Clã Bolsonaro critica aprovação do Projeto de Lei das fake news no Senado e reclama de “censura”

Charge do Iotti (Zero Hora)

Deu no Estadão

Filhos do presidente da República, Flávio, Eduardo e Carlos Bolsonaro usaram as redes sociais para criticar a aprovação do Projeto de Lei 2630, conhecido como a PL das fake news, no Senado Federal. Entre as críticas, os parlamentares da família Bolsonaro acusaram o projeto de se tratar de uma tentativa de censura e de ferir a garantias individuais dos cidadãos.

O senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), que participou da votação nessa terça-feira, dia 30 – votando contra – chamou o projeto de “PL da Censura”. Flávio também afirmou que o projeto é inconstitucional. “O PL da Censura é inconstitucional, atropela garantias individuais. E tem vício insanável: quem decide o que é Fake News? Postar que é contra cotas raciais e a favor das sociais, é racismo? Pastor defender que família é homem e mulher, é preconceito? #PL2630Nao #CalaaBocaNaoMorreu”, escreveu o senador.

“CENSURA” – O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) se referiu ao PL como “Lei da Censura”. O parlamentar, que deve participar da votação do projeto na Câmara, adiantou que votará contra a aprovação da matéria. “Já adianto meu voto: sou totalmente contrário a toda tentativa de “regulamentar” (Censurar) as redes sociais. Rejeito qualquer ato que retire liberdade do cidadão e lutarei contra isso”, publicou.

Eduardo também afirmou que o PL não vai minar as críticas ou “cegará as tias do zap”. “Quem acha q aprovar o PL da censura 2630 fará com que cessem as críticas ou cegará as tias do zap está enganado. Uma criação espontânea silenciada sempre é sucedida por outra criação espontânea. Os esforços de vocês será em vão. Derrotaremos vcs e lembramos disso na eleição”, afirmou.

CARLUXO – Por sua vez, o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ) afirmou que o projeto não se trata de uma tentativa de combate às fake news. Para o vereador, o projeto ataca a liberdade e o “raciocínio sem cabresto”. “Nunca se tratou da palavrinha politicamente correta: `fakenews´. O problema sempre foi o crescimento do raciocínio sem cabresto, o que não ocorre quando existe o conluio da mídia com os engravatados, usando o seu dinheiro. Pedantes Ególatras, aqui jamais será uma Coreia do Norte”, disse.

“Não éramos um país livre e que parece que estamos perdendo a liberdade. Desde que me lembro, nunca fomos um país livre. Fazemos parte de uma nação que começou a tentar sair do buraco há pouco e todos temos muito para desfazer diante de décadas de tesouradas.”

14 thoughts on “Clã Bolsonaro critica aprovação do Projeto de Lei das fake news no Senado e reclama de “censura”

  1. Se a familícia é contra, é porque o projeto de lei é muito bom.
    Portanto, vamos enfrente, os robôs disseminadores de fake news tem que ser eliminados.
    O gabinete do ódio do VEREADOR FEDERAL carlixo que assassina reputações tem que ser fechado imediatamente.
    Essa quadrilha é o lado obscuro do poder.
    Estão resolvendo as coisas do jeito que eles sabem, ou seja, “MILICIANAMENTE”.
    A casa vai cair, não é mais possível aceitar essa gente, fomos incrivelmente enganados, MAIOR ESTELIONATO ELEITORAL da história do Brasil!
    Desmontaram, quebraram, rasgaram absolutamente tudo relacionado ao combate a corrupção.
    Quem poderia imaginar uma barbaridade desta?
    Acho que ninguém.
    Essa porcaria que está sentado lá, não é o mesmo que um dia o assistimos em campanha para a presidência.
    Sim, saímos do pt, mas este aí já se mostrou tão nefasto quanto o lula.
    Que ironia, expulsamos o pt e colocamos outro pt, é ainda por cima, miliciano.
    É muito triste….
    Atenciosamente.

    • Espectro Bolsonaro não enganou ninguém quem leu o que Bolsonaro falou em 2017 2018 sabia quem ele era.BOLSONRO CONVIVEU NO PP DE MALUF POR 15 ANOSCORRUPÇÃO NA VEIA.

      • Sr. zenobio santos de souza,
        Me considero bastante informado, e lá atrás, o discurso era totalmente o contrário, inclusive dos filhos, atraíram o Dr. Sérgio Moro com a intenção de moralizar o país.
        Será que p Dr. Moro também não percebeu nada?
        Um forte abraço.
        Atenciosamente.

  2. Seu Flávio, V, Ex ª sabe muito bem que seus exemplos inocentes não são suficientes para definir a diferença entre ‘fake news’ e liberdade de expressão.

    “Postar que é contra cotas raciais e a favor das sociais, é racismo? Pastor defender que família é homem e mulher, é preconceito?”

    Se ficassem em exemplos como estes acima inicialmente seriam beatificados para depois se tornarem santos.

    Me impressiona como conseguem absorver tanto óleo de peroba.

  3. E a pocilga stf absolve por falta de provas o ladrão amigo do temer, com aquele monte de dinheiro em malas, no apartamento em salvador.
    Porra, por falta de provas?
    Só aqueles crápulas, 11 naquele antro.
    Incrível !

  4. Eu não conheço o PL, pelo tanto não deveria opinar, mas o comentário acima do Sr Espectro é um argumento muito forte, se o já manjado “gabinete do ódio” é contra, alguma coisa de bom essa lei deve ter. Eu já comentei aqui, que tenho um amigo boa pessoa. mas infelizmente bolsonarista fanático, e é através do seu bombardeio diário, no Whats App e E-mail, que vejo as barbaridades que circulam, verdadeiros crimes,de,infâmia, injuria, fraude, associação criminosa e conspiração. Confesso que sinto verdadeiro nojo e muito medo pelas consequências desse ódio que essa guerrilha dissemina.

  5. ESPECTRO SO QUE MORO NÃO SERVE DE NO COMBATE A CORRUPÇÃO VIDE O QUE FEZ NO CASO BANESTADO E AS CITAÇÕES DO INTERCEPT.MORO E DALLAGNOL FERIRAM AS LEIS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *