Com derrocada de Eike, agricultores querem de volta terras desapropriadas no RJ

Paula Barra (Folha)

Com a derrocada do empresário Eike Batista, atolado em dívidas, os agricultores do 5º distrito de São João da Barra querem as terras que foram desapropriadas de volta. Uma ação popular vai pedir à Justiça a reversão das desapropriações por “desvio de finalidade”.

É que, em toda a área desapropriada pela Codim, para a construção do complexo industrial do porto do Açu, pouca coisa saiu do papel até agora. A Folha de S. Paulo publicou matéria ontem mostrando o drama de muitas das 300 famílias que perderam as suas terras.

O projeto de Eike previa a instalação de siderúrgica, cimenteiras, termelétrica, polo metal mecânico, um polo ferroviário, entre outras empresas. Eike chegou a dizer que negociava a vinda de uma fábrica de produtos da Apple para o Açu.

SÓ 10% OCUPADOS

Dos 70 quilômetros quadrados –7.000 campos de futebol — desapropriados pela Companhia de Desenvolvimento do Rio de Janeiro (Codin), vinculada ao governo do Estado, só 10% estão ocupados por obras.

A desapropriação, no entanto, está quase completa. Das 466 propriedades, 420 foram desocupadas, algumas com ajuda da polícia. Há na área várias casas demolidas e terrenos cercados com placas como “Propriedade privada da LLX”, “Propriedade privada da Codin” e “Não ultrapasse”. A LLX opera o porto.

A Companhia de Desenvolvimento Industrial (Codin), revela a matéria da Folha de S. Paulo, através de nota, informou que “o desvio de finalidade não procede, porque já existem empresas entrando em funcionamento e outras em fase de obras”.

A Codin ressaltou que, para mitigar os impactos sociais, reassentou pequenos agricultores e paga um auxílio produção aos demais. A LLX de Eike não comentou a possível ação.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

5 thoughts on “Com derrocada de Eike, agricultores querem de volta terras desapropriadas no RJ

  1. A cada dia a TI desde mais o nível…agora o articulista insinua que Dilma é homossexual…ai Meu Deus…não tem jeito mesmo…e as manchetes com o papa, que o papa falou isso e aquilo eram a constante ontem…hoje volta tudo ao normal. O último que sair apague a luz…Mestre Hélio Fernandes, salve a TI, por favor!!!!!!

  2. Sempre achei o Eike bem fraquinho para um pseudo empresário bilionário. Ele nao tem nada de especial; de brilhante ou de genial. Basta escutá-lo falar para se constatar o fato acima. Suas falas não demonstram um mínimo de sabedoria. Nao entendo o motivo da mídia venerá-lo.

  3. Para quem não sabia se ultrapassaria pela direita ou pela esquerda o homem mais rico do mundo, Carlos Slim, é cômico ser ultrapasado por cima, por baixo, pela esquerda, pela direita e, penso eu, por dentro. Sorte mesmo teve o seu filho no caso do atrapelamento com morte na BR040; se o fato ocorresse agora, talvez não tivesse o mesmo desfecho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *