Centrais sindicais esqueceram de convidar o povo e pagam mico com o fracasso do ‘megaprotesto’

RI Rio de Janeiro (RJ) 11/07/2013 - Manifestação em frente ao Palácio Guanabara. . Foto Alexandre Cassiano / Agência O Globo. Foto: Alexandre Cassiano / Agência O Globo

Carlos Newton

Organizado por todas as centrais sindicais do país, com apoio da UNE, do Movimento Sem Terra e do PT (leia-se, Lula), o tal do Dia Nacional de Lutas, Mobilização e Greves teve um balanço verdadeiramente patético em relação ao sucesso das diversas manifestações dos jovens, que não comandam nenhuma organização formal e se comunicam pelas redes sociais.

O chamado megaprotesto. na verdade, foi um mico fabuloso. Confiram: apenas 7 mil pessoas em São Paulo; no Rio, somente 2,5 mil; em Porto Alegre, 2 mil…

O fato inquestionável é que as centrais sindicais estão fora de forma e precisam malhar nas academias. Depois de 10 anos e meio de inatividade, sua volta às ruas não tem comparação com as manifestações do Movimento Passe Livre. É que as centrais esqueceram de convidar o povo…

O mais interessante foi a diversidade da pauta de reivindicações e de enfoque. A Força Sindical, por exemplo, pediu, nesta quinta-feira, a demissão da atual equipe econômica do governo. Já a CUT acha que o ministro Mantega é o máximo.

Agora, as principais centrais sindicais do país ameaçaram fazer uma greve geral em agosto, caso as reivindicações da categoria não sejam atendidas pelo Palácio do Planalto. Parece brincadeira.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

26 thoughts on “Centrais sindicais esqueceram de convidar o povo e pagam mico com o fracasso do ‘megaprotesto’

  1. O Povo esta deixando de ser massa de manobra destas organizações que só fazem movimentações quando lhes convém, só organizarão este movimento para não perder a força que eles ainda acham que tem.

  2. Newton, “off post”: Hoje, pela primeira vez, queria fazer uma reclamação na Anatel. Infelizmente, a Anatel somente recebe manifestação após contato anterior com a operadora, no meu caso, a TIM. E quem consegue fazer cadastro na TIM? Solicitam números do aparelho que nem sei onde buscar. Acabei desistindo. O “sistema” mais parece uma pirâmide financeira. “Ative novos créditos que os anteriores vão expirar”. Infelizmente, eu utilizo pouco o aparelho. Mas, considero um desrespeito total para com os clientes. Sempre fui a favor das privatizações, mas, reconheço, se continuar nos moldes das operadoras de telefonia, melhor parar por aí. Total falta de respeito!

  3. É, a pelegada está na luta para não perder os privilégios.
    E tudo indica que o candidato nas próximas eleições para presidente será o malandro que os colocou no palácio.

    Quanto a Dilma, ela já está com o destino traçado. O mesmo destino de Celso Pita, só que agora não é Maluf que vai renegá-la e sim Lula.

  4. E entre a “rapaziada” e a “pelegada” alguém tem condições de dizer quem, quantos e quais são os “justos” e os “ímpios”,ou seja,quem é pela verdade e quem é pela mentira ? Serão os”justos” os que se movimentam e manifestam pacificamente de cara limpa em direção à luz no fim do túnel,ou serão aqueles que optam pela violência,pelo vandalismo, pela depredação, pelo quebra-quebra, pelo quanto pior melhor,pela escuridão,pelo retrocesso,pela regressão aos velhos tempos de chumbo grosso,dos trogloditas, capachos e serviçais de Tio Sam Espião,e que,inclusive, pedem a volta da famigerada ditadura militar que tem em sua folha de antecedentes,”sujíssima”,milhares de torturas, desaparecimentos, violências, vidas humanas ceifadas,crueldade,por cerca de 21 anos consecutivos, opressão, pindaiba popular, freio de mão puxado, castração de liberdades…?Quem souber as respostas avise,por favor,porque depois de identificados os”justos”a Verdade surgirá entre Eles.

  5. VOU SOLTAR O VERBO….ACORDA LULA, DILMA E O MARQUETEIRO DO GOVERNO…O TEMPO SE ESGOTOU, VOCES SO ESTAO NO PODER PORQUE O BRASIL DORMIA , OS FILHOS DA REVOLUÇÃO SÃO FRUTOS DO QUE VOCES MESMO CRIARÃO….ENTÃO PRESTA ATENÇÃO, O NOSSO AMANHA., VOCES NAO FAZEM PARTE DESSA HISTORIA.

  6. SOU NACIONALISTA, NÃO PERTENÇO A NENHUM PARTIDO, EU SOU BRASIL, ME DESCULPEM OS INCOMODADOS. VOCES TIVERÃO A CHANCE DE MUDAR E DECIDIRÃO FAZER O PROPRIO CAIXÃO.
    ISSO ACABOU, AGORA O BRASIL PERTENCE AO BRASILEIROS COMO EU ….A NOVA ERA DE UM BRASIL JUSTO E VERDADEIRO SEM CORRUPÇÃO E SEM POLITICOS LADRÕES

  7. Tentam desqualificar o movimento de todas as formas .Esse ano já fizeram grandes atos e a mídia nada divulgou .Temem as centrais e partidos políticos , mesmo com seus equívocos e acertos. Aplaudiram os ditos “” apartidários e que os protestos eram cívicos ” em junho . Bastou pautarem o fim do fator previdenciário, retirada do projeto de lei que amplia a terceirização e as 40 horas semanais para o conglomerado midiático mudar o tom .Foi um sucesso. Desde 1990/91 que o movimento sindical/sociais não afinavam uma pauta. Os que criticam, são os mesmos que se opõe a uma Constituinte exclusiva para reforma política com o fim do financiamento privado das eleições geradora da corrupção.

    • Não lhe parece que uma Constituinte composta pelos políticos fisiológicos e desonestos, todos aliados entre si pela permanência do status quo, é muito suspeita?

  8. Estive em frente ao Museu de Arte de São Paulo [MASP] onde estava montado o palanque das centrais sindicais.

    Havia uma absoluta ausência do povo. Discursavam para elas mesmas. Os milhares de uniformizados eram funcionários das centrais ou dos sindicatos coligados.

    Um ou outro discurso cobrando, criticando o governo federal feitos pelos representantes do PSOL e do MST.

    Faltou anunciarem sorteio de carros como fazem nos primeiros de maio.Uma concentração cara, ridícula pela ausência do povo, para ser esquecida no outro dia.

  9. TSUNAMI SOCIAL NAS ELEIÇÕES – O que dizer deste 11 de julho ou “Dia Nacional de Lutas”, coordenado por entidades como a UNE e centrais sindicais que ficaram adormecidas nos mandatos do presidente Lula? Não se pode deixar de reconhecer o direito dessas lideranças voltarem às ruas, mesmo com público muitas vezes inferior ao mobilizado pelas impactantes manifestações auto-promovidas através das redes sociais e de certa forma provocadas por estas ou até receosas por seus efeitos descoordenados. Estas, sim, constituíram uma tsunami social de gigantescas proporções e conseqüências ainda imprevisíveis, porque podem voltar e o impacto disso nas eleições do próximo ano ainda está em processo de construção e só os resultados poderão revelar. E na falta de explicações públicas sobre o interesse do ex-presidente nesses protestos, não custa imaginar que a injeção do tempero lulista nos protestos desta quinta-feira deve ter soado mal no entorno da presidente Dilma Rousseff, apesar de que pouco se explorou a respeito. É importante que as massas continuem em movimento, sejam puxadas por organizações essencialmente politizadas ou pela espontaneidade das redes sociais, mas que todas conspirem no melhor dos sentidos pelo bem do Brasil.

  10. Tem muita coisa estranha no ar, além dos pássaros e dos aviões de carreira…
    Convocam uma greve total/geral para parar o país…
    Até aí, tudo bem…
    Cabe lembrar que para demonstrar poder você precisa de muita gente na rua (ainda que tenha que pagar fantoches)…
    E o que fazem?
    PARAM OS ÕNIBUS E TRENS!!!
    Pergunta burra: como vão juntar multidão se as pessoas não conseguem se locomover durante um dia inteiro (principalmente nas grandes cidades)???
    A quem interessa que isto ocorresse da forma que ocorreu?

  11. UM “MICOEVENTO”.
    Se após as jornadas de junho a pelegada sindicaleira estava preocupada, creio que a partír de agora não irão dormir sem diazepan. No Brasil, assim como no resto do mundo(Europa, Norte da africa, Oriente,EUA,E outros),Novas formas de organizações sociais estão varrendo para o lixo da história a velha e viciada forma SINDICATO. Os sindicatos sempre estiveram atrelados ao Estado e aos partidos políticos que estão no poder, ou em disputa.
    Hoje no Brasil, a cooptação dessas organizações é vergonhosa. Mais de 80%dos cargos no governo federal é preenchido por ex-sindicalista,dando aos trabalhadores a falsa impressão de que estão no poder.Aliás,e para finalizar,me respondam se puderem: alguém conhece algum sindicalista que após ser eleito presidente de sindicato
    volta a “pegar no batente”?

  12. Os sindicatos sentiram-se diminuídos, despeitados, já que foi a população que se organizou para dar uma banana bem grande a toda forma de instituição constituída. Aproveitando gostaria de dizer aos defensores do sindicalismo e ideias arcaicas que o povo não foi pago para ir as ruas. Ao contrário da pelegada. Em noticia publicada na folha online, militantes receberam dinheiro para ir nas manifestações da Av. paulista. Para quem não acredita, Segue link abaixo. Contra fatos não há argumentos…Em tempo, mesmo pagando a adesão foi ridícula.

    http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2013/07/1309944-manifestantes-ganham-ate-r-70-para-ir-a-ato-sindical-na-paulista.shtml

  13. As insossas e insignificantes manifestações de ontem lembram uma ameaça de greve geral feita pelo líder máximo sindical de um país de língua portuguesa, cujo nome de batismo era Manuel Urbano Lamego e popularmente conhecido como “MULA”.
    MULA ameaçou fazer uma greve geral se o governo não desse um aumento de salários na ordem de 10% (dez por cento).
    O governo, para evitar a greve, ofereceu um aumento de 20%.
    MULA decretou a greve por não ter sido atendido.

  14. Pelo menos foi uma passeata ordeira, sem nenhuma mensagem de peso. Um pequeno primeiro de maio sem sorteio de carros.

    Diria também sem criatividade. Todas as centrais tinham aqueles enormes balões inflados a gás hélio, o que deve estar fazendo a festa do fabricante dos mesmos e diria até de quem está negociando com eles.

  15. isso só prova que essas manifestações se tornaram moda da “massa” os que realmente precisam de ajuda não tão na rua, tão trabalhando e sendo castigados com esse ato “de ajuda” kkkkkk

  16. Centrais Sindicais fazendo pedidos absurdos para eles mesmos. Veja um exemplo: pedem para reduzir a jornada de trabalho porém sem alterar o salário. Acorda centrais sindicais, se voces conseguirem isso pode ter certeza que muitos de voces estarão desempregados por que haverá demissões em massa. Isso é notório. Na realidade voces querem trabalhar memos e ganhar mais. A construção civil por exemplo, hoje maior industria de empregados vai demitir muita gente. Acorda pessoal!

  17. Sr. Celso, a “Mula” aqui no Brasil tem cabeça. É essa elite sindical burguesa mantida com os rios de dinheiro do Imposto Sindical, tirado à força dos salários do trabalhador brasileiro. A hipocrisia é tão grande que eles fazem a farra com as delícias do capitalismo para condená-lo nos discursos. Poucas pessoas lembram que o Sr. Lula ficou irritado quando o TCU sinalizou que iria fiscalizar o destino das vultosas verbas do Imposto Sindical. Ninguém falou mais nesse assunto. Se os nossos representantes no Congresso Nacional quisessem prestar um relevante serviço aos trabalhadores brasileiros criariam uma CPMI para isso. Certamente precisaríamos de máscara contra os odores fétidos que sairiam.

  18. O povo brasileiro já não aceita mais esse tipo de manifestação, manipulada por partidos políticos, políticos e sindicatos, tipo de oposição que só funcionou até quando o PT chegou à presidência. Existem ideologias partidárias no Brasil, para que servem os partidos políticos, senão vejamos, votamos num determinado candidato pelas suas propostas e pseudo seriedade e às vezes pelo partido em que ele esta filiado, de repente ele vai para outro partido(troca-troca), ou os desprestigiados e insatisfeitos de alguns partidos visando eleições futuras, fundam outro partido sempre legislando em causa própria, e o povo para que serve só para elegerem, ou seja, colocá-los no poder como sempre.
    Partidos que fazem parte da base do governo podem serem chamados de oposição, se o que todos visam são os acordos e os cargos. A embromação, enrrolação, a mentira, estar sempre presente, antes das eleições prometem tudo e sempre com as mesmas mentiras(Saúde, educação, transporte, segurança), tudo vão resolver, mas após as eleições, eleitos continuam os mesmos vícios, as arrogâncias e o não cumprimento das promessas de campanha, o povo já esta saturado de tantos descasos, tantas mentiras.
    Sempre eu acompanhava as manifestações em outros países, e dizia quando será que vamos ter manifestações assim no nosso país. Na argentina o povo vai às ruas sem político, bandeira de partidos políticos e organizações, enquanto que no Brasil a manipulação do povo é em benefício de poucos. No Egito o primeiro presidente eleito pelo foi deposto por não cumprir as promessas de campanha e o congresso fechado, quando vamos ver isso no nosso país.
    O gigante de proporções continentais que estava inerte, ibernando, esta acordando sem a dependência de políticos, partidos políticos, sindicatos e outros movimento que aí estão há muito tempo, manipule-os para levá-los às ruas, a prova disso são as bandeiras de partidos queimadas nos movimentos.
    Os movimentos que aconteceram no mês de junho de 2013 no Brasil, foi um movimento legítimo, de origem no seio do povo e não de facções e organizações. Abaixo a CORRUPÇÃO, nos três poderes e anseio por reformas em sentido amplo, tais como: Reforma política e dos políticos; reforma do executivo; reforma do legislativo; reforma do judiciário e fim dos foros privilegiados e regalias(prerrogativas) desses poderes, assim como a reforma sindical, não é justo que sejam descontados um dia de trabalho por ano de cada trabalhador brasileiro para ser repassados a essas organizações sindicais. Entretanto quando eles vêm ameaçadas suas regalias, imediatamente lembram do Estado Democrático de Direito, não podemos ter em nosso país cidadãos de primeira e segunda categorias, pois somos nós que trabalhamos para sustentá-los, chega de farras com o dinheiro do povo brasileiro.
    Os gritos das ruas até agora, parece que não foram vistos ou ouvidos, ou assistidos pelos políticos e dirigentes do nosso país, no que se refere à corrupção, saúde, educação, segurança, transportes e outros, pois MEDIDAS CONCRETAS ATÉ AGORA NÃO FORAM TOMADAS, enquanto para realização da copa as mediadas são concretas e imediatas.

  19. EU JÁ DESACREDITEI DO FIM DO FATOR PREVIDENCIÁRIO, ESTÁ CLARO PARA MIM QUE OS SINDICALISTAS, POLÍTICOS E GOVERNO NÃO BUSCAM NENHUM ENTENDIMENTO, VISTO QUE TRAVA-SE UM JOGO POLÍTICO PARA SE PERPETUAREM NO PODER, OS APOSENTADOS E OS QUE VÃO SE APOSENTAR SÃO ILUDIDOS COMO PROMESSAS DO FIM DO FATOR PREVIDENCIÁRIO,
    TRATA-SE DE UM DESRESPEITO NÍTIDO QUANDO OS SINDICALISTAS LEVANTAM A BANDEIRA DO FIM E O GOVERNO E POLÍTICOS SE PROPÕEM A NEGOCIAR
    É UM VERDADEIRO TEATRO ONDE NOS OS APOSENTADOS E OS QUE VÃO SE APOSENTAR NOS SENTIMOS COMO PALHAÇOS,AGUARDANDO DECISÕES QUE NUNCA SERÃO TOMADAS.
    ACORDA BRASIL!!!, TEMOS QUE CONTINUAR A LUTA COM OU SEM SINDICALISTAS, PROTESTANDO E COBRANDO AÇÕES JUNTO AS AGENCIAS DA PREVIDÊNCIA SOCIAL.
    ACORDA BRASIL!!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *