e a Assembléia retira de pauta o reajuste que só repõe a inflação.

Carlos Newton

Com uma manifestação muito bem organizada, cerca de 300 bombeiros do Rio de Janeiro, apoiados por professores e servidores, fizeram com que a Assembléia estadual (onde o governador Sérgio Cabral conta com 59 dos 70 votos) retirasse de pauta o aumento de apenas 6,5% aos servidores do Legislativo, incluindo Ministério Público e Tribunal de Contas.

Desde o governo Nilo Batista, quando o Secretário de Administração era o comentarista do blog Mario Assis, grande parte dos servidores não recebem aumento real, apenas a reposição da inflação.

Ontem, os bombeiros fizeram uma manifestação exemplar. Primeiro, na Assembléia, depois saíram em passeata até o Palácio Guanabara, sem obstruir o trânsito e ocupando apenas uma parte mínima da rua, o que garantiu apoio popular.

Os manifestantes pedem que a anistia criminal dos 439 colegas que invadiram o Quartel Central da corporação, há cerca de dois meses, seja sancionada pelo governador. Os militares rechaçam a antecipação de aumento salarial de 5,58% e mantém a proposta de piso salarial de R$ 2 mil, além do fim das gratificações. Ente os manifestantes havia pelo menos três policiais militares. Eles vestiam uma camisa azul com os dizeres “PMERJ no local”.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *