Cadê você, Sergio Cabral???

Felipe Caruso

A Gabriela é minha Filha, o que me enche de orgulho. Ela estava num bar na Lapa e viu a polícia do governador agredir, sem motivo para fazê-lo, jovens nos bares.

Pois é, Serginho! Até hoje não falei de você em respeito ao seu pai, Sérgio Cabral, e a sua mãe, Magali a quem muito prezo.

Contudo, você deixou que a sua polícia jogasse bombas na minha filha e nos seus amigos, quando estavam se divertindo num bar da Lapa. Um daqueles bares que o seu filho, que foi colega dela no Santo Ignácio, também frequenta.

Por que, Serginho? Você pensa que eles são vagabundos? Não, Serginho! Vagabundo é você, que nunca trabalhou na vida! Você teve um cargo comissionado no gabinete do seu Pai por oito anos e nunca apareceu na Câmara Municipal do Rio de Janeiro, nem para assinar o ponto. Lembra disso? Todos os funcionários da Câmara lembram.

Mas, esse é o seu modo democrático de ser.  Assim que assumiu a presidência da Assembléia Legislativa, o seu primeiro ato foi iniciar uma perseguição aos funcionários, dizendo que não admitiria funcionários fantasmas. Que coisa feia, fantasmão!

ENGRAÇADINHO

Quis bancar o engraçadinho com o Governador Marcello Alencar e ele ameaçou revelar a origem de suas propriedades em Mangaratiba e Angra dos Reis e você mudou de assunto.

Apareceu bêbado numa entrevista ao vivo, no sambódromo, falando da futura presidente Dilma e, logo depois instituiu as blitzen da Lei Seca. Pergunto-me: Será que é mais perigoso dirigir bêbado um carro ou um Estado, mesmo a partir de um restaurante em Paris, com guardanapo na cabeça?

Nós sabemos que você ficou rico. Também sabemos que você não justificaria sua fortuna num País sério, mas quebra um galho quando mandar os seus macacos darem porrada nos colegas do seu filho. Fique em casa para a gente poder lhe encontrar, em vez de se esconder debaixo da saia da Dilma.

Afinal, faz quatro dias que você não vai pra casa, seus vizinhos estão sentindo a sua falta.”

(artigo enviado por Mário Assis)

 

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

11 thoughts on “Cadê você, Sergio Cabral???

  1. É estranho, sabiam das falcatruas dele e só agora procuram delatar o enriquecimento deste desgovernador, não acho ele capaz, sem idéia e sem preparo para ser governador deste estado, não gosto dele e acho super incompetente.
    Cadê o MP, polícia federal, receita federal, façam uma investigação e saberão de onde vem este enriquecimento tão rápido, aí recuperem o que foi roubado do povo.

  2. ” Durante a reunião em que foi decidida a decretação do Ato Institucional nº 5, o AI-5, apertando ainda mais o laço da ditadura militar sobre o país, o único a se insurgir contra as novas medidas foi Pedro Aleixo, vice-presidente civil do general Costa e Silva. O ministro da Justiça, Gama e Silva, redator do ato, questionou se Aleixo desconfiava da integridade do presidente em fazer uso criterioso do instrumento discricionário. Aleixo responde: “Não tenho nenhum receio em relação ao presidente, eu tenho medo do guarda da esquina”
    http://blog.opovo.com.br/pliniobortolotti/a-ditadura-e-homem-comum/

  3. Poderia ter falado antes.
    Sérgio Cabral pai ganhou cargo vitalício na procuradoria no governo Marcelo Alencar…
    A dona Magali é atual diretora do Museu da República…
    Tudo farinha do mesmo saco.

  4. Pingback: Cadê você, Sérgio Cabral? | Debates Culturais – Liberdade de Idéias e Opiniões

  5. Cabral não vale sequer um centavo. É uma repugnante figura que daz muito mal para humanidade, sobretudo, para os brasileiros. Contudo, nao podemos esquecer dos seus comparsas: Picciani, Sergio Cortes e tantos outros picaretas. Porrada neles!

  6. Nunca é tarde. Não se falou nada antes, porque o Cabralzinho ainda era um insignificante politiqueiro igualzinho a outros milhares. Hoje é importante botar a boca no trombone e exigir que as Instituições Republicanas, pagas para defender o Brasil, comecem a agir. Cadê você Receita Federal, tão arrogante e posuda, que nunca pega as centenas de Cabralzinhos, Lulinhas e Palocinhos da vida? Cadê você Ministério Público? Vamos trabalhar, gente! Tem muito bandido para devolver o que roubou do povo brasileiro. Será que teremos que formar uma Associação de civis para fazer o trabalho no lugar de vocês? Olha que eu começo a organizar a sociedade civil para concretizar essa ideia! Será que teremos que ensinar a vocês como trabalhar?

  7. Por que ter respeito e consideração com o pai, que segundo vc, ofereceu para ele um cargo comissionado, sabendo que o filho nunca apareceu para trabalhar… não vejo coerência nesse respeito seletivo.

  8. MINHA SUGESTAO PARA RESOLVER O PROBLEMA. JUNTAMOS AI UM MILHAO A UM MILHAO E MEIO DA POPULACAO DO RIO DE JANEIRO. PONTO DE ENCONTRO SERA O PALACIO LARANJEIRAS. COM UMA MULTIDAO COMO ESSA, METEMOS A PORRADA NA PM. INVADIMOS O PALACIO E SACAMOS O GANGSTERZINHO NO TAPA. ALI MESMO NA PINHEIRO MACHADO, PENDURAMOS ELE EM UM POSTE DE ILUMINACAO. EU LEVO A CORDA. AI SIM ESSA PORRA DESSE PAIS MUDA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *