Carlos Bolsonaro volta a criticar Mourão após a nota do pai contra Olavo de Carvalho

Imagem relacionada

Carlos Bolsonaro não sossega e coloca o pai em péssima situação

Gustavo Maia
O Globo

Dois dias após compartilhar um vídeo do ideológo de direita Olavo de Carvalho com críticas a militares publicado no canal do Youtube  do presidente Jair Bolsonaro – e mais tarde apagado -, o  vereador Carlos Bolsonaro partiu para o ataque frontal contra o vice-presidente Hamilton Mourão em suas redes sociais na noite desta segunda-feira.

Defensor de Olavo, Carlos deixou as indiretas de lado e passou a acusar Mourão de estar contra seu pai. O embate coincide com a escalada verborrágica na crise entre o ideólogo e Mourão, que envolveu ainda outros integrantes da ala militar do governo. A temperatura se elevou a ponto de o presidente Bolsonaro, também seguidor de Olavo, divulgar nota dizendo que declarações recentes de Olavo não contribuem para os objetivos do governo.

CURTIDA FATAL – Ao postar a reprodução de uma curtida do perfil oficial de Mourão no Twitter a uma postagem da jornalista Rachel Sherehazade em que ela o elogiava e criticava Bolsonaro, Carlos pediu que seus seguidores se atentassem a quem curtiu. “Um é o vinho, o outro vinagre”, escreveu a âncora do SBT Brasil. A mesma curtida embasou um pedido de impeachment apresentado na semana passada contra o vice-presidente pelo deputado federal Marco Feliciano (Podemos-SP).

Nos comentários, uma usuária perguntou se Mourão estava contra “JB”, iniciais do presidente. “Será ou com certeza?”, respondeu Carlos. Ao ser repreendido por outro pelo risco de “acabar ferrando” o governo do pai com suas manifestações nas redes sociais, ele sugeriu que o interlocutor cheirasse uma virilha.

ELOGIO A OLAVO – Mais cedo, Carlos postou um elogio a Olavo, a quem se refere como “gigantesca referência do que vem acontecendo há tempos no Brasil” e quem despreza isso “acha que o mundo gira em torno de seu umbigo por motivos que prefiro que reflitam”.

O principal elemento da crise foi a publicação de um vídeo do ideólogo com críticas a militares ter sido publicado no canal do YouTube do próprio presidente, no sábado – e deletado quase 24 horas depois. A gravação foi replicada por Carlos, que logo após a exclusão havia publicado uma mensagem cifrada:

“Começo uma nova fase em minha vida. Longe de todos que de perto nada fazem a não ser para si mesmos. O que me importou jamais foi o poder. Quem sou eu neste monte de gente estrelada?”, escreveu.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
O editor da Tribuna da Imprensa mantém a versão de que Carlos agiu sem conhecimento do pai, que estava de folga no hotel militar do Guarujá, meio desligado dos acontecimentos. O fato concreto é que, pela primeira vez, Bolsonaro criticou Olavo de Carvalho, que logo logo deve devolver a gentileza, se é que já não devolveu… Se perder o apoio dos militares, o futuro de Bolsonaro não vale uma nota de três dólares (ou três reais). (C.N.)

17 thoughts on “Carlos Bolsonaro volta a criticar Mourão após a nota do pai contra Olavo de Carvalho

  1. Acho que o Carlos Bolsonaro e o mala dos EUA deveriam passar uma temporada em um hospício para recuperar a sanidade mental. Quanta loucura por nada, os esquerdalhas ganham com esta vaidade monstruosa de filhos e afins. Mourão também poderia ter evitado o like, também vaidoso. Que coisa! Só trapalhão.

  2. O “General” Mourão nada tem a ver com os militares do governo ele representa ele mesmo.

    Mourão atua como oposição ao Jair Bolsonaro visando desestabilizá-lo, apoia pautas de esquerda como o aborto.

    Um exemplo de sua postura antiética e desleal: Mourão participou recentemente de um evento Anti Bolsonaro e como figura central.

    https://polibiobraga.blogspot.com/2019/04/carlos-bolsonaro-volta-bater-de-frente.html

    Total razão para Carlos Bolsonaro.

  3. Será que em algum momento alguém vai se importar com os problemas desse país e deixar de lado essas picuinhas sobre quem falou de quem? Nem Carlos Bolsonaro nem Olavo de Carvalho ocupam cargos no governo federal, e não estão formalmente em condição de falar em nome do governo. Suas opiniões são meramente particulares, embora talvez eles mesmos não se deem conta disso.

  4. -Concordo com o editor.

    -O governo Bolsonaro ainda está no começo. Tem que ser criticado no que errar e elogiado no que acertar, pois ainda terá tempo para acertar o barco. E muito bandido que hoje está rico teve que perder a fonte da riqueza. E se as críticas recebidas não tiverem tiverem fundamento, serão inócuas, portanto.

    Para um país que saiu de um período de quase trinta anos sendo governado por pessoas que, além de INCOMPETENTES, ainda eram LADRÕES, que além de roubarem a população, ainda a meteu na maior crise econômica desde o ano 1500, o atual governo está tão mau assim.

    Abraços.

  5. Ué. Carlos Bolsonaro, segundo a constituição “cidadã ” não é livre para externar sua liberdade de expressão? Ou isso só vale para os comunistas? Tão querendo censurá – lo?

  6. O que se passa nos bastidores do poder dificilmente o povo saberá, então especula, a imprensa fuça, e os comentários são os mais hilários possíveis, apesar de, lá pelas tantas, um que outro pode ter pescado a verdade.

    Somando, diminuindo, dividindo e multiplicando o que li acima, de meus colegas comentaristas, inegavelmente o governo de Bolsonaro está com uma baita crise interna!

    A questão é se saber o por quê?!

    O que houve, que a união de Bolsonaro com Mourão tenha chegado a este nível?
    O que ambos fizeram para eles mesmos que deu errado?
    Ou, lá pelas tantas, o generalato não está satisfeito em obedecer as ordens de um capitão?
    Ou, quem sabe, a intenção é mesmo desgastar Bolsonaro, e assumir o vice, efetivando um governo de militares efetivos, e não que tenham vindo da política?

    Muitas questões sem respostas.

    Apenas uma certeza:
    Definitivamente esta situação é péssima para todos nós, governados e governantes!

  7. Por,favor vamos direto ao ponto.
    Sem proselitismo, blá.. blá.. blá…

    Com todo respeito,Sr. Bolsonaro é um incapaz,isso nós NACIONALISTAS,percebemos bem antes das eleições..

    É um boneco de ventríloco do astrólogo pantera cor do rosa.

    Por,sua vez, o astrólogo rosa faz o jogo do dp° de estado americano.

    Como bem diz,o mestre Flávio Bortolotto, querem o ultra liberalismo na “nossa”, só “nossa”,economia tipo laissez faire.

    O irmãozinho Mourão,que não é transloucado nem curte aspirina, assiste tudo isso,com preocupação com o destino do nosso país..

    Preocupação do General Mourão, não lhe pertence,sim,é todos nós…que sonhamos com dias melhores para nosso país.

  8. esse molecote dá ou deveria dar expediente na cãmara de vereadores na cidade do rio de janeiro.do jeito que falta é capaz de quando resolver ir trabalhar se perder no meio do caminho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *