Cármen Lúcia já deu um jeitinho para adiar o julgamento do habeas corpus do Lula

Imagem relacionada

Cármen Lúcia chutou o julgamento de Lula para o mês de agosto

Tácio Lorran
Metropoles

O Supremo Tribunal Federal (STF) pode adiar o julgamento da suspeição de Sergio Moro, previsto para acontecer nesta terça-feira (25/06/2019). O habeas corpus, referente ao caso do triplex do Guarujá, atribuído ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, é o 12º na lista de processos a serem votados em sessão da 2ª Turma. As informações são de Mônica Bergamo, colunista da Folha de S. Paulo.

De acordo com a jornalista, o ministro Gilmar Mendes concluiu que não haverá tempo de debater o processo referente a Moro. Só o voto de Mendes tem mais de 40 páginas. O caso deve voltar à pauta, portanto, apenas no segundo semestre, devido ao recesso judiciário.

PARCIALIDADE – O pedido do HC foi apresentado pela defesa do ex-presidente Lula antes do escândalo das mensagens reveladas pelo site The Intercept Brasil. Os advogados defendem que o ex-juiz da Lava Jato foi parcial no decorrer do julgamento do petista.

Apesar da informação, a pauta permanece no site do STF. E a assessoria do Supremo não confirmou o adiamento.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
– Não foi Gilmar Mendes que adiou o julgamento. A decisão é da ministra Cármen Lúcia. E a mudança ocorreu porque o ministro Ricardo Lewandowski teve seu mandato encerrado na presidência da Segunda Turma e foi substituído por Cármen Lúcia. O julgamento de Lula era o terceiro item da pauta desta terça-feira e a presidente Cármen Lúcia chutou para o final da agenda, como décimo segundo item.

Com isso, ficou claro que não haverá julgamento agora e o habeas corpus ficará para agosto. Gilmar Mendes então formalizou o pedido de adiamento, para demonstrar uma forma de protesto, como se alguém ainda se importasse com isso – a não ser os petistas, é claro. Depois voltaremos a analisar esse caso com mais profundidade. (C.N.)

13 thoughts on “Cármen Lúcia já deu um jeitinho para adiar o julgamento do habeas corpus do Lula

  1. Escandaloso: CNJ abole a Justiça
    O Antagonista

    Deu a louca no Conselho Nacional de Justiça, aquele soviete criado pelo PT.

    Humberto Martins, corregedor nacional de Justiça, publicou uma recomendação aos Tribunais de Justiça, Regionais Federais, Trabalhistas e Militares para que “deem cumprimento aos atos normativos e às decisões proferidas pela Corregedoria Nacional de Justiça, ainda que exista decisão judicial em sentido diverso, salvo se advinda do Supremo Tribunal Federal”.

    Sim, é isso mesmo, o Corregedor Nacional de Justiça acaba de abolir a Justiça, afirmando que o CNJ está acima de todos os tribunais, incluindo o STJ, com exceção do STF.

    Exemplo: no limite, se o CNJ achar por bem relaxar uma prisão, por causa de um alegado vício administrativo tendo por base uma resolução do conselho, poderá fazê-lo, mesmo que a prisão tenha sido chancelada por tribunal superior.

    Criaram uma instância paralela, o que equivale a abolir a Justiça.

    Se isso não é abuso de autoridade, é o quê?

    Trata-se de um escândalo.

  2. Deve ser muito triste para os governistas saber que um torneiro mecânico escreve cartas e se comunica com muito mais desenvoltura, sendo respeitado no mundo todo do que Jair que mal consegue ler um teleprompter, cuja presença no mundo é repelida.

    E que só chegou ao governo pois tem o apoio da banda antinacionalista dos militares de pantufas.

  3. Prezado CN,

    Independente de se gostar ou nao do réu, habeas corpus tem prioridade sobre outros pedidos, pois se refere ‘a liberdade do paciente. Portanto, este habeas corpus deveria ser o primeiro i’tem da pauta.

    A Camen Lucia demonstra, como de outras vezes, a sua falta de carater ao ceder ‘a pressoes externas – do publico, dos militares e da midia.

    Cleber

    • Sr. Cléber, tem que ceder mesmo!
      Eles estão sentindo a pressão popular. Se não for assim eles vão continuar tratorando como ainda tentam fazer.
      Mas por favor, não fale em falta de caráter, sem mencionar o CRÁPULA gilmar mendes!!
      Simples assim.
      Atenciosamente.

      • Espectro,

        Fac,o das palavras do Joaquim de Carvalho (do DCM) minhas palavras :
        “Não é crível que Cármem Lúcia esteja segurando o julgamento por vaidade ou para atender ao instinto primitivo do ódio.

        Arrisco dizer que Carmem Lúcia, como Pôncios Pilatos, não quer problemas com os poderosos. Prefere ficar bem com eles a cumprir o seu dever de magistrada, no caso de presidente do colegiado.

        Ela conhece o que disse Rui Barbosa sobre juizes como ela, mas não custa lembrar:

        “Medo, venalidade, paixão partidária, respeito pessoal, subserviência, espírito conservador, interpretação restritiva, razão de Estado, interesse supremo, como quer que te chames, prevaricação judiciária, não escaparás ao ferrete de Pilatos! O bom ladrão salvou-se. Mas não há salvação para o juiz covarde.”

        O tempo mostrará que não há salvação para Cámem Lúcia.

        Aonde quer que vá, deixará o rastro da indignidade.”

        Cleber

    • Caro Dr. Alverga … consideremos:

      1 – em Israel não sei como funciona a Justiça – nem Constituição ainda não possuem!

      2 – Há casos em que se usam leis do Império Turco Otomano … outros casos são por leis da administração britânica!

      3 – Raramente se usa no Brasil legislação Portuguesa ou Espanhola;

      4 – A CIDADÃ prevê que o Ministério Público defenda a DEMOCRACIA … coisa que o MP ainda não entendeu; pois só se interessa quando o político deixou de exercer cargo … só no caso do Temer é que deram em cima; porém, em coisas passadas … em que o MP deveria ter dado solução quando da execução, né???

      5 – Não dá para aceitar um MP que não espione os outros Poderes … visto que a CIDADÃ lhe dá tal Poder!!!

      Sds.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *