Contra as leis, na visão poética de Nietzsche

Rubem Braga dizia que a poesia é necessária. O filósofo alemão Friedrich Nietzsche (1844 / 1900) também entendia isso. E compunha seus próprios poemas.

Friedrich Nietzsche

###
CONTRA AS LEIS

A partir de hoje penduro ao pescoço
Com uma corda de crina o relógio que marca as horas;
A partir de hoje cessam o curso das estrelas
E do sol, e o canto do galo e a sombra;
E tudo aquilo que a hora nunca anunciou
Está agora mudo, surdo e cego:
Toda a natureza se cala para mim
Diante do tiquetaque da lei e da hora.

Friedrich Nietzsche, in “A Gaia Ciência”

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *