Clima de guerra declarada entre o governador Omar Aziz, bancada federal e entidades de classe do Amazonas com o governo Dilma.

Vicente Limongi Netto

A revolta é porque os ministros não cumprem o que prometem, tratam mal o polo de Manaus, o maior segmento eletroeletronico da America Latina, desprezam e esquecem que Lula e Dilma tiveram votações consagradoras no Amazonas e o pior, nada acontece com o governo de São Paulo, que atropela decisão do STF, criando medidas que prejudicam a zona franca.

O novo presidente do Centro das Indústrias do Amazonas, Wilson Périco, chamou os ministros Fernando Pimentel e Aloisio Mercadante de “ignorantes e mentirosos” que “desrespeitam a Constituição. Dizem uma coisa e fazem outra”.

Acorda, Dilma! Basta de privilegiar Estados fortes como São Paulo. Lembre-se que o Brasil também é Norte e Nordeste. Não permita que ministros arrogantes e desinformados, seguramente por má-fé, prejudiquem o Amazonas! 

Nesta linha, o ex-governador e senador Eduardo Braga, fez contundente, esclarecedor e oportuno discurso na Câmara Alta, repudiando o pouco caso e o desrespeito do governo federal com o Amazonas e com os amazonenses.
O mais grave é que o governador Omar Aziz e o senador Braga, a exemplo da senadora Vanessa Grazziotin e o senador Alfredo Nascimento, são aliados de primeira hora de Lula e de Dilma. É uma colossal e injusta insensibilidade política tratar correligionários de forma tão torpe e irresponsável.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *