Candidato de Flávio para chefiar MP-RJ ridiculariza ministros do STF e ofende mulheres em rede social

Bolsonarista declarado, Rocha não tem noção da cadeira que ocupa

Guilherme Amado e Eduardo Barretto
Globo / Época

O procurador Marcelo Rocha Monteiro, candidato de Flávio Bolsonaro para chefiar o MP do Rio de Janeiro, ofendeu ministros do STF e mulheres em redes sociais. Em 8 de junho, Monteiro publicou emoticons de fezes ao compartilhar a notícia “Gilmar Mendes concorda com Celso de Mello ao comparar Brasil à Alemanha Nazista”.”Fezes mais fezes = 2 fezes”, postou o procurador, comentando o texto.

Duas semanas depois, mirou em Cármen Lúcia. Após citar a matéria “Acho difícil superar a pandemia com esse governo, diz Cármen Lúcia”, escreveu Monteiro: “Mais uma comentarista política no que deveria ser uma corte de justiça. Acho difícil superar a mediocridade jurídica com esse tipo de magistrado”.

FACHIN – No dia 26 de junho, o alvo foi Edson Fachin. “Esdrúxula decisão do ministro Fachin de proibir operações policiais no Rio de Janeiro durante a pandemia”, publicou o procurador. Em 19 de agosto, Monteiro tornaria a mirar em Fachin: “A origem desse autoritarismo está exatamente no tribunal do qual o senhor Fachin é ministro. A quem esse cidadão pensa que engana?”, escreveu, comentando a matéria “Fachin diz que país vive escalada de autoritarismo”.

Gilmar Mendes também foi acusado pelo procurador de agir com “leviandade”. “Gilmar Mendes, com suprema leviandade, acusou as Forças Armadas de genocídio”, publicou em 13 de julho.

CRÍTICAS – No mês seguinte, atacou o STF como um todo: “O Supremo acaba de abrir as portas para devolver às ruas homicidas, estupradores, assaltantes, traficantes…”, sobre a matéria “STF determina fim da superlotação em unidades socioeducativas de todo o país”. Em 25 de agosto, debochou de Cármen Lúcia, após a ministra dar 40 horas para que o Banco Central explicasse a nota de R$ 200.

“Explicando para a brilhante ministra: Nota de 200 corresponde a duas de 100, Excelência. Entendeu?”. Três dias depois, insinuou que Luís Roberto Barroso era um “clown”, palhaço em inglês. “A clown”, postou, ao lado de um emoticon de palhaço, ao compartilhar o vídeo “Barroso is a Clown”, de Rodrigo Constantino.

Horas depois, ainda sobre Barroso, escreveu: “Palhaço, leviano, mentiroso”. A notícia compartilhada afirmava: “Barroso diz que Bolsonaro defende a ditadura”. Em 2018, após o atentado a Jair Bolsonaro, o procurador ofendeu mulheres em suas redes sociais.

XINGAMENTOS – “Cretina”, escreveu sobre uma mulher que repudiava o atentado e dizia que Lula, na visão dela, não alimentou ódio violento, ao contrário de Bolsonaro. Em outra publicação, seguiu: “Mais uma vagabunda”, respondendo a uma mulher que disse que Bolsonaro plantou ódio.

Em tempo: se Marcelo Rocha Monteiro for o próximo procurador-geral de Justiça do Rio de Janeiro, como quer Flávio Bolsonaro, será o responsável por conduzir o processo contra o senador, acusado pelo MP de liderar uma organização criminosa que pegava dinheiro dos servidores de seu gabinete para repassar a ele.

 

 

11 thoughts on “Candidato de Flávio para chefiar MP-RJ ridiculariza ministros do STF e ofende mulheres em rede social

  1. Essa família Bolsonaro veio para bagunçar ainda mais o país.

    Bando de irresponsáveis que se garante por meio de uma imunidade (impunidade) parlamentar.

    Bandidos declarados.

  2. KKK palhaço por palhaço hoje já temos onze se acreditando deuses lá na suprema corte. Justiça é coisa que no Brasil só existe no papel. O que o filho 01 está fazendo é o mesmo que o pestismo fez nos 13 anos no poder, aparelhou o sistema judiciário. Agora só resta chorar, é o feitiço virando-se contra os antigos feiticeiros.

  3. A decepção com Bolsonaro excede as expectativas mais negativas que se poderia imaginar depois de eleito.

    Que encontraria dificuldades para governar era indiscutível;
    Que teria sérios problemas para resolvê-los ou diminuí-los também;
    Que precisaria ter ao seu lado ministros competentes e criativos seria fundamental;
    Que o país esperava que a corrupção fosse combatida com fervor era a sua grande esperança.

    Nada daquilo que se esperava de Bolsonaro foi atendido:
    Não sabe governar;
    Não existe criatividade e ousadia na sua administração;
    Ministros energúmenos e incompetentes;
    A corrupção que veio com Bolsonaro é sórdida, manifestamente contra as instituições, mormente com a Justiça, aproximação com o Centrão, o péssimo comportamento de seus filhos, a influência da família em questões imorais e antiéticas.

    Bolsonaro na pode ser reeleito.

    Se Lula roubou o Brasil de maneira nunca antes registrada, Bolsonaro desobedece os mais comezinhos princípios de conduta, de obediência às leis, de truculência, declarações incabíveis e agressivas, de permitir que seus filhos façam do país um parque de diversões, manipula a Justiça de forma solerte, além de nos deixar com graves problemas na política exterior, em razão desse seu alinhamento grotesco e humilhante com os americanos, esquecendo-se de outras nações que são até mais importantes para o Brasil que o Tio Sam.

    Pois, agora, a nomeação desse inescrupuloso procurador para o cargo de chefia do MP do Rio, é a gota d’água que faltava para a família presidencial usar o país em seu próprio benefício!

    Claro, claro, não me esqueci:
    Com as FFAA mais uma vez apenas olhando a banda passar de dentro de seus bem protegidos quartéis, enquanto esta nação está sendo destruída de maneira criminosa, e sob os olhares de desprezo dos militares com a situação reinante, como se fossem outro povo que, por coincidência, apenas reside nesse território.

    Justamente pela inércia, COVARDIA das FFAA, em repetidamente se manterem isentas dos graves problemas nacionais, militar algum deverá ser eleito, ainda mais quem esteve ao lado de Bolsonaro e permitiu que o presidente enfiasse as mãos pelos pés, diante do silêncio, comportamento passivo e absolutamente alheio às necessidades do povo e do Brasil!

    Que decepção!

    • Caro Bendl !

      A burrice crônica,irreversível,mais a usina de canalhices geradas por Bolsonaro Zero Zero,para proteger os “filhos desencapados”, chegou no limite da insensatez.

      Uma tragédia total.

      PS-Não se pode negar que Olavo de Carvalho,em muito,influenciou milhões de eleitores a votarem em Bolsonaro Zero Zero.

      PS2-Mas me pergunto: Olavo fez e apresentou para Bolsonaro Zero Zero,um
      verdadeiro projeto de nação?

      Respondo: ou Olavo entregou esse projeto a Bolsonaro Zero Zero e este desprezou,ou Olavo nada fez e deixou acontecer.O que seria um tiro no pé.

      PS3-Bolsonaro Zero Zero está totalmente sem rumo.Ato típico de quem não tem nada planejado e a competência de executar.

      Frase para pensar: “Não há vento favorável para o marinheiro que não sabe para onde quer ir.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *