Citado por Joesley, aliado de Temer tinha sido alvo de denúncia em 2011

Amigo de Temer, Ortolan recebia mesada da JBS

Thiago Herdy
O Globo

Citado por Joesley Batista em sua entrevista à revista “Época” e em colaboração premiada como beneficiário de pagamentos em atendimento a suposto pedido de Michel Temer, Milton Ortolan foi afastado do governo federal há pouco mais de cinco anos em função do relacionamento suspeito com um lobista. Ele era secretário-executivo e braço direito do então ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Wagner Rossi, e pediu demissão do cargo em agosto de 2011, depois que reportagem da revista “Veja” denunciou sua proximidade com Júlio Froés.

De acordo com a revista, Froés era lobista e tinha escritório dentro do ministério, onde negociava licitações e editais. Segundo a denúncia, ele pagava propina a funcionários do órgão.

FOTOGRAFADO – Na época, Froés negou que atuasse no ministério, mas foi fotografado entrando por uma entrada privativa. De acordo com a denúncia, ele tratava os pagamentos a ele com uma exigência de Ortolan, que negou ter sido conivente com irregularidades. O secretário-executivo pediu demissão quando a então presidente Dilma Rousseff exigiu sua saída. Dias depois, foi a vez de Wagner Rossi entregar carta de demissão, ao ser acusado de usar o jatinho de uma empresa do ramo agropecuário.

No depoimento prestado no início deste ano à Lava-Jato, Joesley disse ter atendido a pedido de Temer para que ajudasse Rossi e Ortolan depois que eles saíram do governo. O primeiro teria recebido R$ 100 mil mensais e, o segundo, R$ 20 mil mensais.

“SERVIÇOS PRESTADOS” – Temer nega a solicitação. Em maio deste ano, Ortolan e Rossi confirmaram terem recebido valores de empresas do Grupo J&F, mas alegaram se tratar de pagamento por serviços prestados. Ortolan afirmou ter trabalhado como consultor da Eldorado entre 2012 e 2013, por R$ 15 mil mensais. Rossi disse ter sido contratado depois de obedecer o prazo legal de quarentena. Rossi e Ortolan foram procurados na tarde de ontem, mas não foram encontrados.

###
NOTA DA REDAÇÃO
Esse pessoal ligado à política tem uma facilidade impressionante de arranjar emprego.  Lembro de Rosemary Noronha, que virou chefe de gabinete da Presidência da República e conseguiu um emprego federal para a filha, que jamais havia trabalhado em lugar algum. Por falar nisso, quando é que o Supremo vai quebrar o sigilo do cartão corporativo da Rose? (C.N.)

8 thoughts on “Citado por Joesley, aliado de Temer tinha sido alvo de denúncia em 2011

  1. Alinhado com a Globo, Gilmar Mendes diz que “pensar em eleições diretas agora é golpe constitucional” e defende semipresidencialismo “em que o presidente pudesse ser eleito, ter papel importante, e um sistema parlamentar de governo”
    https://goo.gl/Tnem9v

    Agora sabemos onde parte da elite (globo a frente) quer nos levar… com a queda de Temer

  2. HÁ CERCA DE 50 ANOS, SÉRGIO PORTO, O INOLVIDÁVEL STANISLAW PONTEPRETA , O HOMEM DO FEBEAPÁ (Festiva de Besteira que Assola o País), SENTENCIOU: ” Restauremos a moralidade, ou nos locupletemos todos “. E quanto mais o tempo passa mais a sua sentença se torna emblemática no seio da república 171 do partidarismo-eleitoral, do golpismo-ditatorial e seus tentáculos, velhaco$, com o meio político, seus agregados e dependentes fortemente engajados na segunda parte da sentença do Stanislaw, locupletando-se à beça, compulsivamente, e o último a sair que apague a luz, tranque tudo com cadeados, porque a está altura do campeonato, como já disse Bezerra da Silva, “tem ladrão que não acaba mais”, com o estado e o mercado manipulados por bandidos que fogem da restauração da moralidade pública igual o diabo foge da cruz., dos quais nos tornamos todos vítimas e reféns, ou cúmplices. O diabo é que, sob o teto da dita cuja república 171 dos me$mo$, que fica cada vez mais fácil e mais convidativo virar ladrão, digo, corrupto, do que lutar pela restauração da moralidade pública, infelizmente. O que mais será que está faltando para o partidarismo-eleitoral, o golpismo-ditatorial e seus tentáculos, velhaco$, se renderem ao Projeto Novo e Alternativo de Política e de Nação, o novo caminho para o novo Brasil de verdade ? Será que estão esperando que a banda ainda lúcida do conjunto da sociedade, levada à loucura total pelos me$mo$, sitie o Planalto e o Congresso, invada-os, tire de lá todos os ladrões e jogue os seus corpos na Praça dos Três poderes em Brasília, para que sirvam de exemplo eterno para o presente e o futuro ? http://www.tribunadainternet.com.br/citado-por-joesley-aliado-de-temer-tinha-sido-alvo-de-denuncia-em-2011/

  3. O supremo não quebra o sigilo por causa daquela conversa mole de “estabilidade”. Esta palavrinha é o álibi para manter temer na presidência, manter lula solto, manter renan desafiando as leis, manter o país na beira do abismo. O cartãozinho da Rosemary monamour indicará, por meio de seus rastros, para onde foi o din-din de lula, o segredo de Angola.

  4. O Michel Temer ficará na presidência até o último dia do mandato.
    O supremo não terá “peito” para depor o rapaz. O congresso não vai cassa-lo, o PMDB e tucanos, não vão deixar.
    Cambaleante, vai até o fim. Agora as forças contrárias e minoritárias tem que escolher, se vão continuar combatendo o Temer, estarão sangrando o pais, depois quando por ventura assumirem outra vez o poder, não voltem a falar em Herança maldita.
    Se toda essa “onda” já é o começo da próxima campanha, é bom que que pensem um pouco também no pais.
    Se for para criar uma crise maior, que fique o Temer, até porque o Meirelles é quem governa.

  5. Definição de propina: substantivo feminino, podendo ser, no sentido positivo, gratificação extra por serviço normal prestado a alguém; gorjeta, emolumento.; negativamente significa quantia que se oferece ou paga a alguém para induzi-lo a praticar atos ilícitos; suborno.
    No que se refere à Lava Jato, ou assemelhados, temos a propina no sentido negativo.
    A propina poder ser oferecida ou solicitada. O único que pode, efetivamente, evitar que ela ocorra é quem tem o “dinheiro para dar”, oferecido ou solicitado.
    Quando alguém pede propina, ou aceita, é culpado, também; mas aquele que oferece, ou aceita dar a propina, também o é. Claro que o pedinte, ou aceitante, da propina, poderia evitar que ela acontecesse, não pedindo ou não aceitando, tal como o que dá ou aceita dar, ante um pedido; mas, repito, quem tem o dinheiro é quem, efetivamente, pode impedir que ela ocorra. Aí os delatores, tipo Joesley Friboi, denunciam como se fossem inocentes coitadinhos, que foram achacados por aqueles que agora denunciam. Que se não dessem, não teriam conseguido contratos, empréstimos, etc. Ao serem solicitados a dar propina, deveriam negar e denunciar ao Ministério Público. Antes, não como fizeram agora. E aí mentem, dizendo, por exemplo, que financiaram 1.829 candidatos; foi divulgada uma relação dos candidatos que “teriam sido financiados pelos Friboi”, com dinheiro de caixa um, contabilizado nas prestações de conta dos mesmos; aí fui verificar a prestação de contas de alguns deles; receberam o dinheiro do Comitê Financeiro Nacional Para Presidente da República, da Dilma, no caso; aí na prestação de contas deve ser informado a origem do dinheiro doado pelo Comitê da Dilma – Fundo Partidário, Pessoa Física ou Jurídica que tinha doado para ela; aí aparece a JBS, dos Friboi; ou seja, eles doaram para a campanha da Dilma e ela, como o Aécio também, tendo interesse nas eleições por Estados, repassaram para candidatos com potencial de votos, grandes cabos eleitorais; os candidatos não foram financiados diretamente pelos Friboi; não tiveram contato com os Friboi; alguns nem eram deputados ainda (eleições proporcionais de 2014) e, portanto, creio, não poderiam ter praticado “atos ilícitos, suborno” em troca dos valores recebidos.

  6. Me indigno com o eufemismo da mídia no tratamento dos delinquentes no poder :
    Ladrão do eràrio público é tratado como corrupto.
    Seus comparsas são tratados com aliados .
    O roubo em si como desvio .
    Facções criminosas como partidos .
    Realmente o Brasil é um pais de igualdades e democrático .

  7. Prezado Moderador, anteriormente, em outra página desta edição, fiz a mesma indagação sobre os cartões corporativos, transformados em informação de segurança nacional – não é brincadeira não – pelo FBI tupiniquim.

    Nesse angu, com tantos segredos, se revelado, com certeza teremos o maior espanto de nossas vidas, se é que ainda faltam novidades macabras de Brasília para nos aterrorizar….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *