Carlos Lupi j voltou a presidir o PDT, mostrando a que ponto caiu o nvel da poltica brasileira.

Carlos Newton

Era s o que faltava. O secretrio-geral do PDT, Manoel Dias, e o ex-presidente interino, Andr Figueiredo,justificam o fato deo ex-ministro do Trabalho Carlos Lupi terreassumido a presidncia do partido. “ natural. Lupi saiu do ministrio e volta para casa dele. S no reassumiria se ele no quisesse”, afirmou Manoel Dias, que do grupo de Lupi e mostra a que ponto caiu o nvel da poltica brasileira, tendo como exemplo um partido fundado por Leonel Brizola.

Na verdade, Lupi jamais quis sair da presidncia do partido, funo qual se grudava como uma ostra. Somente se licenciou do comando do PDT em 2008, quando a Comisso de tica da Presidncia questionou o acmulo de funes do ento ministro.

No lugar de Lupi, em 2008 assumiu interinamente o deputado federal Andr Figueiredo (CE), que tambm ligado ao ex-ministro. Segundo ele, Lupi avisou que iria descansar em dezembro e reassumira a presidncia do PDT em janeiro. Assim, quando ele voltou, assumiu naturalmente”, explicou.

Como era esperado, o PDT vai continuar na base do governo Dilma Rousseff apesar da sada de Carlos Lupi do comando do Ministrio do Trabalho, aps denncias de irregularidades na pasta e de malfeitos do prprio Lupi, acumulando cargos de funcionrio-fantasma.

O agoraex-presidente Andr Figueiredo afirma que h uma posio “consensual” dentro do PDT de que “o partido continuar, independentemente de qualquer coisa, na base do governo”, mesmo que a sigla perca o controle do Ministrio do Trabalho.

J o deputado Paulo Pereira da Silva (SP), o Paulinho da Fora, reafirma que cabe presidente Dilma Rousseff decidir se a pasta do Trabalho permanecer com o PDT aps a sada de Lupi, que pediu demisso do cargo na noite de domingo. “Ela que tem que medir as consequncias”, disse o deputado.

Lupi foi o stimo ministro a deixar o governo Dilma, o sexto diante de denncias de irregularidades. Ele era um dos integrantes do governo do ex-presidenteLula que foram mantidos por Dilma em seus cargos.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.