Sem cargo no governo, Carlos Bolsonaro ganha sala no Planalto e coordena ofensiva nas redes sociais

Presença de Carlos tem incomodado integrantes do governo

Gustavo Uribe e Ricardo Della Coletta
Folha

Figura constante no Palácio do Planalto durante a crise do novo coronavírus, o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ) ganhou uma sala próxima ao gabinete presidencial de seu pai, no Palácio do Planalto.

De acordo com relatos feitos à Folha, ele tem usado desde o início desta semana uma sala do terceiro andar, onde tem coordenado a ofensiva do governo nas redes sociais. O espaço, que já havia sido ocupado antes pelo vereador, pertence ao assessor internacional da Presidência, Filipe Martins.

QUARTO ANDAR  – O auxiliar do presidente adotou período de quarentena após ter contraído coronavírus, e a expectativa é a de que ele retorne ao Palácio do Planalto nesta quarta-feira, dia 1º. Com a criação do gabinete para Carlos, Martins deve ser deslocado para o quarto andar do Palácio do Planalto, em um gabinete que era usado pela Secretaria de Governo.

A expectativa de assessores presidenciais é de que Carlos fique no Planalto até o final de abril, mês em que se espera um pico do número de casos da doença e, portanto, um eventual agravamento da crise atual.

RECLAMAÇÕES – A presença do filho do presidente na sede administrativa já tem gerado reclamações na equipe ministerial. O receio é de que Carlos, conhecido nas redes sociais como “pitbull”, passe a monitorar a atividade de auxiliares presidenciais para contar ao pai.

Mentor do chamado “gabinete do raiva”, bunker digital do Palácio do Planalto, o vereador tem atuado na estratégia online em defesa de uma quarentena vertical, ou seja, que resguarde apenas os grupos de risco (como idosos e pessoas com doenças preexistentes).

PRONUNCIAMENTO – No esforço digital, Carlos —o filho 02 do presidente— tem contado também com o apoio do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) —o 03. Na manhã desta terça-feira, dia 31, por exemplo, Eduardo se reuniu com o pai no Palácio da Alvorada. Os dois filhos ajudaram o presidente a formular o pronunciamento que ele fará na noite desta terça-feira em cadeia nacional de televisão e rádio.

Para pressionar governadores e prefeitos a flexibilizar as regras de isolamento, a rede bolsonarista tem produzido vídeos a favor da reabertura de comércios e shoppings. Os conteúdos têm sido compartilhados até mesmo por ministros palacianos, preocupados que a extensão da quarentena possa gerar uma onda de saques no país.

CLIMA DE MEDO – Um dos vídeos, ao qual a Folha teve acesso, mostra pessoas brigando, em um supermercado francês, em meio à pandemia do coronavírus. As imagens foram acompanhadas de um comentário: “Para aqueles que defendem a quarentena, vai aí uma amostra do pós-quarentena. Isso é na França”.

Em uma outra gravação, o locutor critica a cobertura dos veículos de imprensa, alerta para o aumento da criminalidade e reforça o discurso do presidente de que se trata “só de uma gripe para 80% ou 90% que pega”.”

É difícil defender quarentena quando o armário já esta vazio”, ressaltou. “Onde vai morrer gente por falta de dinheiro para a saúde em geral, aumento da criminalidade, de fome, depressão e suicídio. Desde a semana retrasada, os três filhos mais velhos do presidente montaram uma espécie de gabinete paralelo no Palácio do Planalto. Eles mobilizam simpatizantes nas redes sociais e participam de reuniões

TELECONFERÊNCIA – Na semana passada, Carlos participou de teleconferência do presidente com governadores do Sul e do Norte. Ele também ajudou na redação do discurso do presidente em pronunciamento em cadeia nacional, feito na terça-feira , dia 24.

A participação de Carlos em reuniões administrativas tem incomodado integrantes do governo, para os quais não caberia ao vereador do Rio de Janeiro participar de atividades federais que não competem ao seu mandato local.

Em entrevista à Folha, concedida na semana passada, o vice-presidente da República, Hamilton Mourão, afirmou que, apesar de ter participado de reunião com governadores, Carlos “não abriu a boca”. “Sentou, mas não abriu a boca, né. Ele sabe também que não vai abrir a boca porque não tem nenhum papel no governo”, disse.

26 thoughts on “Sem cargo no governo, Carlos Bolsonaro ganha sala no Planalto e coordena ofensiva nas redes sociais

    • Não desconversa, Eliel. A matéria aqui trata do Bolsonaro que colocou o filho no Planalto embora este tenha cargo na Câmara do Município do Rio de Janeiro, ou seja, uma dupla imoralidade, logo, ILEGAL.

      * Aos que se preocupara comigo, considerando as dores no corpo e a febre leve ontem, digo que estou bem.

    • Eliel,

      Só pessoas muito inocentes e crédulas é que não se deram conta, ainda, que a China está mentindo, e omitindo o número real de mortos chineses pela Covid-19, que é um número infinitamente maior do que o que a China divulga.

      Até mesmo esta história divulgada pela China de que o Covid-19, ou coronavirus, teve seu paciente zero num mercado de animais, já está me parecendo outra mentira. Não duvido que este virus tenha sido prparado em laboratórios chineses, para a destruição de parcela significativa da humanidade.

      De qualquer forma, não dá para acreditar em nada que os porta-vozes oficiais do PCC divulgam para o mundo,

      Habitualmente, estes só informam mentiras e aquilo por quê se interessam. Em nenhum momento a China pediu desculpas ao mundo pelo mal que este virus provindo de lá está matando milhões em todos os continentes do mundo.

      • Caro Dr..Ednei,
        Pode haver muita mentira da China em torno da pandemia, mas não me parece razoável, a China preparar vírus para infectar seu próprio povo e depois gastar uma fortuna para salva-los e combater o covid-19.
        Um abraço

  1. O governo virou uma bagunça, qualquer vereadorzinho se segunda categoria ocupa as instalações naquela espelunca.

    Será que tem carro oficial à disposição e segurança?

  2. O diabo é que os Bolsonaro não demonstram interesse, compromisso e nem boas intenções no sentido das mudanças de verdade: sérias, estruturais e profundas, inevitáveis e inadiáveis há pelo menos 50 anos, capazes de passar de fato e de direito o país à limpo, fortemente cobradas nas ruas do Brasil em Junho de 2013. Caso tivessem boas intenções nesse sentido, cercado pelas hienas que estão sempre de plantão, já teriam ido à cidade de Itapeva, SP, conversar, buscar e convocado a Fera da Renovação política do Brasil e do mundo, o Leão apartidário, ignorado pelo FHC, Lula e Dilma, para comandar as mudanças capazes de afugentar até o coronavírus do nosso território, certo de que a pedra rejeitada pelos ímpios e soberbos é a pedra angular, ao invés de pedir socorro a ele através de vídeo equivocado, confuso, confundindo o Leão revolucionário pelo conservador, certo de que de que o Leão Revolucionário vai matar no peito o sistema político podre inteiro, e, por conseguinte, descortinar os novos horizontes que tantos necessitamos, bom para todos, direita, esquerda e centro, pobres, ricos e remediados, situação e oposição, posto que o Leão, munido de projeto e discurso próprios e inovadores, é top de linha da vanguarda política do Brasil e do mundo. O Bolsonaro tem que entender e aceitar que, de repente, o papel reservado a ele no giro da roda da história não é o de “JC” mas isto sim o de “Pedro”. Ademais, a cor do Leão não tem importância nenhuma, o que importa é que ele, com a sua ratoeira gigantesca, cace todos os ratos, ratinhos e ratazanas da nação. E tenho dito.

    • O que dá dó é que os Bolsonaro estão no lugar certo, na hora certa mas com a pegada totalmente errada, com a faca e o queijo nas mãos, mas pelo andar da carruagem, sem mudar o projeto, o discurso e o percurso, eles vão acabar cortando os próprios dedos, e nunca mais teremos outra oportunidade igual a essa para realmente passar este país à limpo, resolvê-lo para os próximos 100 anos, com paz, amor, estabilidade. ordem e progresso equilibrado de ponta a ponta. FHC, Lula e Dilma, infelizmente, não tiveram o discernimento suficiente para entender o que de fato está acontecendo neste país e, por isso, e tb por vaidade e ambições pessoais, perderam o novo trem da história, que Bolsonaro tb está perdendo, infelizmente.

  3. A claque de Bolsonaro – antigamente era a patrulha ideológica petista – anda alerta.
    Nada de crítica ou questionamento ao “mito”.

    Certamente o nepotismo não é um meio de corrupção para o presidente, ora bolas. Menos ainda, um filho seu se meter nos assuntos do pai, entenda-se povo e país!

    O COVID-19 veio para descerrar a cortina da dissimulação, da mentira, da incompetência dos poderes constituídos.
    Foram flagrados sem as vestimentas de praxe e togas carnavalescas.
    Vimos, finalmente, nossos reis nus!

    Agora, bem que eu queria perguntar a Deus umas dúvidas que tenho.
    Sem ter a pretensão de Jó, que levou a maior bronca do Criador em toda a coleção de livros da Bíblia – Jesus ao expulsar os vendilhões do templo foi suave com aquele pessoal -, eu gostaria de saber os porquês de Deus não dar uma folga aos necessitados!

    Não bastassem as crises em várias áreas cruciais brasileiras, ainda veio nos atacar o bicho invisível, cuja predileção são os idosos, então “carinhosamente” eu o apelidei de “coroavírus”.

    Pois bem:
    Se nossos pobres, miseráveis, desempregados, a turma que sobrevive na economia informal, já estavam com problemas gravíssimos para manterem-se vivos a cada dia, com o COVID-19 sem ser convidado, a situação piorou muito.

    Agora mesmo é que esse povo vai ser desprezado e deixado de lado, pois os governantes estão a postos para proteger e preservar a vida das elites, castas e banqueiros, evidentemente.

    Portanto, aonde está o Criador e sua Justiça nesse momento de dor mundial, pois não só a nossa, dos brasileiros?
    Seria a sua nova maneira de nos castigar?
    Depois do dilúvio, Sodoma e Gomorra, agora um ente invisível e terrível veio para dar cabo da humanidade?

    Mas, senhor Deus, fomos feitos por Vós, e, convenhamos, com defeitos de fabricação sem “recall”!
    Por que então tanto rigor para conosco?
    Tanta punição?
    Tanto sofrimento?
    Tanta miséria, fome, sede, doenças … enquanto uns e outros se refestelam nadando nas suas piscinas cheias de dinheiro??!!

    A menos que, de fato, a humanidade se renova e paga seus carmas através da reencarnação, logo, os abastados de hoje eram os pobres de ontem.
    No entanto, Deus, a cada ano que se vive neste planeta por Vós também elaborado – vamos combinar -, mas a pobreza e a miséria aumentam!!!
    Haverá um período que todos seremos pobres e miseráveis ou, ricos e abastados, se tornarão um pequeno grupo, e serão seus componentes que nos comandarão até o fim dos tempos?

    Não precisa me responder, Senhor Deus, pois ainda vão pensar que o fenômeno da epifania em mim, ocasionará que me chamem de louco.
    Apenas – e Vos agradeço antecipadamente – dê um sinal, que eu veja os necessitados serem atendidos sem morrer de fome ou tombados pelas balas das armas policiais porque em busca de alimentos, e saberei que Vós me atendestes.

    Mas, eu Vos imploro dessa vez, que ajude quem precisa de ajuda;
    auxilie aqueles que não sabem pedir por Vós;
    e alcance o pão até mesmo para aqueles que O desconhecem ou não acreditam em Vossa existência!

    Então, Senhor, faça comigo o que desejar:
    punir, matar, humilhar, que eu seja a Disneylândia do COVID-19, mas poupe os seres humanos que nada têm, que não comem diariamente porque não conseguiram alimentos, e que merecem de Vós uma atenção especial.

    Perdoe-me, Deus, pela ousadia, pela afronta, pelo atrevimento de eu me dirigir a Vós dessa forma.
    Não sou religioso ou pastor, padre, bispo, apóstolo, missionário … sou apenas e tão somente um pecador.
    No entanto, Vós me fizestes com sentimentos, e um deles é me apiedar dessa gente e, mais ainda me desespero, pelo fato de que nada posso fazer por eles, a não ser implorar que Vós intercedais pelos fracos e oprimidos.

    Perdoai-me Deus, mais uma vez:
    Lembro-Vos que Seu Filho, Jesus, nos ensinou:
    3 Bem-aventurados os pobres de espírito, porque deles é o Reino dos céus;
    4 bem-aventurados os que choram, porque eles serão consolados;
    5 bem-aventurados os mansos, porque eles herdarão a terra;
    6 bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque eles serão fartos;
    7 bem-aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia;
    8 bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus;
    9 bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus.
    (Mateus 5:3-9)

    Um forte abraço, Senhor Deus.
    Cuidai-nos porque sofremos há milênios, e merecemos paz e uma existência um pouco melhor.

  4. O vereador Carlos Bolsonaro usou as redes sociais na manhã desta quarta-feira (1) para criticar o auxílio financeiro de R$ 600 dado como alternativa a trabalhadores informais que não possam trabalhar durante crise do coronavírus no Brasil.

    Para ele, a medida será o primeiro passo para que consigam “fazer o que tentam desde antes de 1964” no Brasil. “O desenho é claro: partimos para o socialismo. Todos dependentes do estado até para comer, grandes empresas vão embora e o pequeno investidor não existe mais”, afirmou em publicação.

    https://ultimosegundo.ig.com.br/politica/2020-04-01/para-carlos-bolsonaro-ajuda-a-informais-fara-brasil-partir-para-socialismo.html?fbclid=IwAR1wkMNUduqsOIZulyIXIsitq-I1X6wkr5jXrN1RxGjG7bYsB2iyOAG3jYU

    • Esta matéria é fake, Jaco.
      Aonde está escrito ou interpretado no twitter do Carlos Bolsonaro a seguinte afirmação?
      “Vereador do Rio de Janeiro afirmou que auxílio financeiro de R$ 600 a trabalhadores afetados por quarentena vai fazer “o que tentam desde 1964”
      Segue o texto REAL:
      “O desenho é claro: partimos para o socialismo. Todos dependentes do estado até para comer, grandes empresas vão embora e o pequeno investidor não existe mais. Conseguem a passos largos fazer o que tentam desde antes de 1964. E tem gente preocupada com a fala do Presidente.”
      Só a mídia comprada, de onde você recebe seu jabá, é que noticiou assim.
      Em tempo, o ig tem a participação societária do Zé Dirceu.

  5. Fui confirmar o link que postaste, Jaco.

    INACREDITÁVEL!

    Os filhinhos do papai Bolsonaro serão os maiores responsáveis pelo fim do seu mandato na primeira administração.

    Aposto o que tenho que o presidente não se reelege!
    O desgaste será tanto, ocasionado por essas declarações deploráveis, desprezíveis de seus rebentos, que o primeiro mandatário terá o seu nome repudiado pelo povo, ainda mais esse, que são milhões de pessoas que o “rapaz” não queria auxiliar, se dependesse de sua autorização o benefício.

    O mocinho não bate bem da cabeça.
    Agora, lá pelas tantas, a sua sinceridade só comprova o que vendo postando sistematicamente:
    o desprezo do governo e das instituições pelo povo!

    O Carlinhos é um “anjo” de pessoa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *