“Cidade Maravilhosa”, medalha de ouro esquecida na festa da Olimpíada

Paulo Peres
Site Poemas & Canções

O radialista, instrumentista, arranjador, cantor e compositor carioca Antonio André de Sá Filho (1906-1974), conhecido como André Filho, compôs a marcha “Cidade Maravilhosa”, cuja letra homenageia a Cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro. A primeira gravação de “Cidade Maravilhosa” foi feita por Aurora Miranda e o próprio André Filho, em 1934, pela Odeon.

Esperamos que “Cidade Maravilhosa” seja executada, hoje, no encerramento das Olimpíadas 2016, pois esqueceram de executá-la no início do evento, conforme lembrou o Dr. Jorge Béja, aqui na Tribuna da Internet, explicando que era indispensável e obrigatória a execução da canção “Cidade Maravilhosa” que a Lei Municipal nº 3611, de 12.8.2003 tornou como o Hino Oficial da Cidade do Rio de Janeiro!

CIDADE MARAVILHOSA
André Filho

Cidade maravilhosa
Cheia de encantos mil
Cidade maravilhosa
Coração do meu Brasil

Berço do samba e das lindas canções
Que vivem n’alma da gente
És o altar dos nossos corações
Que cantam alegremente

Cidade Maravilhosa……
Jardim florido de amor e saudade
Terra que a todos seduz
Que Deus te cubra de felicidade
Ninho de sonho e de luz

Cidade Maravilhosa……

3 thoughts on ““Cidade Maravilhosa”, medalha de ouro esquecida na festa da Olimpíada

  1. Paulo Peres. Pelo que já li nos jornais, no encerramento vai ter samba, ticotico no fubá, Carmem Miranda e tudo mais. Menos, Cidade Maravilhosa. Se for tocada, será surpresa. Agradável surpresa. Cheguei a reclamar pessoalmente com o Paes e ele me respondeu que sintia muito não ter sido executada na abertura. Com assim? Sentiu muito? Ele não é o prefeito da cidade anfitriã dos Jogos?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *