Charge do Sponholz

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

One thought on “Charge do Sponholz

  1. Prezados Helio Fernandes/Carlos Newton, sugestão de texto a para repercutir bela manifestação de Arnaldo Mourthé, que acabo recebi em meu correio eletrônico repassado por amigos comuns. Saudações Trabalhistas,
    Valmor Stédile

    ——————————–
    Date: Fri, 7 Jun 2013 15:23:35 -0300
    From: arnaldomourthe@uol.com.br
    cc:
    Subject: Lembrete à presidente Dilma Rousseff

    Lembrete à presidente Dilma Rousseff

    Dizia-se que no Brasil não havia petróleo, mas ele jorrou no poço de Lobato, Bahia, em 1939.

    No início dos anos 50 houve um grandioso movimento para defender nosso petróleo da cobiça estrangeira, envolvendo intelectuais progressistas e nacionalista, militares e estudantes. A palavra de ordem “O petróleo é nosso” ecoou pelos quatro cantos do Brasil, defendendo o monopólio estatal e a criação de uma empresa pública para explorá-lo. Foi criada a Petrobras em 1953.

    O presidente Getúlio Vargas foi levado ao suicídio pela defesa da soberania nacional, do monopólio estatal do petróleo e pela criação da Petrobrás. Morreu, mas não cedeu a imposições do capital estrangeiro e de seus prepostos internos. Passou para a história como a maior figura brasileira do Século XX.

    Jango foi deposto por manter a política de Getúlio e frear a voracidade do capital estrangeiro.

    A ditadura militar, que nós combatemos, apesar dos piores desmandos e crueldades, defendeu o monopólio estatal do petróleo e desenvolveu a Petrobrás.

    A Petrobras foi um dos pilares da industrialização do Brasil, prospectou o território nacional, desenvolveu estudos avançados para explorar petróleo em águas profundas, e descobriu o pré-sal, inserindo o Brasil no contexto das nações com grandes reservas de petróleo e gás.

    E a senhora, presidente Dilma?

    Está mesmo disposta a entregar aos gringos o pré-sal e as áreas de exploração de petróleo que restaram, depois da sua alienação a preço de banana pelos entreguistas Fernando Henrique e Lula?

    Ou vai despertar a guerrilheira da COLINA e da VAR-Palmares, a quem o povo brasileiro confiou a Presidência da República?

    Qual o título que a senhora levará para a história? A de entreguista ou a de guerrilheira-estadista, defensora da soberania nacional e do povo brasileiro?

    A escolha é de Vossa Excelência.

    Atenciosamente,

    Arnaldo Mourthé

    Rio de Janeiro, 07 de junho de 2013.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *