Começa os protestos no Castelão, antes do jogo do Brasil

 Manifestantes se preparam para passeata em ruas próximas ao estádio Castelão Foto: Ivo Gonzalez / Agência O Globo

Carlos Newton

Em Fortaleza, cerca de 15 mil manifestantes ocupam vias de acesso ao estádio Castelão, onde Brasil e México se enfrentam às 16h, pela Copa das Confederações. Em São Paulo, os protestos continuam. Hoje, a Rodovia Anchieta, no ABC, chegou a ser fechada por manifestantes. Passeatas na Zona Oeste e Zona Sul também mobilizam ativistas

Em função dos protestos, que começam a atingir cidades de médio porte, prefeitos de 11 municípios, sendo nove capitais, anunciaram que vão reduzir as tarifas, cancelar reajustes ou diminuir o percentual de aumento das passagens.

Mas o problema não mais esse. A questão dos transportes coletivos agora é apenas um detalhe no extenso rol das críticas que os manifestantes fazem aos governos e aos políticos em geral.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

7 thoughts on “Começa os protestos no Castelão, antes do jogo do Brasil

  1. Valente Jornalista Hélio
    O movimento cidadão que a população vem promovendo nos últimos dias tem suscitado, por parte das instituições brasileiras, variadas interpretações sobre o seu significado.
    Ora dizem que será um protesto contra o poder Executivo, ora contra o Legislativo. Enfim, contra os políticos em geral. Quem sabe, também, contra o Judiciário, que se move timidamente em defesa dos direitos fundamentais do indivíduo. Mas, isso seria a constatação do “óbvio ululante”, nas palavras de Nelson Rodrigues.
    Não se tem visto, lamentavelmente, nenhuma análise mais profunda sobre o cerne da questão, que deveria ser a origem, a fagulha deflagadora deste processo. Pois se não há líderes ostensivos, se não existe um comando identificável, se não aparece o maestro que conduz essa orquestra, permanecendo ela, ainda assim, tão afinada e harmônica, a ponto de reverberar em todos os cantos do país, parece que caberia essa indagação.
    Muitos se detêm, longamente, em deplorar a ocorrência do vandalismo, que no caso tem sido não mais que incidental, pontual e irrelevante. Vandalismo sempre existiu, ladrões sempre existirão. Isso é perder o foco sobre o ator principal, o verdadeiro protagonista nesse palco nacional. Deixemos esse aspecto secundário para os que exploram o sensacionalismo, os “mestres das ruínas”, como disse Augusto dos Anjos.
    Outros, piamente, confessam a sua perplexidade, admitindo não entender esse enigma, tão cabeludo.
    Gostaria que a sua tribuna, corajosa e exepcionalmente como sempre, promovesse um debate nesse sentido.
    Só para provocar, sugiro uma possibilidade para a decifração da esfinge.
    Trataria, o movimento, de um prenúncio – como as dores de um parto –, do iminente nascimento de um quinto poder. Natividade essa que foi bravamente anunciada e antecedida pelo pioneirismo dos blogues valorosos.
    A Imprensa, com as honrosas exceções em que se inclui a Tribuna, considerada como o Quarto Poder da República, se distanciando cada vez mais de sua missão original de porta-voz da população por comprometimento escuso ou por omissão imperdoável, vai abdicando de seu indelegável papel de órgão fiscalizador dos demais poderes.
    Restaria então, aos que não têm voz, nesses tempos de internet, a instituição de uma mídia universal e individual, que permite a veiculação instantânea e espontânea dos anseios basilares da pessoa humana.
    Simples assim, a proposição.
    Nesse passo, se a mídia convencional não admitir com humildade a sua enorme parcela de responsabilidade, não exercendo o mea culpa, nesse latifúndio de críticas dispersas e aleatórias, deve se preparar para ser despida de seu poder.
    E, proximamente, extinta.
    Saudações
    Jose Ronaldo Ornelas Saad
    Campos dos Goytacazes

  2. “Cadê a popularidade dessa TERRORISTA, que recebeu VAIA de 100% dos 67.000 pagantes na abertura da copa em sua casa?”

    AS SUAS PESQUISAS SÃO COMPRADAS!

    COMO A POPULAÇÃO DIZ QUE A SAÚDE, EDUCAÇÃO, SEGURANÇA, ETC ESTÃO COM MAIS DE 90% DE PÉSSIMO E RUIM; E A TERRORISTA TEM MAIS 80% DE APROVAÇÃO DO SEU GOVERNO?

    ESSAS PESQUISAS SÃO FEITAS EM PAÍSES DIFERENTES?

    AÍ É FD!

  3. Definitivamente, não é por causa de vinte centavos.
    – É por todo aquele policial que está na linha de frente dando tiro naqueles que são mais seus semelhantes do que todo Lá_drão cretino de gravata sentado atrás de uma mesa, roubando e mentindo para elle e o PT.
    Definitivamente, não é por causa de vinte centavos.
    – É pela tristeza de ver mulher parindo e idosos tomando banho em corredor de hospital.

  4. Quero deixar claro que nunca votei no PT e seus assemelhados, portanto sinto-me confortável para fazer esse questionamento. Que legitimidade tem um movimento de baderneiros onde se veem tremulando bandeiras de partidos políticos da esquerda radical e faixas como: “CONTRA O AUMENTO DAS TARIFAS! PELA REMUNICIPALIZAÇÃO DO TRANSPORTE PÚBLICO! PASSE-LIVRE ESTUDANTIL! TARIFA ZERO?”. http://www.marxismo.org.br – ESQUERDA MARXISTA

  5. “Quando você perceber que, para produzir, precisa obter a autorização de quem não produz nada; quando comprovar que o dinheiro flui para quem negocia não com bens, mas com favores; quando perceber que muitos ficam ricos pelo suborno e por influência, mais que pelo trabalho, e que as leis não nos protegem deles, mas, pelo contrário, são eles que estão protegidos de você; quando perceber que a corrupção é recompensada e a honestidade se converte em auto-sacrifício; então poderá afirmar, sem temor de errar, que sua sociedade está condenada.

    Ayn Rand – Filósofa russo-americana, fugitiva da revolução russa, que chegou aos Estados Unidos na metade da década de 1920

    BRASILEIROS-JUNHO DE 2013- LUTANDO E SALVANDO O BRASIL! TODOS NA RUA!

  6. Caro Newton, só agora me mostraram tua mensagem. Me recupero lentamente ; espero ser liberado dessa em outubro. Mas já estou premiado com duas cataratas senís. Que fazer? A idade chega, chegam as pipocas. Agradeço tua generosidade e preocupação comigo. Diga ao Hélio que está na hora de prestar um depoimento como fêz CL, ou escrever um livro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *