Renan quer cassar Delcídio nesta terça-feira, antes do afastamento de Dilma

Delcídio será o primeiro parlamentar cassado na Lava Jato

Deu em O Tempo

A cassação do mandato do senador Delcídio do Amaral (ex-PT-MS) deve ser votada no plenário do Senado nesta terça-feira (dia 10), véspera da sessão que decidirá sobre a admissibilidade do impeachment e o consequente afastamento de Dilma Rousseff da Presidência da República. Como revelou a Folha de S.Paulo, a presidente tem pressionado Renan a pautar a votação da cassação de Delcídio antes da apreciação da admissibilidade do impeachment porque ela não quer ter entre seus algozes alguém que foi líder do seu governo no ano passado. Delcídio já declarou publicamente sua intenção de votar pelo impeachment.

A previsão de que a votação deve ocorrer na terça foi feita pelo próprio Renan. “A decisão da CCJ é meramente formal. Em decidindo nesta segunda-feira, vamos pautar para a terça-feira”, informou o senador.

NA COMISSÃO
Em reunião extraordinária presidida pelo senador José Maranhão (PMDB-PB) na manhã de quinta-feira, a Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania decidiu adiar para esta segunda-feira, às 16 horas, a votação do relatório sobre a cassação do mandato do senador Delcídio Amaral (sem partido-MS).
Maranhão explicou que foi uma decisão quase unânime dos senadores, em nome do amplo direito de defesa. A Comissão de Justiça vai examinar o relatório apresentado quarta-feira pelo relator Ricardo Ferraço (PSDB/ES), estritamente relativo à constitucionalidade e juridicidade do processo em curso. O parecer de Ferraço é favorável à cassação.

Os senadores defenderam o adiamento da votação como forma de evitar a judicialização do processo, e para que não haja qualquer questionamento por parte da defesa.

DIREITO DE DEFESA

O senador José Maranhão destacou que Delcídio do Amaral não manifestou interesse de exercer seu direito de defesa perante o Conselho de Ética, mas poderá fazê-lo agora, na Comissão de Justiça, em questões que envolvam meramente aspectos legais e regimentais.

“Caberá ao plenário votar o mérito, como já o fez o Conselho de Ética do Senado, que decidiu favoravelmente à cassação”, explicou Maranhão.

3 thoughts on “Renan quer cassar Delcídio nesta terça-feira, antes do afastamento de Dilma

  1. Caro CN,
    Desculpe-me pelo off-topic , mas o considero ainda mais grave do que a notícia do Mantega dentro de um camburão.
    Segundo o Estadão, Dilma Rousseff vai deixar para Michel Temer um rombo impagável, cheio de esqueletos:

    “Numa projeção conservadora, feita por especialistas de diferentes áreas, a pedido do Estado, a conta pode passar de R$ 250 bilhões. Mas há quem diga que pode ser ainda maior. Em relatório, a agência de classificação de risco Moody’s estimou que, no pior cenário, a conta vai a R$ 600 bilhões.

    As estimativas de gastos extras feitas a pedido da reportagem incluem eventuais capitalizações que o Tesouro tenha de fazer nas estatais Petrobrás, Eletrobrás e Caixa Econômica Federal, a negociação das dívidas dos Estados, que vão gerar perdas para a União, o risco de inadimplência com o Fies, e a manutenção do FAT”.

    http://economia.estadao.com.br/noticias/geral,esqueletos-deixados-pelo-governo-dilma-podem-passar-de-r-250-bilhoes,1866066

  2. A postura de Renan em defesa de Dilma não apresenta surpresas.
    São canalhas naufragando num mesmo barco que se protegem por absoluta falta de “salva-vidas” que atenda a todos!
    O senador canalha mentiroso, bem ao estilo enviesador dos fatos adotado pelo partido que apoia até o último momento, alega ser por “vontade da Dilma” que irá antecipar a cassação de Renan, mas claro que se trata fortemente de retaliação às delações feitas por Delcídio que o envolvem diretamente . . .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *