Brasil tem enorme potencial turístico, mas não sabe como atrair os visitantes

Imagem relacionada

Charge do Nani (nanihumor.com)

Vanderson Tavares

Vejo com bons olhos que o futuro Presidente tem excelentes ideias para alavancar o turismo nacional. É notório que nosso país é repleto belezas naturais, porém sem estímulo ao turismo, o setor está muito aquém ao seu potencial. Particularmente falarei de minha área. Moro em Araruama-RJ, e a chamada Região dos Lagos é um polo turístico muito extenso, impulsionado por cidades como Búzios, Cabo Frio, Arraial do Cabo, Maricá e Saquarema. No entanto, poderíamos ter uma qualidade turística muito maior do que temos, se pudéssemos oferecer melhor infraestrutura a essas cidades.

Para começo de conversa, o ministério do turismo deveria fazer parceria com o MEC ou alguma instituição, no intuito de oferecer curso de idiomas (inglês, entre outros), aos garçons e profissionais da rede hoteleira, pois a grande parte de turistas estrangeiros não consegue ter um bom atendimento decorrente da falta de comunicação.

DIFICULDADE – Na maioria das cidades turísticas dificilmente se encontra algum restaurante ou pousada que tenham profissionais que falem inglês. Isso de fato desestimula muito a malha turística brasileira.  

Trabalhei por 18 Anos com noruegueses, e essa questão de idiomas era a maior dificuldade (em hipótese alguma deveríamos perder turistas como esses, que possuem grande poder aquisitivo). Essa nossa deficiência faz com que eles busquem países onde não terão problemas para se comunicarem.

SEGURANÇA – Outro ponto abordado é a questão da segurança. Por que não criar zonas turísticas nas cidades, conforme existe em Amsterdã? Lá, na chamada “red light zone”, existe uma grande quantidade de atuando em forte esquema de policiamento, tipo 24 horas, oferecendo segurança aos turistas. Isso é difícil fazer? Não! Basta que possamos delimitar esses polos turísticos e oferecer ronda policial constante, pois inibiria haver assaltos, furtos e violências brutais.

E OS CASSINOS? – Uma outra fonte de turismo que poderíamos oferecer seria a abertura de cassinos. Temos o exemplo de Las Vegas, Atlantic City, Punta del Este e tantas outras que têm uma enorme presença turística de pessoas com alto poder aquisitivo.

Poderíamos fazer isso em cidades litorâneas do Nordeste, pois teria o atrativo das belas praias e com seus grandes cassinos, impulsionando o mercado imobiliário e a economia local.

Araruama (onde moro), tem uma lagoa enorme, onde poderia ser incentivado a prática de esporte aquáticos como “StandUp Paddle” dentre outros, oferecendo campeonatos nacionais e internacionais, impulsionando o turismo local.

SEM LUZ – Com relação a infraestrutura, gostaria também que fosse analisado por que a Rodovia Amaral Peixoto (RJ-016) e a Rodovia dos Lagos (RJ 124) têm centenas de postes que custaram uma fortuna e estão instalados há mais de 5 anos, sem que uma única lâmpada tenha sido acesa, tornando muito perigoso o acesso à Região dos Lagos à noite, sem contar que as estradas estão em péssimo estado de conservação, e a pista privatizada (Via Lagos) cobra, covardemente, o pedágio mais caro do Brasil.

O Ministério do Turismo terá que se inventar para contornar todos esses temas e nos colocar na roda do turismo mundial.

14 thoughts on “Brasil tem enorme potencial turístico, mas não sabe como atrair os visitantes

  1. O Estado do Rio tem uma estrada de ferro totalmente desativada que corta todo o estado. Acredito que ativá-la não seria muito dispendioso. Traria um desenvolvimento á industria ao comercio e na produçao agricola. O turismo, entao, teria um desenvolvimento muito grande.

  2. Ninguém vai visitar a casa de alguém sabendo que tem ratos soltos e perigosos. O Rio tem que iniciar a limpa em todas as esferas e poder garantir o mínimo ir e vir. Depois conversamos sobre o potencial do turismo.

  3. Fiz turismo na Irlanda., Irlanda do Norte e Escócia…ônibus cheios…uma dez vans com 18 pessoas de varias nacionalidades… para ver montanhas , lagos,num frio danado.Íamos por estradinhas de terra, onde andávamos horas sem ver nenhuma alma.Imagine aqui no Brasil, com rios , calor, cachoeiras…Poderíamos ganhar milhões com turismo, mas a violência não deixa…seriam assaltados na primeira curva….Este é o problema….

  4. O Brasil não atrairá estrangeiros enquanto houver a atual criminalidade. Ninguém vem para ver Copacabana sabendo que pode morrer na esquina. Há outras plagas mais atraentes e tranquilas. Cancun no México, por exemplo.

  5. Os Cassinos estão proximos de serem legalizados. E quem vai explorá-los são os bicheiros e a máfia internacional. Junto com o jogo virá a prostituição e tóxico e tudo mais que não presta. Moreira Franco é amigo intimo de toda a canhalha que explora o jogo do bicho roubado, no Rio de Janeiro, a começar pelo Capitão Guimarães torturador, contrabandista, matador que nem o Exército o aguentou. Assim como Bolsonaro, Guimarães entrou na academia militar e é capitão reformado. Em São Paulo quem é amigo irmão camarada dos bicheiros é Michel Temer desde o tempo de “Ivo Noal” em que Temer era Secretário de Segurança.Esses dois até hoje recebem grana dessa corja. Até Cesar Maia em certa época teve ajuda do famoso bicheiro matador Miro de Vila Isabel.

  6. Moro em Natal.

    Uma semana aqui é mais caro do que uma no Caribe.
    Um voo de Amsterdam direito a Tailândia, cobre a mesma distância até Natal. Advinha para onde vão os europeus?
    Moro aqui há 20 anos. Experimente passar alguns horas nesse sol fantástico de Natal em Ponta Negra. Você será abordado por dezenas de vendedores ambulantes. Aliás, prática essa em muitos lugares do Norte. Fortaleza é um bom exemplo.

    Não, não vou mencionar violência e outras desgraças, mas posso assegurar que no Caribe nem ‘coçam’ a escala estatística.

    Não adianta falar em beleza(s). Turista quer isso e muito mais. E aqui, pelo menos em Natal, além da beleza deslumbrante, falta esse ‘muito mais’.

    A propósito, o Forte dos Reis Magos, outrora cartão postal da cidade, está ao abandono, fechado há três anos.

  7. “Com relação a infraestrutura, gostaria também que fosse analisado por que a Rodovia Amaral Peixoto (RJ-016) e a Rodovia dos Lagos (RJ 124) têm centenas de postes que custaram uma fortuna e estão instalados há mais de 5 anos, sem que uma única lâmpada tenha sido acesa.”

    Por que no Brasil postes não são usados para servir de luminárias. São indicativos futurísticos de projetos. Neste caso, as luminárias tendem a atrapalhar.

  8. Nada feito no país tem sido honesto, nada!

    Até o financiamento público para se estudar tem problemas, desvios de verbas, manipulação.

    As merendas escolares já foram alvos de roubo … MERENDA ESCOLAR!!!

    Saúde, educação, segurança, infraestrutura …. não existe área alguma que o governo não roube, não explore, não deteriore.

    Os exemplos mais gritantes contra o trabalhador residem na restituição do IR, cuja tabela está defasada em 70% ou mais!

    Algum “representante do povo ou de Estado” reclama?

    Os cassinos devem ser implantados por várias razões, sendo as primordiais a abertura de milhares de empregos e desenvolvimento da região, além de atrair turistas.

    Dito isso, existem meios legais de como impedir esta preocupação de algumas pessoas, que será a máfia a dirigi-los, bicheiros, políticos corruptos …

    Basta o governo ficar de fora, e haver uma poderosa fiscalização e auditoria externa a cada trimestre.

    Ora, se em outros países os cassinos funcionam bem e a contento, e aqui, ao lado, tais como Uruguai e Argentina, o Brasil não conseguiria o mesmo?

    Então nada mais neste país poderá ser empreendido!!!

    Se, o receio for o mesmo de sempre, a corrupção, e ela sendo o impeditivo para crescimento, desenvolvimento, emprego, laser e atração de turistas, temos de dar um jeito na desonestidade, e não evitando a criação de projetos úteis ao povo e à nação!

    Quantos BILHÕES DE REAIS a Caixa angaria com as suas loterias?!

    Alguém pode dizer com precisão para onde vai esta fortuna arrecadada diariamente??!!

    E, o carteado, onde cada bairro das grandes cidades tem uma casa que a jogatina corre solta??

    E as corridas de cavalo?
    As canchas retas?
    As rinhas de galo?
    O próprio jogo do bicho?

    Teremos sempre de conviver com este tipo de “diversão” por baixo dos panos??

    Agora, instalemos cassinos nas regiões que mais precisariam de progresso:
    Sertões baiano, pernambucano, alagoano, interior do Piauí, Maranhão, Rio Grande do Norte, INTERIOR, nada no litoral, pois estas construções levariam consigo rodovias e ferrovias, indústrias e comércio, serviços e infraestrutura, que jamais sonhariam com este crescimento!!!

    Las Vegas foi desenvolvida no meio do deserto, e o que é hoje??!!

    Há um certo preconceito contra os cassinos, lamentavelmente, e que poderiam funcionar muito bem.

    Bastariam reuniões com esses empresários americanos, argentinos, uruguaios, franceses e, atualmente, onde o jogo e espetáculos mais se desenvolvem no mundo, Macau e Singapura, para que obtenhamos as devidas informações a respeito, e vamos incentivar essas instalações para nosso desenvolvimento e crescimento nos locais mais remotos do Brasil!

  9. Para atrair turistas é preciso primeiro que os brazucas deixem de falar mal do Brasil no exterior. Feito isto vem a solução dos problemas de sempre, violência e gente falando línguas estrangeiras, o resto se dá jeito. Educar ás pessoas a receberem os estrangeiros como seres humanos e não como “gringos a serem explorados” é outra coisa a se fazer. O resto vem por conseqüência. E não meter a faca no turista só porque ele tem grana no bolso, o cara paga e não volta nunca mais

  10. Nosso Brasil com sua dimensão continental , diversidade cultural, e Beleza singular deveria realmente ter políticas que impulsionasse o Turismo, achei Lúcida suas colocações para esse setor. E esperamos muito a movimentação do novo governo nesse sentido

  11. Turismo no Rio de Janeiro…

    Vamos aos fatos:

    1) O Senai/Senac, deveriam dar aulas gratuitas de inglês e PRINCIPALMENTE ESPANHOL A TODAS AS PESSOAS QUE ESTEJAM LIGADAS DIRETAMENTE AO TURISMO.

    2) Neste momento é imprescindível o ensino de Espanhol, até porque é mais fácil de aprender por ter uma infinidade de palavras iguais.
    Evidentemente o aprendizado será mais rápido.
    Temos que ser realistas e o turismo que temos que atrair neste momento, é o Latino-americano.
    Hoje é o nosso único potencial tangível.
    Não digo que devemos esquecer o turismo americano, asiático ou europeu, mas neste momento o foco é a América Latina!

    3) Violência: é o grande cerne da da questão… ABSOLUTAMENTE NADA FUNCIONARÁ ENQUANTO ESTÁ INSANIDADE CONTINUAR A NOS COMER VIVOS!

    4) Reparem que até o turismo nacional, rejeita o Rio de Janeiro. Definitivamente não há clima, a cidade é tensa, escura, sinistra, suja, com vocação extrema em explorar o turista!

    5) Absolutamente todos os serviços são desonestos…
    Um custo benefício péssimo, hotéis ruins e caros, restaurantes péssimos e caros, passeios sem imaginação, com preços extorsivos.
    É vendido um passeio aqui no Rio em todos os hotéis de luxo ou não, que se chama FAVELAS TOURS! ACREDITEM, CAROS AMIGOS!
    Este tipo de passeio deveria ser terminantemente proibido pela RioTur. Um passeio que nada acrescenta ao turista e ainda por cima é um passeio que o desavisado turista paga pra passear numa zona de guerra declarada.
    Se a leniência da Prefeitura chega a este ponto, porque arrisca a vida de turistas inocentes pra passear no ÂMAGO DA NARCOGUERRILHA!

    Vivemos num NARCO ESTADO, E A prefeitura promove festas pelos quatro cantos da cidade.
    Como se quisessem tapar o sol com a peneira! Ou seja, MUITA GENTE NA RUA SIGNIFICA POUCA VIOLÊNCIA! É uma grande falácia pra enganar os incautos turistas e locais!

    O potencial do Rio de Janeiro é IMENSO! Mas com a ótica obtusa dos burocratas em suas limoudines reluzentes, como sempre, eles farão turismo em Dubai e o turistas em Alepo de Janeiro….

    Não é a toa que o Sheraton, Hotel Intercontinetal e Hotel Nacional estão quebrados!
    No caso dos dois últimos os prédios viraram esqueletos!

    O Shopping Fashion Mall às mínguas e os prédios no entorno que valiam quatro milhões agora valem um mmilhão!
    TUDO ISSO AO LADO DA FAVELA DA RICINHA!
    PERGUNTO: TEM COMO LEVAR A SÉRIO O TURISMO NO HALL DE JANEIRO?
    COMO DIRIA O CN: PIADA DO ANO!
    Atenciosamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *