Chamem o Pagot! O homem está doido para falar e nem precisa de bolo na mão.

Paulo Barão

Na revista IstoÉ, o ex-diretor do DNIT, Luiz Antonio Pagot, afirma que, convidado pelo Demóstenes, participou de um jantar na residência do senador, com a presença de Cavendish e Cláudio Abreu. Relato do Pagot à reportagem:

É verdade que o senador Demóstenes o convidou para um jantar com executivos da Delta?

Sim. Ele preparou todo o jogo de cena. Primeiro, me convidou para jantar com a família. Num segundo jantar, cheguei lá e estavam os caras da Delta, o Cláudio Abreu e o Fernando Cavendish.

E o que conversaram?

Ao final do jantar, Demóstenes me convidou para conversarmos em uma sala separada. Só eu e ele. Disse: “Olha, Pagot, estou com dívidas com a Delta e precisava carimbar alguma obra para poder retribuir o favor que a Delta fez para mim na campanha.” Eu disse que não tem como o diretor-geral do DNIT ir no mercado pedir obra para a Delta. Quando me despedi de todos, o Cláudio Abreu nem me deu conversa.”

###

Então, o que está faltando para convidarem o Pagot a falar na CPI do Cachoeira?

Outra coisa: E se o Perillo resolver “cantar” outras músicas além da compra de sua casa? Repertório não lhe falta! Vale lembrar que ele foi quase um confidente do Lula, principalmente no caso do mensalão.

O fato do Perillo destacar seu suplente, o senador Cyro Miranda, para procurar o senador Randolfe e tentar marcar uma conversa a dois, Perillo e Randolfe, é no mínimo curioso já que o senador do PSOL, faz parte do grupo de “parlamentares independentes”.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *