Com Dona Dilma no subterrâneo, em Ipanema, Lula inaugura o metrô

Meio dia. Com licença de Chico Anisio, é zorra total. Mais de 300 convidados, tudo engarrafado, na verdade é o habitual. Lula inaugura o local em que vegeta a “candidatura” de Dona Dilma, e se transfere logo para o Maracanã.

Vai atravessar por uma via que só existe para ele. Esse caminho que o presidente percorrerá lembra a Belém-Brasília. Na época, se dizia, “ligava o nada a coisa alguma”. Continua, mas Lula adora isso, vai repetir.

Os seguranças, apavorados. Diziam que 4 igrejas da redondeza foram assaltadas. Roubaram estátuas de bronze de São Sebastião, lembraram logo do Berlusconi. Lula vai inaugurar o metrô às 3,15, a mesma hora da entrada do verão. Como Lula gosta de jogo de palavras, deve falar assim: “Vocês verão como o trânsito vai melhorar”.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *