Charge do Duke

Charge Super 03/09

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

3 thoughts on “Charge do Duke

  1. Balança comercial brasileira fecha agosto com déficit acumulado de US$3,764 bilhões.
    A retração das exportações, a queda do valor das commodities e a manutenção das importações de petróleo e derivados são os fatores apontados para a balança deficitária.

    Veja o acumulado com e sem petróleo e derivados (US$ bilhões FOB):

    Exportação:………………156,70
    Petróleo e derivados:…..13,20
    Demais: …………………..143,50

    Importação:………………160.40
    Petróleo e derivados:…..29.50
    Demais:……………………130.90

    Saldo:………………………. -3.76
    Petróleo e derivados:…-16,37
    Demais:…………………….12,61

    (Fonte: SECEX/MDIC)

  2. O Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos – DIEESE – divulgou a Pesquisa Nacional da Cesta realizada para o mês de agosto.

    Houve queda no preço do conjunto de gêneros alimentícios essenciais em 13 das 18 capitais pesquisadas. As retrações mais significativas foram registradas em Goiânia (-4,04%), Fortaleza (-3,96%) e Recife (-3,43%). As altas ocorreram em Porto Alegre (1,83%), Brasília (0,72%), Curitiba (0,59%), Campo Grande (0,35%) e Florianópolis (0,11%).

    Apesar do recuo de 2,38% ocorrido no último mês, São Paulo continuou a ser a capital
    com o maior valor (R$ 319,66) para os gêneros alimentícios de primeira necessidade. Porto Alegre registrou o segundo maior custo, com (R$ 311,50), seguido por Vitória (R$ 310,03) e Manaus (R$ 305,78). Os menores valores médios foram observados em Aracaju (R$ 233,19), Salvador (R$ 257,54) e Goiânia (R$ 258,45).

    O DIEESE também estima mensalmente o valor do salário mínimo necessário levando em consideração a determinação constitucional que estabelece que o salário mínimo deve ser capaz de suprir as despesas de um trabalhador e sua família com alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência. Com base no custo apurado para a cesta de São Paulo, o maior do país, os salários mínimos necessários apresentam a seguinte evolução:

    Janeiro/2013: R$2.685,47
    Fevereiro/2013: R$2.750,43
    Março/2013: R$2.860,21
    Abril/2013: R$2.873,56
    Maio/2013: R$2.892,47
    Junho/2013: R$2.824,92
    Julho/2013: R$2.743,69
    Agosto/2013: R$2.674,88

  3. Perdão. A evolução correta dos salários mínimos necessários e esta:

    Janeiro/2013: R$2.674,88
    Fevereiro/2013: R$2.743,69
    Março/2013: R$2.824,92
    Abril/2013: R$2.892,47
    Maio/2013: R$2.873,56
    Junho/2013: R$2.860,21
    Julho/2013: R$2.750,43
    Agosto/2013: R$2.685,47

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *