Brant, o poeta que guardava os amigos dentro do coração

Brant com Milton, do lado esquerdo do peito

O advogado, compositor e poeta mineiro Fernando Rocha Brant (1946-2015), na letra de “Canção da América”, lembra o desejo de frátria, devido aos laços histórico/afetivos que unem os países americanos, em especial, os latino-americanos. Pelo potencial confraternizador que carrega, a canção tornou-se o hino de celebração das amizades, mormente, para retratar os encontros e as despedidas existentes em nossa vida. Esta música foi gravada por Milton Nascimento, em 1980, no LP Sentinela, pela Ariola.

CANÇÃO DA AMÉRICA
Milton Nascimento e Fernando Brant


Amigo é coisa para se guardar
Debaixo de sete chaves
Dentro do coração
Assim falava a canção que na América ouvi
Mas quem cantava chorou
Ao ver o seu amigo partir
Mas quem ficou, no pensamento voou
Com seu canto que o outro lembrou
E quem voou, no pensamento ficou
Com a lembrança que o outro cantou

Amigo é coisa para se guardar
No lado esquerdo do peito
Mesmo que o tempo e a distância digam “não”
Mesmo esquecendo a canção
O que importa é ouvir
A voz que vem do coração
Pois seja o que vier, venha o que vier
Qualquer dia, amigo, eu volto
A te encontrar
Qualquer dia, amigo, a gente vai se encontrar.

Cópia de _DSC0225

Paulo Peres, que aprendeu com Rubem Braga

###
E HOJE É O DIA DO AMIGO

Carlos Newton

É sempre bom lembrar que 20 de julho está consagrado como “Dia do Amigo”. O poeta Mário Quintana dizia que a “amizade é o amor que nunca morre”, e isso é rigorosamente verdadeiro. Daqui do meu cantinho, envio a todos vocês um grande abraço pela passagem do Dia do Amigo, com um poema do nosso amigo Paulo Peres, que diariamente nos honra com sua participação aqui no Blog. Na redação da Revista Nacional, um amigo com quem eu e Paulo Peres trabalhamos, chamado Rubem Braga, nos ensinou que a poesia é necessária. E jamais esquecemos.

DIA DO AMIGO
Paulo Peres

Não existe palavra
Que possa definir
O real significado,
A bênção Divina
E a felicidade infinita
De tê-lo como amigo.

17 thoughts on “Brant, o poeta que guardava os amigos dentro do coração

  1. O meu abraço forte e caloroso a todos os meus amigos deste blog incomparável, Tribuna da Internet, neste dia que comemoramos o Dia do Amigo.

    E foi neste espaço democrático que conheci e firmei amizades com pessoas muito especiais, que enriqueceram a minha velhice e o que resta dos meus dias, pelos quais agradeço a atenção e consideração que também possuem por este comentarista.

    No entanto, o agente desta felicidade, de amizades existentes, tem sido Carlos Newton, e seu incansável desempenho à frente desta página na Web, que nos proporciona um local onde podemos escrever o que pensamos sobre o momento atual e intensificar esses relacionamentos de amizades que se tornaram rotina na Tribuna da Internet.

    Desta forma, ao Newton, o meu abraço especial, simbolizando em todos os demais articulistas e comentaristas o mesmo gesto de afeição, amizade, respeito e sentimentos que nutro por todos os meus amigos e colegas, desejando-lhes muitas felicidades e alegrias nesta data, e que essas emoções continuem por longo tempo na vida de cada um de nós!

    Saúde e Paz, pessoal!

  2. Pela passagem do dia do amigo, desejo a todos articulistas e comentarias deste blog muitas felicidades e que continuemos nossa luta que este espaço democrático nos proporciona, por um Brasil melhor.
    Um grade abraço a todos

  3. Caro CN … Bom dia!

    Na Epístola aos Hebreus temos Jesus como Sumo Sacerdote.

    Os Evangelhos mostram Jesus como Rei dos Judeus – tendo o próprio Juiz Pilatos redigido a inscrição “Jesus de Nazaré, dos judeus”.

    Em Apocalipse comanda e julga montado em cavalo branco.

    Jesus tem tudo de um Imperador romano … Porém, em João nos chama de AMIGOS, confirmando após Sua Ressurreição – “Amigos, não tendes acaso alguma coisa para comer?”

    Um abraço, amigo Jesus … e em todas e todos.

  4. Lembrei-me muito dos comentaristas daqui. Abraço todos; Paulo Peres diariamente com uma postagem que nos encanta; um especial para Carlos Newton, o amigo de todos.
    “Os momentos difíceis são uma peneira pela qual examinamos os conhecidos.Os que ficam e não passam, são os nossos amigos” Arlene Francis.

  5. 1) Parabéns a todos (as) pela “Dia Internacional da Amizade – Dia do Amigo”.

    2) Canção da América, continente amigo. grandes poetas e compositores, Brant e Milton.

    3) Poeta Paulo Peres, Parabéns, Peço Permissão Para Postar Próxima Publicação:

    4) Licença: em 20 de julho de 1897 realiza-se a primeira sessão da Academia Brasileira de Letras, no Pedagogium, que funcionva no Liceu de Artes e Ofícios.

    5) Fonte: BN, Agenda, 1993.

  6. NEWTON e demais amigos,

    deixei recado fora do lugar, lá em cima.

    Amigo virtual também é amigo, meu abraço a todos.

    Cadê o Bortolotto, o Wagner? Onde estão todos os que não estão aqui?

    • Ofélia querida, Arthur da Távola dizia que um escritor morto ha 100 pode ser um dos nossos maiores amigos, por isto Manoel de Barros, que partiu para o outro lado em 13 de novembro de 2013, é meu amigo do peito.]
      “O rio que fazia uma volta atrás de nossa casa
      era a imagem de um vidro mole que fazia uma
      volta atrás de casa.
      Passou um homem depois e disse: Essa volta
      que o rio faz por trás de sua casa se chama
      enseada.
      Não era mais a imagem de uma cobra de vidro
      que fazia uma volta atrás de casa.
      Era uma enseada.
      Acho que o nome empobreceu a imagem.

  7. EINSTEIN E EU

    Bom-dia! queridos irmãos.

    O progresso é Lei Natural. Todos nós temos consciência dessa verdade, mas facilmente deixamo-nos abater pelo desânimo ou pela descrença na utilidade do esforço necessário para consegui-lo, embora continuamos aguardando novas condições de vida.

    Em O Livro dos Espíritos encontramos o esclarecimento necessário:

    “O homem traz em si o impulso de progredir ou o progresso é apenas fruto de um ensinamento? – O homem se desenvolve naturalmente, mas nem todos progridem ao mesmo tempo e do mesmo modo; é assim que os mais avançados ajudam pelo contato social o progresso dos outros.”

    A diferença entre o progresso adquirido por cada um se dá em função da consciência individual e do esforço aplicado, porque a liberdade de escolha entre progredir e estacionar é sempre pessoal. É uma questão de valores morais.

    Clique aqui para ler mais: http://www.forumespirita.net/fe/accao-do-dia/einstein-e-eu/#ixzz41xQCqWrV

    Clique aqui para ler mais: http://www.forumespirita.net/fe/meditacao-diaria/a-potencia-do-amor-por-einstein/#ixzz4QBDMH700

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *