Comprovado: Lula e Dilma encobriram as fraudes na Petrobras

Gabrielli, Lula e Dilma deram cobertura à corrupção na Petrobras

Celso Serra

Eternamente envolvida na correria diária da profissão, talvez a jornalista Suely Caldas, diretora da sucursal do Estadão no Rio, nem se lembre de ter escrito este importantíssimo artigo em 30 de janeiro de 2010. Mas eu não esqueci. Pouco mais de cinco anos depois, o texto comprova claramente o envolvimento do então presidente Lula e da ministra Dilma Rousseff no esquema de corrupção da Petrobras.

A releitura do artigo de Suely Caldas comprova que Lula, Dilma e o então presidente da estatal, Sérgio Gabrielli, foram informados que havia fraudes e superfaturamentos em obras da Petrobras, mas não tomaram nenhuma providência para apurar os crimes e evitar a sangria da empresa, caracterizando crime de responsabilidade por omissão, que é passível de cassação de mandato.

Vamos, então, reler o texto da diretora do Estadão.

###
MISTÉRIO NA PETROBRAS

Suely Caldas
Estadão

Há um mistério encobrindo fraudes em grandes obras da Petrobrás, e o governo Lula nunca teve consideração nem respeito pelos brasileiros de vir a público esclarecê-lo e responder às acusações do Tribunal de Contas da União (TCU) de práticas de superfaturamento e gestão temerária. O que fez, até agora, foi dar explicações vagas e fajutas, rejeitadas pelo TCU.

Até mesmo o Congresso – abalado por tantas denúncias de corrupção – se envergonhou com o exagero de gastos não explicados e vetou a liberação de recursos em 2010 para parte de quatro bilionárias obras da estatal, até que as irregularidades sejam corrigidas.

Mas a obsessão do governo em esconder os fatos e seguir com as obras suspeitas levou o presidente Lula, na quarta-feira, a suspender o veto, liberar dinheiro para as obras, assumir pessoalmente o ônus político de desautorizar o Poder Legislativo e o TCU e ainda ser visto como cúmplice de aplicações indevidas de dinheiro da Petrobrás.

Espanta a omissão do governo em não apurar as denúncias do TCU. Seu papel deveria ser investigar, identificar e punir responsáveis, corrigir os valores fraudados e vir a público pedir desculpas e se explicar ao País.

NÚMEROS GRANDIOSOS

O assombro aumenta diante da grandiosidade dos números: por que razão, sem nenhuma explicação convincente, o orçamento da Refinaria Abreu Lima, em Pernambuco (PE), triplicou, saltando de US$ 4,05 bilhões para US$ 12 bilhões?

Como responder à perícia dos técnicos do TCU, que identificaram o superfaturamento absurdo de 1.490% no pagamento de verbas indenizatórias nas obras do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro?

Um ano passou desde a conclusão de auditoria do TCU que identificou as fraudes.

Em vez de criar uma comissão de inquérito na empresa para apurar as denúncias, a direção da Petrobrás tratou de construir explicações frágeis, vagas, genéricas e sem fundamentos, que não convenceram ninguém, muito menos os conselheiros e auditores do tribunal. Depois de ouvir argumentos da empresa, o TCU continuou reafirmando as fraudes.

DESDE MARÇO DE 2009

As restrições do TCU foram conhecidas em março de 2009, mas só em 26 de agosto a direção da Petrobrás divulgou ao público sua versão. Preferiu o monólogo da nota oficial em vez de uma entrevista à imprensa em que poderia mostrar planilhas, notas fiscais, números, responder a questionamentos sem medo e não deixar dúvidas.

A nota apontava quatro razões para o orçamento da Refinaria Abreu Lima ter triplicado: 1) a capacidade de refino aumentou de 200 mil para 230 mil barris/dia; 2) a variação da taxa de câmbio; 3) a adoção de um novo sistema de tratamento de gases tóxicos; e 4) o aquecimento da indústria de petróleo.

Mesmo considerando que variáveis como o câmbio são estimadas e previstas no cálculo de qualquer projeto de longo prazo, seria razoável se o novo preço aumentasse em 10%, 20%, mas triplicar, sem explicar detalhes, sem apresentar provas convincentes?

“INTERPRETAÇÕES DIVERGENTES”

Em novembro de 2009, em resposta a questionamentos da imprensa, a direção da estatal resumiu em seu blog: “Não há superfaturamento, sobrepreço ou qualquer outra irregularidade nas obras. O que se verifica nos casos apontados pelo TCU são formulações e interpretações divergentes daquelas adotadas pela Companhia.”

Interpretações diferentes justificam triplicar o preço? Generalidades e ausência de provas deram o tom sistemático das versões da empresa.

Depois de persistente resistência do governo e de partidos aliados, finalmente, em maio de 2009, o Senado criou uma CPI para apurar irregularidades na Petrobrás.

A manipulação e o domínio do governo nos rumos da CPI, com o relator Romero Jucá (PMDB-RR) à frente, representaram a desmoralização política do Senado, humilhado e submisso aos interesses do governo de nada apurar e tudo esconder. A ponto de o ex-presidente Fernando Collor, aliado do governo, apresentar relatório paralelo reclamando por graves e sérias investigações que não foram feitas. O Senado foi um fiasco.

TCU FEZ O SEU PAPEL

Mas, no papel de fiscalizador da aplicação de dinheiro público, o TCU fez o seu trabalho: identificou irregularidades nas Refinarias Abreu Lima (PE) e Presidente Vargas (PR), no Terminal Portuário de Barra do Riacho (ES) e no Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro. Ouviu os argumentos da empresa, não foi convencido e recomendou o veto de verbas às obras suspeitas.

Mas Lula derrubou o veto e as obras suspeitas continuarão desviando dinheiro. Este é o mistério da Petrobrás: por que não investigar as fraudes? Para onde vai o dinheiro desviado?

Artigo de Suely Caldas confirma a voz das ruas

###
CRIME DE RESPONSABILIDADE JUSTIFICA IMPEACHMENT

Celso Serra

As restrições do TCU foram apresentadas em março de 2009. A Petrobras demorou três meses até apresentar uma justificativa patética para triplicar o valor da obra, dizendo que o refino ia passar de 200 mil barris a 230 mil barris, o acréscimo da capacidade seria inferior a 14%.

Embora o TCU tenha detectado o superfaturamento, a direção da Petrobras procurou abafar o caso, alegando “formulações e interpretações divergentes daquelas adotadas pela Companhia”.

Na data em que a “operação abafa” foi realizada, Dilma ainda presidia o Conselho de Administração da Petrobras. Paulo Roberto Costa e Renato Duque estavam na Diretoria e Barusco era o braço direito do Duque do PT.

Dilma Rousseff participou em 19 de março de 2010 da sua última reunião como presidente do Conselho de Administração da Petrobras, cargo que assumiu em 2003, no início do governo Lula, quando era ministra de Minas e Energia. O ministro Guido Mantega foi indicado para a presidência do conselho e o secretário-executivo do Ministério de Minas e Energia, Márcio Zimmermann, para ocupar uma cadeira no conselho. Os dois passam a ocupar os cargos após ratificação na Assembléia Geral de Acionistas da Petrobras, que vai ocorrer em 22 de abril de 2010, e também foram omissos quanto à corrupção.

LEMBREM O QUE DISSE DILMA

Dilma avaliou como positiva a sua experiência à frente do conselho e se disse feliz em deixar a empresa em uma situação favorável: “Saio muito feliz porque quando cheguei à Petrobras tinha um nível de investimentos baixo e saio com um nível de investimento elevado, com a empresa tendo descoberto o pré-sal e voltando a investir em refinarias, em petroquímicas, tendo concluído gasodutos. A Petrobras saiu em situação de ser quase insignificante em termelétricas e hoje é uma das grandes empresas nessa área. Participa também da área de biocombustíveis. Convivi com pessoas pelas quais tenho admiração no Conselho. Tenho uma nova visão de Brasil após ter participado do Conselho”.

Dilma disse a verdade, ao afirmar que durante seu tempo na presidência do Conselho de Administração da Petrobras a empresa passou de um “nível de investimento baixo” para um “nível de investimento elevado”. Os superfaturamentos provam isso. Por exemplo, na refinaria Abreu e Lima estava previsto um investimento de US$ 2 bilhões; foram gastos mais de US$ 20 bilhões ou seja, 1.000% a mais. A diferença é de US$ 18 bilhões, ou seja, considerando o investimento previsto (US$ 2 bilhões) daria para construir mais nove refinarias. Quem embolsou esses recursos?   Lembrem que só o Barusco, que nem era diretor da Petrobras, devolveu US$ 97 milhões…

O TCU VETOU OS RECURSOS

A matéria revela que, em 2010, o TCU vetou a liberação de recursos para as mutretas da Petrobras, mas “Lula derrubou o veto e as obras suspeitas continuarão desviando dinheiro”. Esse fato concreto compromete Lula e sua ministra Dilma por improbidade administrativa e crime de responsabilidade, por serem corresponsáveis pelos prejuízos.

O senador Romero Jucá e outros abafaram a CPI no Senado, num procedimento que causou revolta ao senador Fernando Collor, que é da base aliada.

O juiz Sérgio Moro diz que “os possíveis crimes relacionados à Petrobras surgiram na investigação quase acidentalmente, tendo na interceptação sido colhidos poucos indícios deles e que se avolumaram mais intensamente a partir da prisão cautelar em março de 2014 de Paulo Roberto Costa”.

POR FIM, PERGUNTA-SE:

Paulo Roberto Costa vem a ser conhecido como o “Paulinho do Lula” o Renato Duque era o apanhador oficial da propina do PT. Será que foram eles que redigiram a nota fajuta da Petrobras em 26 de agosto de 2009, quando Dilma presidia o Conselho de administração da Petrobras? E também influíram junto ao presidente Lula para ele suspender o veto do TCU aos investimentos? E ainda, orientaram Romero Jucá para abafar a CPI?

Parece mais do que necessário que o “Mistério na Petrobras”, denunciado por Suely Caldas em janeiro de 2010, seja esclarecido e os verdadeiros responsáveis (Lula, Dilma e Gabrielli) recebam as punições previstas em lei.

18 thoughts on “Comprovado: Lula e Dilma encobriram as fraudes na Petrobras

  1. Além dos fatos apresentados e das teses defendidas, também é preciso incluir no rol dos responsáveis pela continuidade dos crimes e a impunidade dos já praticados, aqueles que, na defesa dos seus interesses atuais e futuros, continuam a praticar a política do empurrar com a barriga e para baixo do tapete.
    O presidente da câmara é um delles. Deve ser apertado, sufocado e cobrado pela sociedade para fazer o que deve ser feito.
    A verdade é que, se Collor por migalhas e sem provas, foi IMPEACHMENTentado, Dillma com muito mais razões e fatos também deve ser.
    O PT e seus governos colocaram em risco a democracia, a economia e a paz social do país.
    Fora Dillma, Fora Lulla, Fora PT e fora todos aqueles que defendem corrupção e corruptos!

  2. Com todas as revelações que a impressa escritas vem dando, ainda assim, não encontram razões para que estes Srs, que tanto mal fizeram ao nosso Brasil recebam um minimo de punição isto é prisão perpetua, ou considerando que estes crimes resultaram em diversas mortes em hospitais, com dinheiro que faltaram para a saude, (prevenção e na cura), acho que o troco para eles seriam pouco.

  3. No final de 2008 saiu o primeiro relatotirio do TCU sobre a Abreu e Lima , que apontava um superfaturamento nos quantitativos das drenagens superior a 1.200 %. Ha versao em PDF na internet…

  4. Alguém conhece um hospital de oftalmologia? para fazer um mutirão e atender urgentemente os dirigentes tucanos, petistas e segmentos da mídia que não enxergam o “bem feito” que afanou alguns bilhões do distinto púbico [nós]

  5. A velhaca desonestidade

    A questão da desonestidade dos empresários, dos empregados e dos políticos, evidenciado como nunca, nesses últimos 2 anos, merece ser vista sob foco mais abrangente, destituído de preconceitos. A desonestidade, lamentavelmente, é pertinente à natureza do ser vivo. Na natureza, o mais hábil e ou forte, fica com a parte melhor, se apodera do que é do outro. Com o homem não é diferente. E a sociedade capitalista propicia excelente ambiente para o exercício de todo tipo de trapaça. Porta aberta para o lado ruim da índole humana.

    Basta perceber que todos os produtos e serviços disponíveis são elaborados pelo trabalhador, que fica com quase nada do que produz, salvo minoritárias classes de trabalhadores especializados e ou privilegiados. A quase totalidade da riqueza produzida fica em poder dos donos do capital e dos meios de produção. Por isso mesmo, massas de trabalhadores continuam pobres, morando em bairros desvalorizados e favelas, apesar das fantásticas riquezas que sempre produzem. Afinal, trabalham para os outros.

    A natureza do capitalismo é o roubo. Assim sendo, tentar eliminar as trapaças, favorecimentos, superfaturamentos, propinas, corrupções, gigantescas entreguistas privatizações, obras desnecessárias, exagerados juros, supersalários e outras incontáveis desonestidades, é coisa impossível. Basta saber que na poderosa China, quando pega ladrão, fuzila mesmo, sem dó nem piedade. Ainda assim, todos os anos milhares de desonestos continuam sendo despachados para o outro mundo. Nunca acaba.

    Quando pergunto as pessoas de diferentes níveis sociais o que aconteceria com uma pasta esquecida em local de grande circulação contendo R$ 20.000,00 junto com cartões de apresentação do proprietário, com endereço e telefones, a grande maioria acredita que menos de 15% devolveria a grana encontrada. Se essa “pesquisa” confere com a realidade, então, mais de 85% do povo é dotado de grande vocação para a indevida posse do dinheiro alheio. Ladrões. Tragicamente, acabamos concluindo: em princípio, todo ser humano é ladrão, até que prove em contrário.

    Que ninguém venha a duvidar, que se derem os necessários recursos para a Polícia Federal poder entrar em todas as instituições, governos e empresas, públicas e privadas, em pouco tempo, localizarão um montante de roubo acumulado, de vários trilhões de reais. Com certeza.

    Aliás, a crônica desonestidade das elites em todo o mundo, é sempre bem utilizada para jogar o povo, para essa ou aquela direção. Basta ter controle da grande mídia “livre” para trabalhar a cabeça das massas, despertando pronta reação no desmemoriado povão, como se nunca antes tivesse visto tamanho escândalo. Coisa de louco.

    Agora mesmo, a grande mídia “livre” tem feito localizado implacável pesado bombardeio sobre a muito competente e bilionária Petrobras, tentando desmoralizá-la perante o povão, abrindo portas para a privatização dessa importantíssima empresa brasileira, geradora de imensas riquezas, oportunidades, tecnologias e empregos. Acorda, Brasil.

    • Mais um MAV querendo justificar um roubo com o outro! O que eu gosto nos petistas é que eles são ladrões confessos. Graças a deus não vivemos sob o direito consuetudinário, onde os costumes fazem as leis. Se assim fosse, como apenas 3% dos homicídios chegam ao Tribunal de Juri, teríamos de soltar todos os homicidas. Daqui a pouco os MAVs estarão falando que o mundo é assim mesmo, que a serpente corrompeu o Adão e o austrolopytecus deu uma caixinha para o vigia de sua caverna, portanto deixem-nos roubar é paz, pois esse foi um direito adquirido nas urnas ! kkkk Um cinismo hilário !

  6. Roubalheiras de ricos

    Para que ainda não percebeu, existem várias maneiras de roubar. O pobre é capaz de entrar no quintal do vizinho para roubar galinhas. Já o rico, nunca não roubaria insignificância, mas sim, milhões e bilhões. Rouba no atacado. Para tanto, faz uso de vários artifícios conhecidos, muitos, considerados “legais”. Dentre eles, privatizações. Esta fantástica e imbatível artimanha, possibilita tornar os seus comandantes, bilionários, da noite para o dia, sem o menor trabalho. Se isso não é verdade, de onde teria vindo toda aquela grana preta que tornou alguns antigos burocratas da ex URSS, bilionários, da noite para o dia, depois das privatizações?

    Dando continuidade ao tema, passemos as fortes suspeitas, aqui no Brasil. Por exemplo, a riquíssima ex CVRD foi privatizada por FHC/PSDB e sua turma por menos de US$ 3bilhões. Cerca de metade desse valor, pagos em moedas podres. Na época, houve especialistas que diziam que ela valia mais de US$ 200 bilhões. Assim sendo, vamos à pergunta ingênua, estúpida e indevida: onde foi parar o sideral restante US$ 197 bilhões? Alguém sabe?
    Acorda, Brasil.

    • Sr Welinton,se FHC privatizou a Vale por uma ninharia,porque o Pt de lula não estatizou novamente?Pimenta no olho dos outros é refresco não é?Se FHC roubou comprou a reeleição porque os ptralhas que dominaram o congresso ate a poucos dias não criou CPIs para descobrir as falcatruas e punir com rigor da lei a todos envolvidos?Falar é facil,mas reconhecer os proprios erros isso os ptralhas jamais darão o braço a torcer.Por favor o Sr. me parece inteligente,reflita isso antes de dizer coisas sem nexo.
      abraço

  7. Quando o Levy Fidelix na campanha presidencial falou a “bobagenzinha” de que “órgão excretor não reproduz”, para justificar seu posicionamento contra casamento entre homossexuais, ainda que seja cientificamente correto e técnico, mas uma bobagem naquele momento, a “poderosa e macha” OAB, instituição corrupta e omissa a serviço do PT, veio com toda veêmencia hipócrita requerendo a desconstituição de sua candidatura , ou algo do gênero. Quando se trata de algo muito mais sério e praticamente provado, como as fraudes encobertas pelo molusco e pela dilmanta, a OAB se silencia criminosamente. Onde estava a OAB que não fez barulho quando foi apresentada a denúncia do caso do mensalão, e que não continha o Lula no rol dos denunciados?? Onde? Já que a OAB gosta de brincar de MP, de Polícia, de Juiz, ela deveria ter comprado esse barulho também, mas nessa hora ela se transforma em uma simples entidade de classe dos advogados, coisa que, por sinal, ela somente deveria ser: Uma simples entidade de classe profissional como CREA, CREMERJ, etc etc…

  8. OS FATOS FALAM POR SI SÓ!

    CONCLUSÃO ÓBVIA:

    O MULLA 9 DEDOS , A ANTA PRESIDANTA E O SÉRGIO GABRIELI SÃO MARGINAIS QUE DILAPIDARAM O PATRIMONIO DA PETROBRÁS E DE MILHÕES DE BRASILEIROS!

    MAIS DO QUE IMPEACHMENT ELES MERECEM CADEIA! A JUSTIÇA HÁ DE SER FEITA! SE NÃO FOR AQUI, NO EXTERIOR MILHARES DE ACIONISTAS TAMBÉM FORAM ROUBADOS! CHEGARÁ UM DIA QUE ESSES 3 NÃO PODERÃO POR OS PÉS FORA DO BRASIL.

  9. Imperdível, a entrevista do Professor Antonio Delfim Neto ontem na Band, no Programa Canal Livre sobre a petrorrapinagem ptpsdbpppmdbdempsbprb, etc, etc, ampla, geral e irrestrita. bandimagem@band.com.br

    Uma pergunta que não quer calar: esse senhor (?) youssef vem rapinando o povo brasileiro não é de hoje. Em todo assalto vultoso, ele responde ‘presente.’ Parece-me que, no caso do Banestado ele estava lá. Creio já ter lido em algum lugar que ele fez “acordo de delação premiada'” anteriormente, em outros assaltos ao cofre da viúva. Como se explica que ele tenha trânsito livre na papud…digo, no congresso nacional, em prefeituras, governos de estados, do oiapoque ao chuí, livre, leve, solto, como se diz aqui no RJ, “arrebentando a boca do balão” e rico, muito rico, sem nenhuma pena restritiva de liberdade e sem devolver o produto do roubo? E mais, ele é a prova cabal de que, se “cadeia não conserta bandido” , o contrário também é verdadeiro: a falta de punição – que grassa no brasil de alto a baixo (basta ter dinheiro para pagar o advogado…o…. e o …- é um claro incentivo a isso que, qualquer povo, com um mínimo de bom senso, já teria virado a mesa. Mas o brasil continua “deitado em berço esplêndido ao som do mar e à luz do céu profundo. ” Pior para quem pensa, o hino já diz que isso vai ser eternamente…

  10. Lula, o “Exu de 9 dedos”, lembrado por NOSTRADAMUS, deixou os restos mortais do seu próprio pai, em Santos, até hoje enterrado em cova rasa como indigente. Quando pressionado pelo seu irmão por não recebê-lo, alegou que “não tinha família”. É um indivíduo amoral, cínico, analfabeto e cachaceiro. Criaram o PT. A Dilma sempre foi um POSTE. O que se pode esperar de um poste, quando recebe mais fios elétricos do que suporta???

  11. a Presidanta Vadilma deve realmente ser impedida de governar em nome da minha mãe nega Lucimara eu peço que todos vocês ajudem nesta nobre guerra contra o exército vermelho em memória dos militares de 64 .
    E Dilma E Lula na cadeia
    FORA PT

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *