Com a popularidade de Dilma em queda, Serra volta a sonhar com a presidência

Pedro Venceslau e Ricardo Chapola (Estadão)

A queda da popularidade de Dilma Rousseff após as manifestações de junho reacendeu o desejo de José Serra de disputar a Presidência da República, algo que ele já tentou sem sucesso em 2002 e 2010.

O ex-governador paulista, no entanto, recebeu do PSDB, seu partido, sinais de que só há espaço para ele em 2014 em dois cenários: disputar uma vaga na Câmara dos Deputados ou no Senado.

A saída mais provável caso queira tocar seu projeto presidencial é a filiação ao PPS do deputado Roberto Freire, que já abriu publicamente as portas da legenda para o tucano.

Nesse cenário, a prioridade de Serra passaria a ser uma aliança com o PSD do ex-prefeito Gilberto Kassab, o que daria à sua candidatura maior poder de fogo.

A união de PPS com PSD renderia 1 minuto e 55 segundos na propaganda eleitoral. O PSDB do senador Aécio Neves tem, sozinho, 1 minuto e 43 segundos; o PT, 2 minutos e 49 segundos; e o PP, um dos partidos mais procurados por causa de seu tempo de TV, 1 minuto e 19 segundos.

Remanescentes do grupo “serrista” e amigos dele ouvidos pelo Grupo Estado dizem que o ex-governador não conseguiria levar muitos tucanos consigo. O fracasso da fusão entre o PPS e o PMN frustrou a construção de uma “janela da infidelidade” oposicionista. Assim como ocorreu com o PSD de Kassab no lado governista, o movimento permitiria uma migração de parlamentares insatisfeitos com o governo Dilma.

O ex-governador tem uma reunião marcada com dirigentes do PSDB paulista nesta sexta-feira, 19. Uma pesquisa encomendada pelo partido no fim de junho tem sido usada por Serra como argumento de que ele ainda é uma forte alternativa. De acordo com aliados, ele aparece bem no Sul e no Centro-Oeste.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

10 thoughts on “Com a popularidade de Dilma em queda, Serra volta a sonhar com a presidência

  1. O povo brasileiro não precisa de sonhador que espere a queda de um para se beneficiar. A maioria desses sonhadores estão na base do governoque aí estar. Fora a mesmice, o povo clama por reformas amplas nos três poderes e o fim de suas regalias, privilégios.

    No entanto este pessoal parece que não ouviram os gritos das ruas, ondes os protestantes foram às ruas sem manipulação de políticos, partidos ou sindicatos.

  2. Fico triste com essas projeções,a volta dos predadores das riquesas do BRASIL ao comando do país,é muito ruim para o povão ,descompromissados com o bem estar do povo assalariado ,aposentado,com o crescimento do país a saúde e educação a tendência é o BRASIL crescer como samambaia ,e o pior de tudo, ainda assistir gente aplaudindo baderneiro,saqueador e marginal com a cara coberta “protestando por um BRASIL melhor” mais que “m” é essa, inverteran-se os valores .

  3. A esquerda tem uma parcela dessa culpa ,está administrando como uma direita ,qualquer ONG de “meia tijela “,vem aqui e faz o que quer ,a nossa infraestrutura tá um caco ,cria-se comissão disto e daquilo ,ministérios que não servem para nada ,nossa defesa, daqui à pouco vai estar usando arco e flecha ,e aí? tá ou não na hora de parar enquanto ainda há tempo?nosso exército com uma engenharia fantástica e o BRASIL com estradas que não levam à lugar nenhum ou por falta de pontes ou asfalto, o que é isso “companheiros” ?

  4. Serra é bananeira que já deu cacho. Será que o PSDB não tem outra figura mais a altura? Não é para ser o Aécio? Serra já provou que não se elege nem para fiscal de feira (desculpem snrs. fiscais).

  5. Não aguento mais estes Delírios Grupal de José Serra e seus seguidores. O grupo ainda não percebeu que Serra já terminou politicamente e que deveria pendurar as chuteiras. Mas, pelo andar da carruagem qualquer dia desses, quando a ficha cair, teremos um suicídio em massa de toda comunidade.

  6. Ninguém aguenta mais estas figuras,sempre o mesmo discurso vazio,a hipocrisia,no
    fundo querem é se apoderar das verbas públicas,continuar as mesmas maracutáias,o povo não merece!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *