Considerações iniciais sobre o livro Privataria Tucana

Hélio José Santiago Ferreira

Ainda estou terminando de ler o livro. Como obra literária, na minha opinião, deixa a desejar. Achei-o confuso, o leitor deve ter o máximo de atenção. Dá a impressão de não ser uma obra inédita, mas sim uma coletânea de artigos do autor. Acredito que quem lê as revistas semanais brasileiras, fica com essa clara impressão.

Gostei da resenha do Luiz Borges, não ofendeu ninguém, expôs seu ponto de vista. Quando todos podem expor seus pontos de vistas, suas opiniões, com liberdade, temos a certeza que vivemos em uma democracia.

Muito se discute sobre a obra, mas o que tenho visto, na maioria das vezes, é uma mera discussão partidária. São os partidários de A que falam mal do B. É o pessoal do B que fala mal do A. Fico perplexo quando vejo a dificuldade das pessoas entenderem que nossa situação econômica não estaria assim, hoje, se não tivessem estabilizado a moeda lá atrás.

No futuro, outro presidente, homem ou mulher, atacará em outra frente, pois a miséria por aqui será muito pouca. Governos não governam para partidos, para grupos políticos, mas para o povo, simples assim.
Mas ainda estamos começando nesta vibrante caminhada que a é democracia, nossos netos a exercerão em sua plenitude.

 

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *