Como compreender o perverso processo criminoso da corrupção

Leonardo Boff
 Pelas mídias sociais, fui atacado ferozmente por ter apoiado o projeto político do PT e da presidente Dilma Rousseff, sempre com o mesmo argumento: “Por que não reconhece e escreve contra a corrupção?”

Segundo a Transparência Internacional, o Brasil é um dos países mais corruptos do mundo. Em 91 analisados, ocupa o 69º lugar. Só esse dado denuncia a gravidade do crime contra a sociedade que a corrupção representa. Todos os dias, mais e mais fatos são denunciados, como agora com a corrupção na Petrobras. Como compreender esse perverso processo criminoso?

Comecemos com a palavra “corrupção”. Ela tem origem na teologia. Antes de se falar em pecado original, a tradição cristã dizia que o ser humano vive numa situação de corrupção. Santo Agostinho explica a etimologia: corrupção é ter um coração (cor) rompido (ruptus). Em outras palavras: há uma força em nós que nos incita aos desvios, e a corrupção é um deles.

Como se explica a corrupção no Brasil? Identifico três razões básicas entre outras: a histórica, a política e a cultural.

HERANÇA COLONIAL

A histórica: somos herdeiros de uma perversa herança colonial e escravocrata que marcou nossos hábitos. A colonização e a escravatura são instituições objetivamente violentas e injustas. Então, as pessoas, para sobreviver e resguardar um mínimo de liberdade, eram levadas a corromper. Essa prática deu origem ao jeitinho brasileiro.

A política: a base da corrupção política reside no patrimonialismo e no capitalismo sem regras. No patrimonialismo, não se distingue a esfera pública da privada. Os que estão no poder tratam a coisa pública como se fosse sua.

Devemos dizer que o capitalismo aqui e no mundo é, em sua lógica, corrupto, embora aceito socialmente. Ele simplesmente impõe a dominação do capital sobre o trabalho, criando riqueza com a exploração do trabalhador e com a devastação da natureza. Gera desigualdades sociais que, eticamente, são injustiças, o que origina permanentes conflitos de classes.

Cultural: a cultura dita regras socialmente reconhecidas. Os corruptos são vistos como espertos, e não como os criminosos que de fato são. Via de regra, podemos dizer: quanto mais desigual e injusta é uma sociedade, mais se cria um caldo cultural que permite e tolera a corrupção.

O PODER CORROMPE

Especialmente nos portadores de poder se manifesta a tendência à corrupção. Bem dizia o católico lorde Acton (1843-1902): “O poder tem a tendência a se corromper, e o absoluto poder corrompe absolutamente”. E acrescentava: “Meu dogma é a maldade dos homens portadores de autoridade; são os que mais se corrompem”. Por que isso? Hobbes, no seu “Leviatã” (1651), nos acena uma resposta plausível: “A razão disso reside no fato de que não se pode garantir o poder senão buscando ainda mais poder”.

Lamentavelmente, foi o que ocorreu com setores do PT e seus aliados. Levantaram a bandeira da ética e das transformações sociais, mas preferiram o caminho curto das alianças e dos acordos com o corrupto poder dominante. Garantiram a governabilidade ao preço de mercantilizar as relações políticas e abandonar a bandeira da ética.

Como combater a corrupção? Pela transparência total, pelo aumento de auditores confiáveis que atacam antecipadamente a corrupção. Como nos informa o World Economic Forum, a Dinamarca e a Holanda possuem cem auditores por 100 mil habitantes; o Brasil tem apenas 12,8 mil, quando precisaríamos pelo menos de 160 mil. Precisamos lutar por uma democracia mais participativa, que se faça vigilante e cobre inteireza ética de seus representantes.

28 thoughts on “Como compreender o perverso processo criminoso da corrupção

  1. Sabemos que Leonardo Boff é petista. Logo que deparei com seu artigo, esperei encontrar o parágrafo, a passagem em que o articulista iria apresentar a desculpa para a corrupção, avassaladora, deste governo petista. Não demorou e encontrei. Escreveu que setores do seu PT se desviaram no itinerário da honestidade, “levantaram a bandeira da ética e das transformações sociais, mas preferiram o caminho curto das alianças e dos acordos com o corrupto poder dominante”.
    Traduzindo: um certo grupo dos governistas foi se aliar e formalizar acordo com os não-governistas. E sendo estes os corruptos, se corromperam também. Boff, Boff, que desculpa mais esfarrapada, hein!!!! Defender o indefensável é tarefa difícil, impossível mesmo.

    Atribuir a culpa da corrupção aos membros dos demais partidos (poder dominante) quando quem está no poder é o PT carece de lógica e desmerece a inteligência, mínima que seja, dos leitores. A pessoa humana não é corrupta. Não nasce, não cresce e nem morre corrupta. Seu coração é inteiro. Não é rompido. Boff, Boff, aprenda com Pepe Mujica, o atual presidente do Uruguai: “HÁ PESSOAS QUE ADORAM DINHEIRO E SE METEM NA POLÍTICA. SE ADORAM TANTO O DINHEIRO QUE SE METAM, ENTÃO, NO COMÉRCIO, NA INDÚSTRIA OU QUE FAÇA O QUE QUEIRAM…NÃO É PECADO. MAS A POLÍTICA É PARA SERVIR O POVO”. E não para se corromper e ser corrompido, acrescento.
    Jorge Béja

  2. Fiz questão de ler esse artigo, integralmente.

    -No final, o missivista saiu pela tangente e não tratou de discorrer sobre o título do artigo.

    “Em outras palavras: há uma força em nós que nos incita aos desvios, e a corrupção é um deles.”
    -Aqui ele quis dizer que os políticos ligados ao PT pecaram não por serem ladrões, mas por serem “seres humanos fracos” sujeitos a tentação.

    “Os corruptos são vistos como espertos, e não como os criminosos que de fato são. Via de regra, podemos dizer: quanto mais desigual e injusta é uma sociedade, mais se cria um caldo cultural que permite e tolera a corrupção.”
    -Faça um plebiscito perguntando o que os brasileiros querem que façam com os corruptos!

    Repito a pergunta, feita no início do texto: “Por que não reconhece e escreve contra a corrupção?”

    No final ainda quis dizer que TODOS SOMOS CORRUPTOS e que, por isso mesmo, devemos ter influenciado as virgens do governo. E finalizou sem falar uma vírgula sobre os corruptos e o partido dele…

  3. Quanta bobagem junta ! Se formos crer no criacionismo o ser humano é fruto de um incesto e/ou da traição de Adão com Lilith, muito bem escondida no segundo testamento. depois em o homicídio de Caim. Então tudo bem…..

  4. Sr. Boff
    O Sr. nos oferece uma aula de como compreender a corrupção praticada pelo partido que o Sr. não só apoia como defende. Usa como costumeiramente usa falácias e argumentos que ofendem a inteligência a ética e a honradez dos cidadãos que trabalhamos e pagamos impostos e que não participamos desse esquema muito menos o justificamos.
    Se o Sr. tem apanhado ” ferozmente” nas mídias será que é sem razão? e as pessoas injustas, coitado do Sr. Boff…
    Suas justificativas seja quais forem são desonestas pois a corrupção afeta os mais pobres justo aqueles que são objetos [sic] das suas preoocupções…justificar com explicações de ordem histórico, cultural ou econômico [epa olha ai gente o capitalismo capeta…de novo fazendo pecar os inocentes petistas] é simplesmente deprimente provoca náuseas. Veja só o caso do Pronaf no RS , pobres agricultores foram usados por safados políticos petistas e tomaram dinheiro no nome deles e agora estão atolados em dividas alguns [pelo menos 10] suicidaram-se; a Friboi é uma empresa que o BNDS entregou 10 bilhões do nossos dinheiro e dos amigos do seu querido ex presidente Lula isto é capitalismo não? e a concorrência? isto é capitalismo? o governo Dilma na calada da noite vai presenteá-lo com mais subsidio que pode acabar como os pequenos frigoríficos, isto é capitalismo? não é e o Sr. é desonesto intelectualmente falando. Quem compactua com a injustiça, a qual o Sr. esfrega na cara dos outros o torna cumplice desses crimes e todavia pior pois trata de justificar o injustificável deveria ter mais vergonha na cara e parra de ofender a inteligência das pessoas. Isto tem nome e conhece muito bem chama-se farisaísmo da pior qualidade, pois os fariseus dos tempos de Cristo pelo menos eram ética e moralmente repreensíveis. Aqui estamos falando de roubo e corrupção que torna mais pobre o pais e as pessoas. Saiba que o dinheiro roubado e desviado dos cofres públicos vai para um projeto de poder, não apenas para, genericamente alguns setores, pois estes tem nome cpf casa e endereço e este dinheiro vai para contas no exterior que seu partido o PT tem no exterior. Tenha um pouco mais de paciência e vera daqui a pouco será desvendado o nome dos políticos do seu partido e da base de apoio do seu governo corrupto ser denunciado aqui e no exterior pela falta de vergonha. O mundo assiste atônito ver o maior esquema de corrupção denunciado no mundo. O Brasil hoje, graças a eles passa uma vergonha sem tamanha como munca antes neztepais. Praticamente todas as obras do governo foram feitas sem licitação e portanto fora do controle. Sr. Boff isso não foi feito por entidades abstratas nem etéreas nem espíritos impuros, foi feito por pessoas de carne e osso como todos nos, por favor pare de nos envergonhar com seus argumentos safados e desvergonhados. Quero ver sua cara no final da lava Jato e outros em processo, lembre-se que as investigações já estão também nos EUA, Suíça, Holanda. Por aqui o TCU já alertava e o ex mando pagar com sobre preço pois a roubalheira não podia parar, claro as duas ultimas eleições foram ganhas com esse esquema. Os negócios das empreiteiras que seu ex apadrinhava junto as ditaduras africanas e do oriente médio vai aparecer. Atenção o esquema do ex presidente português já veio a tona e o Brasil ta junto, bem junto…demais da conta. Justificar tudo isso é uma vergonha sem tamanho, lembra do Gabeira, já leu seus últimos escritos? termino com aquela famosa frase dele: O que é isso companheiro?

    • Sr. Alex, parabéns pelas suas palavras. Acho que o sr. boff deveria ter vergonha de escrever mais artigos como vem fazendo, pois, para mim, é muito triste ver que ele também faz parte de uma seita que está levando o nosso país ao caos a fim de se locupletarem cada vez mais das beneces que o poder oferece.

    • Alex Peña-Alfaro,

      Quanto mais pessoas (a maioria inocentes-úteis) souberem sobre as reais intenções de esquerdistas-comunistas,como o farsante Boff,o país e a população brasileira se “vacinam” contra o mal da ideologia marxsita.

      Desconstruir um comuna como Boff,como você fez e a leitora-comentarista Iris,também,é o “caminho das pedras” para que o país não entre no “caminho das trevas”.

      PS: Leonardo Boff: lixo moral,cultural,intelectual e espiritual.

  5. Caro CN … tenho mostrado a caminhada da Igreja Católica da extrema-direita à extrema-esquerda – para isto, comentei sobre a trajetória de Dom Hélder Câmara.

    Reitero que qualquer Templo tem suas extremidades – é natural … … … Jesus Cristo é o fundamento – tanto à direita quanto à esquerda … há direita e esquerda cristãs – porém, precisam estar edificadas sobre os ensinamentos de Jesus!!!

    Estou ainda no Pacto das Catacumbas … saiu no noticiário da Rádio Vaticana:(http://br.radiovaticana.va/news/2014/11/26/a_igreja_dos_pobres_e_o_concilio/1112514)

    Especiais \ Memória Histórica … A “Igreja dos Pobres” na articulação do Concílio
    Cidade do Vaticano (RV) – No nosso espaço Memória Histórica – 50 anos do Concílio Vaticano II, vamos continuar a tratar das redes de relações no Concílio, falando na edição de hoje, das redes constituídas durante o evento conciliar, com destaque para a “Igreja dos Pobres”.
    Nas edições passadas, tratamos das redes de relações já existentes e que foram reforçadas durante o evento conciliar. Hoje, falaremos das redes que se estabeleceram durante as sessões. O Padre José Oscar Beozzo, na tese “Padres Conciliares Brasileiros no Concílio Vaticano II”, cita três destas redes: o Ecumênico, a Igreja dos Pobres e o Coetus Internationalis Patrum.
    O grupo chamado por Dom Helder Câmara de “Ecumênico” tinha a sua frente o Cardeal de Malines-Bruxelles Dom Leo Joseph Suenens, um dos moderadores do Concílio. Tinha o apoio secretarial da Conferência Episcopal Francesa e buscava articular diversas Conferências Episcopais. Também era denominado de “Conferência dos 22”, em referência ao número de conferências episcopais e organismos que o compunham, como por exemplo, o CELAM.
    O episcopado brasileiro teve intensa participação nesta rede, mesmo com as mudanças ocorridas na Presidência da CNBB ao final da terceira sessão. O grupo reunia-se na Domus Mariae, mas tinha sua secretaria geral no Colégio Francês. Inicialmente, os encontros eram realizados nas terças-feiras, passando mais tarde, a serem realizados nas sextas-feiras. O CELAM convidava, mas era a França que fazia todo o trabalho, como cuidar da organização e policopiar.
    Já o grupo “Igreja dos Pobres”, era formado inicialmente por dois grupos principais de 9 bispos brasileiros e 11 de língua francesa. Posteriormente o grupo brasileiro cresceu, passando a contar com 16 bispos.
    Ao final da quarta sessão, o grupo mais permanente de 39 bispos, selou em 16 de novembro de 1965 – numa concelebração discreta realizada na Catacumba de Santa Domitilia – um compromisso com a pobreza e o serviço aos mais pobres, assinando o que passou a ser conhecido como “O Pacto das catacumbas”. Este compromisso, recolheu a assinatura de mais de 500 padres conciliares.
    Na tese ‘Padres Conciliares brasileiros no Vaticano II’, Padre José Oscar Beozzo traz o depoimento do Bispo de Crateus, Dom Antonio Fragoso, um dos brasileiros participantes deste grupo que se reunia no Colégio Belga:
    “Éramos 36 bispos, um Patriarca, Maximos IV, alguns cardeais, entre eles Giacomo Lercaro e uns arcebispos e bispos. De bispos, lembro-me de Mons. Himmer de Tournai, da Bélgica, de mim e de outros não me lembro. O grupo começou na primeira sessão. Tínhamos como secretários Paul Gauthier e Marie Therèse Lescase. O tema era a Igreja e os Pobres, começando pela identidade entre Jesus e os pobres. Lembro-me do argumento central: quando afirmamos a identidade entre Jesus e o pão consagrado: ‘isto é o meu corpo’, nós o adoramos e tiramos consequências para nossa espiritualidade, liturgia e tudo mais. Quando se afirma a identidade entre ele e os que não tem pão, casa, nós não tiramos as consequências para a espiritualidade, liturgia, ação pastoral. Lembro-me que, na sessão final, fomos celebrar, numa das catacumbas, a eucaristia final. Assinamos um compromisso nosso com os pobres: dar uma atenção prioritária aos pobres (não ter dinheiro em banco, patrimônio) e este compromisso chegou a ser assinado por 500 bispos”.
    Padre Beozzo fala ainda sobre uma dura descoberta feita por Dom Fragoso: “O Concílio permitiu-me descobrir (a releitura foi feita depois) que os pobres não estavam no coração e no horizonte dos bispos. Por isto, o Concílio não deu maior atenção ao tema. O concílio permitiu-me sair daquele pessimismo sobre a natureza e dar-me alegria, mas não o vi se reconciliando com os pobres”. (JE)
    (Fonte: Padres conciliares brasileiros no Vaticano II: Participação e Prosopografia. 1959 – 1965. Pe. José Oscar Beozzo)
    … … …
    … … …
    … … …
    Aproveito para corrigir; pois não sabia que o Pacto das Catacumbas teve adesão de mais de 500 padres conciliares … pensava que foram só os 40!!!

    De qualquer modo … mais de 500 entre os mais de 2.500 padres conciliares … continua sendo uma minoria querendo se impor sobre toda a Igreja … com o argumento de “espírito do Concílio” … … … Espírito do Concílio são os documentos e não este Pacto que criou divisão na Igreja!!! !!! !!!

  6. Todo esquerdista-comunista,como o farsante Leonardo Boff,é desonesto,imoral,sem caráter,(…) .

    Boff,como apologista da reinvenção do ser humano,de teorias criminosas como a Teoria da Libertação,de movimentos (ilegais) insanos como o MST,Foro de São Paulo,PT,…

    Boff,em todos os seus livros,faz aproveitamento político da linguagem religiosa para a apologia marxista.

    Boff,é uma fraude total.Um embusteiro onde a luta de classes e utopias insanas são a sua marca registrada.

    PS: Boff,é um dos “queridinhos” do editor,Carlos Newton,socialista até morrer.

    Fecha o pano.

    • Germani, meu caro,
      Discordo, repeitosamente, que Boff seja um dos “queridinhos” do nosso Mediador.
      O blog é democrático, logo, Boff, que representa a esquerda intelectual e não a raivosa, tem lugar neste espaço, a meu ver.
      Precisamos constatar e debater, lógico, os pensamentos da esquerda quando tenta isentar seus seguidores dos crimes que cometem, alegando uma infinidade de situações que o homem sucumbiria à corrupção, menos de ressaltar que temos condições mentais e morais de não nos deixar vencer pelas tentações do poder.
      Portanto, Boff, mesmo que eu também não concorde com ele quanto à sua posição política, deve frequentar a Tribuna da Internet, para que possamos saber os argumentos que este pessoal usa tanto para consumo externo quanto para eles mesmos, em continuarem na trilha da desonestidade e dos males que estão causando à Nação brasileira e sua população.
      Um abraço, Germani.

      • Caro Bendl,me permita,respeitosamente,discordar de você.

        O blog é de Carlos Newton,e ele tem o direito e livre-arbítrio de escolher,selecionar e postar o que bem entender.

        Mas blogs não são “dicionários” para conterem de tudo.

        A linha editorial da Tribuna da Internet (leia-se Carlos Newton) é de esquerda.

        Focando a necessidade urgente de impedir a inviabilidade irreversível do Brasil,
        (com essa escória esquerdista-comunista no poder),como nação,a linha editorial deveria ser conservadora e liberal,denunciando,questionando e condenando apologistas marxistas como Leonardo Boff.

        Já não basta a grande imprensa e mídia em geral (lotada de comunistas) abrirem espaços sem fim para farsantes como Boff?

        Do jeito que vai,em breve,teremos colunistas do crime organizado,apologistas do aborto, dos regimes ditatorias e totalitários,do nazismo,…,e por aí vai.

        A seletividade é ferramenta indispensável na vida.

        Desculpe,caro Bendl,mas essa afirmação de que o “blog é democrático” é prestigiar as forças do mal em detrimento do bem.

        E no caso de Boff,um lixo intelectual em que nada de positivo acrescenta a cultura,a
        moral,a intelectualidade e espiritual aos leitores-comentaristas.

        (…)

        Abraço.

        • Germani,
          Respeito a tua posição, contrária à minha.
          No entanto, esta é a democracia verdadeira, que se desenvolve no campo das idéias, e não no cerceamento da liberdade de expressão.
          Pensamentos comunistas ou socialistas, devem ser debatidos mediante as suas próprias falhas onde foram implantados, os poucos, mesmo assim, à base da força, do extermínio de milhões.
          Certamente o PT não está usando esses métodos conosco, mas inovou no que tange a dividir o País e arruiná-lo, tomando de assalto nossos cofres e impedindo que os criminosos sejam julgados e condenados porque anexou o STF ao Executivo.
          Conhecer suas táticas e estratégias, o discurso de esquerda tão ao gosto do incauto e inculto, deve ser nosso dever, mas não propiciar que eles tenham mais armas contra nós porque não os toleramos em nossos blogs, exatamente o que dizem da direita ou quem deles pensa diferente denominado-nos de fascistas e coisa do gênero.
          Quero vencê-los na discussão, na razão, no argumento, nos maus exemplos que deixaram, na miséria que transformaram os países que ficaram sob o jugo comunista/socialista, mas não proibi-los de se manifestarem ou, então, não estarei podendo afirmar que somos melhores, que pensamos no povo, que queremos um Brasil livre desses sistemas arcaicos, obsoletos, ultrapassados e violentos, se usamos do mesmo estratagema.
          Outro abraço, Germani.

          • Caro Bendl,

            Você inteligente e portador de inegável acuidade cultural,intectual e moral,defender a liberalização da mídia a impostores como Boff,não dá para entender.

            Democracia não significa liberalidade sem limites.
            Democracia não é fazer aliança com o inimigo,com o mal.

            PS:Comunistas de carteirinha,como o farsante Boff,em nada contribuem para a prosperidade do Brasil e sua população.

            PS2: Cada byte cedido aos Boffs da vida,significa gigabytes em avanço do da agenda esquerdista-comunista brasileira,na América Latina e no mundo.

    • Prezado Germani, CN já caiu na real. Hoje ele sabe que não existe almoço de graça e, se um país não for democrático e capitalista de verdade, ele nunca conseguirá ter produção suficiente e com isso empregos e bens cada vez mais baratos, que é o que faz a alegria de todos nós.

      • Caro Mauro Vieira,

        Só acredito que a “ficha caiu” para Carlos Newton,quando a linha editorial do blog tiver o rumo do conservadorismo-liberal.

        Como milagres não existem,o blog continuará “vermelho-light” e Carlos Newton “socialista até morrer”.

  7. Tenho lido sobre os esforços que o pessoal do PT tem feito para amenizar a corrupção que reina no partido.
    Sem qualquer constrangimento, abordam desde a nossa colonização até à ditadira de Getúlio; desta para o golpe de 64 e, de lá para cá, os males do regime militar, que ainda continuam impedir que o Brasil se desenvolva, e veja-se livre da desonestidade tradicional e típica da nossa política!
    No desenrolar desse carretel de linha muito frágil, evidente que há o trabalho de culpar o tempo como causa da corrupção, nossos descobridores, a religião católica, a Natureza que foi pródiga conosco, o período odioso da escravatura, as revoluções, os partidos políticos, as tentações do espírito, o comportamento humano que sucumbe ao poder, enfim, uma relação infindável de possibilidades que não permitem que tenhamos nos governos municipais, estaduais e federal, gente decente, honesta, que trabalhe em prol do povo e do País!
    Leonardo Boff é sabidamente um homem inteligente. Enfrentou o Papa, foi excomungado, não abandonou suas convicções, continua sendo confessadamente um homem de esquerda, e acredita ser este movimento aquele que poderá resolver os problemas brasileiros, então a sua admiração pelo PT e a sua divulgação desse partido, mesmo que desfile um rosário de situações que, imagina, poderia amenizar a culpa dos petistas quanto à corrupção desenfreada, mas não consegue!
    Ao contrário, seus textos são explicitamente tendenciosos quando sobre política; são escancaradamente enganosos porque bem escritos, ao querer isentar o seu PT do mar de lama que se encontra o Brasil; tergiversa a respeito de o PT ser o causador do período de maiores escâdalos da República, pois resgata o homem e a sua fraqueza quando no poder, esquecendo-se que CARÁTER E PERSONALIDADE quando bem constituídas suportam tais tentações. E, no próprio Brasil, temos exemplos de gente honesta e trabalhadora na política, mesmo que seja de muito tempo atrás, mas existem.
    Na verdade, o PT é a corrupção, a desonestidade, o caminho falso, o ladrão, o assaltante, aquele que quer acabar com o Brasil, com o povo que lhe é contrário, justamente em nome da ideologia e partidarismo porque seu nome, legítimo, que lhe identificaria, o PT não tem, a não ser como sinônimo de antipatriotismo, traidor da Pátria, e apátrida, por consequência.
    Lamento que o ex-frei Leonardo Boff componha este grupelho do mal!

  8. Deixe de ser simplista sr. Boff. O corrupto é um ser imoral desde antes de assumir qualquer poder. Dizer que o poder corrompe é o mesmo que dizer que todos que assumem ou poderiam assumir o poder são pessoas de fraco caráter e má formação. Não há como defender seus amigos corruptos, pois eles são apenas isso: corruptos.

  9. Não concordo com o aforismo de Nietzsche, ” que a ideia de Deus paralisa o raciocínio”, porém que a idolatria idiotiza, idiotiza sim. Vejamos essa frase do outro frei petista: ” “Nem sob os anos da ditadura a direita conseguiu
    desmoralizar a esquerda como esse núcleo petista fez em tão
    pouco tempo. Na ditadura, apesar de todo sofrimento,
    perseguições, prisões, assassinatos, saímos de cabeça erguida e
    certos de que tínhamos contribuído para a redemocratização do
    país. Agora, não. Esses dirigentes desmoralizaram o partido e
    respingaram lama por toda a esquerda brasileira.”
    (Frei Betto, amigo histórico de Lula, em entrevista ao jornal
    O Estado de S. Paulo, em 24/8/2005). Ao visto para os freis petistas perdoar os ladrões amigos é obrigação ‘ética’ estando ou não crucificados !

  10. Senhores,

    Eu, pessoalmente, acho FORMIDÁVEL que o Boff exponha a opinião dele neste espaço.
    É bom saber o que pensa os que discordam da gente e vê se os argumentos deles “tem base ou não”, como se diz em Minas. Se tiver base, só o tolo insistirá em permanecer no erro.
    Já pensou se todos aqui tivessem A MESMA ÁREA DE FORMAÇÃO, O MESMO NÍVEL DE CONHECIMENTO e AS MESMAS IDÉIAS?

    -Isto aqui seria um ENFADONHO LUGAR, um espaço semelhante às INSUPORTÁVEIS festas feitas no local de trabalho, onde o assunto só gira em torno da empresa. Quando muito, fala-se das pernas da secretária…

    -Discordando ou concordando, viva o embate,desde que seja feito com ARGUMENTOS!

    Abraços.

    • Concordo com Bendl. Isto aqui ficaria bem monótono se não tivesse a presença de palhacinhos, para dizer o mínimo de um Boff, de um Santayanna e de outros do tipo.
      Eles representam bem a nossa ridícula esquerdinha, que ainda acredita no comunismo.
      Uma piada para todo o mundo desenvolvido do século XXI.

    • Caro Francisco Vieira,

      Exatamente o contrário.

      Os questionamentos,denúncias e revelação sobre o esquerdismo-comunismo,
      proporcionará um debate sem fim sobre esse mal que assola o pais e o mundo.

  11. É possível reduzir a maldita corrupção

    Todos sabem que a roubalheira de todas as formas, modos e naturezas, é coisa pertinente ao sistema capitalista. Se Deus resolve expor a contabilidade da roubalheira mundial, só por conta da corrupção, da nano roubalheira à giga roubalheira, apresentando o resultado para o povão (quem paga tudo), este, morreria uivando de raiva ao tomar conhecimento da gigantesca fortuna lhe é retirado, tranquilamente transferida para as elites.

    A mesma roubalheira acontece no Brasil. Aqui a corrupção sempre foi grande em todas as épocas. Agora mesmo, estamos vendo o INSS fazendo chamada para os aposentados e pensionistas apresentarem “prova de vida”. Eis aí a evidência da muito velha conhecida corrupção envolvendo o INSS, no caso, aquela que outras pessoas prosseguem recebendo a aposentadoria do morto. Se o atestado de óbito tivesse que passar pela informática, daria automática baixa no INSS. Simples assim. Só não fazem isso, por que não querem. Quem sabe, 40% do PIB toma caminho da corrupção. Enquanto isso, a China prossegue seu desenvolvimento a 500 km/h, enquanto o mundo capitalista, vai indo aos trancos e barrancos, a 50 km/h. Na China, corrupto e ou traidor da pátria, morre.

    De há muito que existem meios efetivo de combate a muito velha canalha corrupção. Por exemplo, instalar um sistema de informática capaz de efetuar contínua fiscalização bancária, tributária e de registros de imóveis, de todo cidadão, pessoa física e jurídica, em permanentemente varredura digital de contas bancárias e registros de imóveis, buscando indicação de inconsistências. Esse trabalho, deveria ser entregue aos cuidados da competente e honesta Polícia Federal – PF.

    Outra alternativa no combate a corrupção, poderia ser algo, como:

    1) Todos os político, inclusive seus familiares mais próximos, passariam a ficar sob total transparência bancária diante da Polícia Federal – PF e da Receita Federal;

    2) Idem, todos os gerentes de órgãos públicos e privados, inclusive, executivos e diretorias;

    3) Descoberto qualquer roubalheira de dinheiro público, após a devida atualização da grana roubada, ao final multiplicada por dois, para ser cobrada do corrupto e do corruptor. Caso não tenham todo o montante cobrado, entrariam na contribuição os seus pais, sogro, sogra, irmãos, irmãs, filhos, filhas e cunhados, visando reembolsar o Estado até o ultimo centavo devido, ainda que precisasse transformar as respectivas famílias em mendigos. Por certo que iria reduzir a velha roubalheira por corrupção.

  12. Senhores, parabéns a todos, o choque de ideias e sentimentos, é necessário, para exercermos o direito de “escolha”, e neste artigo e comentários, senti o respeito à isso.
    O Cidadão BOFF, nos deu, a chance de discutir o BRASIL, me permitam destacar, os comentários do Sr. Bendl, como sempre, com ponderações que levam a meditação, dos que querem um “BRASIL DECENTE E JUSTO”, SE ENQUADRANDO NO FRASE DE LUTHER KING “O QUE ASSUSTA NÃO É O BARULHO DOS MAUS E CORRUPTOS, MAIS O SILÊNCIO DOS BONS” ACRESCENTO: OMISSÃO, QUE NÃO É O CASO DESSE BLOG, QUE NOS PERMITE EXPOR NOSSOS PENSAMENTOS EM FAVOR DO BRASIL.
    Em meus 85 anos de vida, nunca vi tanta corrupção, que não começou agora, mas, em certo momento perdeu o “FREIO” de “AMOR À PÁTRIA”, desembestando no roubo de bilhões, deixando os milhões para trás, os maquinistas desse trem, por saberem que ficarão “IMPUNES”, continuarão…a roubar.
    Este ano de 2014, ficará em nossa História, como o da “podridão”: “Roubo do cofre e eleições fraudadas” ladrões do cofre em liberdade, dada, por uma suprema, filial do executivo.
    Durante séculos, desprezamos o Código de Vida, a Boa Nova, o Evangelho de Jesus, nos dado a 2 mil anos, transformando à espiritualização, em materialidade bruta e criminosa, e a prova, mais uma vez teremos, Papai Noel, que honraremos com nossa hipocrisia, agora em dezembro, no dia 25.
    Nosso CAIM interior, continuará a matar o “ABEL”, esquecidos que a Vida continua, acreditemos ou não.
    A CASA UM SEGUNDO SUAS OBRAS”, ALERTA DE 2 MIL ANOS.
    QUE DEUS AMPARE O BRASIL.

  13. Ser honesto não é para ser entendido como uma virtude… no fundo e no raso, é obrigação que nasce com o ser humano.
    Uma qualidade da personalidade, que é para poucos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *