Com apoio da elite empresarial, Meirelles deverá se candidatar em 2018

Meirelles está em campanha para disputar a sucessão pelo PSD

Deu na Folha

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, despontaria como um nome para concorrer à sucessão presidencial em 2018? O assunto foi tema de debate na “TV Folha” desta terça-feira. Para o editor de “Poder”, Fábio Zanini, Meirelles sempre teve ambições políticas e a sua atuação na estabilidade e crescimento, mesmo que pequeno da economia, lhe dá a mesma notoriedade que FHC teve ao lançar o Plano Real no governo Itamar Franco. Zanini lembra que o setor econômico tem apoio da elite empresarial.

Já o editor da “Ilustríssima”, Marcos Augusto Gonçalves, também acredita que Meirelles “deve surfar nessa onda”, ainda mais porque hoje é evidente a “dependência” que Temer tem do ministro.

Para o colunista Celso Rocha de Barros, a estabilidade econômica que o Brasil possa vir a ter nos próximos meses não se compara com o bem estar imediato causado pelo Plano Real, com o fim da hiperinflação.

Apesar disso, o colunista ressalta que a parte econômica é a mais forte do governo, vulnerável no quesito corrupção, com as recentes denúncias e trocas de ministros.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
A discussão é prematura e dispensável, porque há 15 anos, pelo menos, Meirelles já vem sonhando com a Presidência. Em 2010, como plataforma, ia disputar o governo de Goiás, mas Lula impediu, ao oferecer-lhe o ministério da Fazenda no novo governo do PT. Meirelles topou, mas foi traído por Lula e Dilma, que mantiveram Guido Mantega na Fazenda e arrasaram a economia nacional. Meirelles não é apenas candidato, porque é candidatíssimo. (C.N.)

6 thoughts on “Com apoio da elite empresarial, Meirelles deverá se candidatar em 2018

  1. Seria de bom alvitre dar continuidade ao projeto pensado pelo próprio ministro, uma vez eleito em 2018. Na verdade as medidas de retomada do equilíbrio fiscal vão demandar muitas gestões seguidamente detidas na retomada do equilíbrio fiscal.

    Vamos aguardar.

  2. Chega de servilismo ! J. P. Morgan já ! Assim os brasileiros ficam sabendo quem são os seus donos de fato. Temer, o coluna de borracha, a ante sala do servilismo.

  3. Este ministro é muito elogiado pela sua grandessissima capacidade e conhecimento em economia. Mas tem um defeito. Assim como todos os grandes nomes da economia brazuca, quando assume o comando da política economica perde toda a força da sua capacitancia intereletródica do conhecimento em economia e desencadeia a síndrome de guidomantegaderretida, pedindo mais imposto, mesmo antes de tomar pé da verdadeira situação dos cofres públicos e das torneiras abertas pelo antecessor. Entre os tributos que ele mais adora está o que todos adoram: a cpmf. Ele antes de assumir já começou a cantar a pedra da cpmf. A cpmf foi um imposto criado por um idiota que alguns pensaram que por ser “bem sucedido” como médico seria também como administrador. deu no que deu. Só um médico pode acreditar que políticos usariam a cpmf somente para a saúde. Se ele não fosse médico, desconfiaria que político não tá nem aí pra saúde do povão. Pra eles, se melhorar a questão da sa´de da pobraiada, vai haver mais pobre precisando do dinheiro público. Ou seja, quanto mais pobre morrer, melhor a proporção entre nascentes e morrentes e maior a quantidade de recursos que sobra pra eles roubarem. É assim que funciona. Quem tem uma quantidade mínima de neurônios sabe disso.

  4. MEIRELLES, UM VELHO CONHECIDO DO MEIO POLÍTICO , COM A PALAVRA A DELTA E A FRIBOI….
    ——

    CPMI – VEGAS E MONTECARLO
    REQUERIMENTOS A SEREM APRECIADOS
    ——
    50. 257/12 Requer que sejam convocados os Presidentes do
    Grupo JBS, para dar informações sobre a compra
    da Empresa Delta, pela J&F Participações e, ainda,
    o senhor Presidente do Banco Nacional de
    Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES),
    para prestar esclarecimentos acerca das transações
    efetuadas junto ao Grupo JBS/FRIBOI.
    ———
    51. 257/12 Requer que sejam convocados os Presidentes do
    Grupo JBS, para dar informações sobre a compra
    da Empresa Delta, pela J&F Participações e, ainda,
    o senhor Presidente do Banco Nacional de
    Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES),
    para prestar esclarecimentos acerca das transações
    efetuadas junto ao Grupo JBS/FRIBOI.
    —-
    58. 277/12 Solicita a oitiva do presidente do Conselho
    Consultivo da J& F Holding, Sr. Henrique de
    Campos Meirelles, para que, sob compromisso,
    esclareça os fatos e as circunstâncias acerca da
    aquisição da Delata Construções S/A pela
    supracitada Holding.
    ————
    61. 285/12 Requer sejam tomadas providências necessárias à
    convocação do Sr. Henrique Campos Meirelles, a
    fim de esclarecer seu envolvimento e da
    Construtora Delta com Carlos Augusto Ramos

    122. 496/12 Requer sejam tomadas providências necessárias à
    convocação do Exmo. Governador do Rio de
    Janeiro, senhor SÉRGIO CABRAL, a fim de
    esclarecer as denúncias de seu envolvimento com a
    Construtora Delta e o senhor Carlos Augusto
    Ramos.

  5. Vejam a entrevista do economista Amir Khair na revista ” carta capital “, é o que o ministro da fazenda não quer fazer, diminuir os juros e tentando prejudicar ainda mais a previdência social.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *