Cabral dá aumento salarial abaixo da inflação. Alguém esperaria outra coisa?

Carlos Newton

A Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro aprovou hoje os projetos de lei que concedem aumento nominal de 5 por cento aos servidores de seu quadro, do Tribunal de Contas e do Ministério Público. Os projetos foram enviados à sanção do governador Sérgio Cabral. Esses funcionários na verdade tiveram redução  salarial de 1,5%, porque a inflação do período chegou a 6,5%.

A greve nas empresas do sistema Eletrobras terminou hoje. Foi feito acordo na base de 8 por cento de aumento nominal, ou seja, 1,5 por cento acima da inflação. Retroativos a 1º de maio, os 6,5%,  e a partir de 1º de dezembro mais 1,5%. Além disso, quatro cartelas adicionais de tíquetes alimentação, no valor de 670 reais cada uma. Nada mal.

O desfecho foi bem recebido pela categoria. Abrange Furnas, Chesf, Eletronorte, Eletrosul e também o pessoal que trabalha na sede da Eletrobras. Mas neste caso são 6,5 por cento certos, mais 1,5 por cento dependendo da produtividade dos empregados.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *