Conversa com leitor-comentarista, sobre informação, intuição, memória, análise

Antonio Aurélio – “Helio, desculpe, não quero contestá-lo, respeito os teus mais de 50 anos de jornalista bem informado. Queria ver se pode explicar porque só você sabia da origem e prisão de um dos assassinos de Tim Lopes?”

Comentário de Helio Fernandes:
Informação, intuição, memória, análise. Uma fonte que me acompanha com segurança, me abasteceu. Não dava para confirmar na hora, mas “senti e intuí”, que tinha 50 por cento de chance de ser mesmo informação, outros 50 por cento de ser apenas “informe”, como dizem os militares.

Lembrei logo que esse bandidão, covardão, medrosão, estava foragido há anos. Procurado pela Polícia Militar e por toda a poderosa TV Globo, esta por uma questão de honra.

E finalmente a análise: esse criminoso foragido há tanto tempo (uma espécie de Bin Laden do tráfico e do assassinato municipal), por que iria aparecer logo na hora da invasão e no Complexo do Alemão? Não fazia sentido, confirmava tudo. Mais uma derrota para cabralzinho,

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *