Candidatura de Aecio Neves suviu no telhado. Agora é Alckmin quem defende as prévias.

Carlos Newton

Ele não tinha que se meter no assunto, mas não resistiu em manifestar o sentimento preferencial que transforma o PSDB num partido paulista. E o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, acabou defendendo que o candidato a presidente de seu partido em 2014 seja escolhido por prévias, como pretende José Serra.

Para se justificar, Alckmin viajou longe e fez uma comparação com a escolha do nome que representaria o Partido Democrata nos Estados Unidos, em 2008. “Lembro que quando fui aos Estados Unidos em 2007, cheguei lá em janeiro, se dizia que a candidata era a Hillary Clinton. Ela já estava praticamente escolhida. No entanto, nas primárias americanas, o Obama foi uma revelação”, disse Alckmin,  no Palácio dos Bandeirantes.

Por sua vez, José Serra afirma que vai disputar as prévias com o pré-candidato e presidente do partido, Aécio Neves, e com outros que aparecerem. Já o senador Aécio Neves, que hoje diz ter apoio da ampla maioria dos dirigentes do PSDB, não passa recibo e diz que participará das prévias.“Em 2009, eu propus ao partido as prévias e continuo achando que são instrumentos importantes. Eu não mudei de ideia”.

Traduzindo: quem ainda manda no PSDB é Serra. Ele vai ganhar de Aécio nas prévias e vai conduzir o PSDB a mais uma derrota. Quanto a Aécio,  voltará ao governo de Minas e ficará sonhando com 2018.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

3 thoughts on “Candidatura de Aecio Neves suviu no telhado. Agora é Alckmin quem defende as prévias.

  1. A análise do Sr. Carlos Newton está correta. Serra domina amplamente o PSDB, SEMPRE DOMINOU. Serra vai ganhar por margem pequena as prévias do PSDB e será ainda o principal candidato oposicionista em 2014.

  2. O Serra já levou tanta surra dos petistas e ainda quer mais?
    Acho que se não renovar o PSDB não haverá oposição.
    O povo já está cheio de políticos que tiveram sua oportunidade
    nas candidaturas ao cargo presidencial e nada conseguiram.
    É hora de renovar senão, outro inexorável derrota!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *