Cunha acertou ao dizer “vai dar merda com Michel” (mas só depois de 2018…)

Resultado de imagem para cunha e temer charges

Charge do Latuff (Arquivo Google)

Carlos Newton

Sem assunto quente depois que a Câmara concedeu um habeas corpus preventivo ao presidente Michel Temer, a grande mídia deu uma importância exagerada à troca de mensagens em 2012 entre os então influentes deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN). Os dois, ambos ex-presidentes da Câmara, atualmente estão presos pela operação Lava Jato. Conforme essas mensagens, ao saber que parte dos repasses do empresário Joesley Batista iria para o Rio Grande do Norte (Henrique Alves), em vez de São Paulo (Temer), Eduardo Cunha avisou: “Vai dar merda com Michel“. À época da troca de mensagens, Temer era vice-presidente da República.

Sinceramente, em meio ao lamaçal de corrupção que assola do país, a troca de mensagens é apenas curiosa, por causa da frase referente ao atual presidente, mas não prova nada. Pode até se tratar de doações legais, que a JBS também fazia. Portanto, essa nova denúncia chega a ser ridícula, em comparação ao que já existe comprovadamente contra Temer ou em relação às novas acusações que estão sendo apuradas, como a corrupção no Porto de Santos.

ESTRANHO MOMENTO – O fato concreto é que os brasileiros, em sua maioria, estão passando por um estranho momento psicossocial. Já se acostumaram a tal ponto com a corrupção que nem ligam mais, muitos até evitam conversar a respeito. Ao mesmo tempo, estão traumatizados pela desastrosa gestão da mulher sapiens, acham que qualquer governo será melhor do que a administração dela, e este foi um dos motivos que blindaram Temer.

Aliás, muitos até acham que seria melhor não ter governo algum, outros preferem chamar os militares, que não demonstram interesse em assumir um problema de tal magnitude, preferem continuar lutando pelo aumento dos soldos e pela manutenção de suas aposentadorias.

Temer se salvou por causa desse fenômeno psicossocial, na levada do deputado Titirica de que “pior não fica”. A piada é boa, mas inclui um componente perverso – o desinteresse pela política.

TUDO COMO ANTES – Já se sabe que, até 31 de dezembro de 2018, nada mudará. O Brasil continuará sem governo, conforme tem sido até agora. Desde que assumiu, em maio de 2016, o presidente Temer não fez absolutamente nada de concreto. A economia simplesmente bateu no fundo do poço e lá ficou. A reforma das leis trabalhistas e a terceirização ainda não fizeram efeitos – e nem se sabe se farão, porque podem aumentar o consumo, mas diminuem a arrecadação, ficam elas por elas. E o teto de gastos, proclamado como a salvação dentro de 20 anos, já se desmoralizou antes do primeiro aniversário.

Até agora, tudo foi só marketing. Mas o governo inexistente de Michel Temer e Henrique Meirelles (não necessariamente nesta ordem), comporta-se como se tudo tenha sido mudado e enfim já estivéssemos vivendo no melhor dos mundos, no estilo do professor Pangloss, criação genial de Voltaire.

AINDA VAI ACONTECER – A previsão que Eduardo Cunha fez há cinco anos (“Vai dar merda com o Michel”) irá se concretizar, com toda certeza, mas somente após ele entregar as chaves do Planalto. Já estará com 78 anos, é hora de pendurar as chuteiras e se aposentar, para continuar dedicando integral a se defender das múltiplas acusações.

De toda forma, Temer está destinado a ficar na História como um governante tão sujo quando Lula da Silva. Já em relação a Dilma Rousseff, o lugar dela já está garantido como a governanta mais incompetente do lado de baixo do Equador, em todos os tempos – passados ou futuros.

15 thoughts on “Cunha acertou ao dizer “vai dar merda com Michel” (mas só depois de 2018…)

  1. Bom dia, CN; volto a afirmar: Na sedimentação dos acontecimentos políticos dos últimos anos, ficará que a presidente Dilma, com sua arrogância e ignorância, constituiu-se a peça chave para desmontar o plano petista de bolivarianização do Brasil. Se ela tivesse aceitado o ministério indicado pelo companheiro, e, ficado só quatro anos; o Meirelles indicado para ministro da fazenda, que ela não aceitou colocando o Mantega teria arrumado a economia e o companheiro maior voltaria em 2014, nos braços do povo, aprofundando o plano petista.
    Por tudo que aí está, na minha visão afirmo que ela foi um mal menor.
    Saudações.

    • Tem toda razão, Pereira Filho, se Lula tivesse sido candidato em 2014, estaríamos vivendo outra realidade, como você diz.

      Abs.

      CN

    • Pela sua tese, bem lógica, Jose Pereira Filho, mesmo sem querer, a reeleição de Dilma foi um bem para o Brasil, se é que podemos chamar tudo isso de bem.
      A que ponto chegamos !!!
      Que preço caríssimo estamos pagando !!!

  2. Caro CN … bom dia!

    Continuo sem tempo … porém, sem querer reclamar, temos em http://carlosnewton.com.br/michel-temer-nao-vai-estragar-meu-ano/#comments algumas realizações do Governo Temer: “Convém, mesmo, reconhecer os fatos: Temer é produto de duas chapas eleitorais petistas e, no curto espaço que lhe coube, exibe resultados que não podem ser depreciados. Para recordar: emenda constitucional que estabeleceu limite aos gastos públicos; reforma trabalhista e fim da sinecura sindical; afastamento de milhares de militantes a serviço de causas partidárias nos órgãos de Estado, governo e administração; inflação abaixo do centro da meta; investimento de R$ 1 bilhão no sistema prisional; reforma do ensino médio; redução de cinco pontos percentuais na taxa de juros; extinção de oito ministérios; e se alguém chegar com um espelhinho no nariz de dona Economia perceberá que ela, lentamente, volta a respirar.”

    As coisas mudaram com a histórica decisão do STF em 17 setembro 2015: http://www.bbc.com/portuguese/noticias/2015/09/150917_financiamento_campanha_stf_pai_ms … STF decide que doação de empresas a campanhas é inconstitucional; veja em que países isso já é proibido

    Foi como decidir interpretação do Regulamento no meio do campeonato; porém, houve provocação e o STF tinha que decidir!!!

    Já pensou, caro CN, se, no meio do Juízo Final, houver interpretações sobre o que é pecado ou não diferente do que está na Bíblia??? ??? ???

    E tem mais: não haverá votação para decidir se pode ou não julgar – todos o seremos!!!

    E continua o Treino do Juízo Final!!!

    Forte abraço do Lionço Ramos Ferreira

    • Caro Lionço,
      Sem contestar os itens elencados, o que justificaria o Temer ter um índice de rejeição que supera o de Dilma no seu pior momento de governo?

      • Prezado jared … é difícil te dar uma resposta convincente … o Governo Temer tem maioria parlamentar – e nos vai levando … … … e não costumo entrar nas páginas policiais – todos somos pecadores!!!

        E são essas páginas que estão na moda, né???

        Jesus nos ensina … “Não julgueis, e não sereis julgados”. (Mt 7,1) e “Porque do mesmo modo que julgardes, sereis também vós julgados e, com a medida com que tiverdes medido, também vós sereis medidos”. (Mt 7,2)

        Estaria Temer sendo medido conforme foi Dona Dilma???

        É Treino de Juízo Final!!!

        Abraços.

  3. 1) Boa análise CN.

    2) Outro dia, em um ônibus da Baixada Fluminense presenciei o seguinte diálogo:

    3) “Não adianta a gente ir para as ruas. Aparece uns malucos quebrando tudo. Então chega o Batalhão de Choque e bate na gente, joga gás de pimenta e quem sofre somos nós, os pobres… os militantes sempre se safam”.

    4) Pensei cá com os meus botões: “Sabedoria popular”.!

  4. A história dirá como cada personagem será lembrado. Mas o povo já antecipa o resultado quanto a Temer: incomparavel no fisiologismo e corrupção.

  5. Segundo Todas as pesquisas o Temer conseguiu tera o dobro da impopularidade da estocadora de vento , algo até a pouco impensável.
    Como não acho o povo ignorante e nem me considero superior, sigo esses parâmetros.

  6. Há uma explicação lógica sobre essa impopularidade de Temer, que os petistas, sectários e fanáticos dessa quadrilha estão se aproveitando:

    Quando era Dilma, a presidente, ela tinha contra si a opinião do povo sensato, equilibrado, BRASILEIRO, porém tinha a seu favor os insensatos, desequilibrados e traidores do país, os petistas!

    Agora, petistas e antipetistas são contra Temer, a sua corrupção – que não chega aos pés de Lula e Dilma -, incompetência, subserviência ao parlamento, suas relações espúrias e secretas com empresários sonegadores, e suas artimanhas políticas!

    Resultado:
    Os índices de Temer só podem ser maiores que Lula e Dilma por motivos óbvios.

  7. A Globo está dando um banho de jornalismo ! O coronel do Temer recebeu R $151 milhões do governo de São Paulo para reformar 36 fóruns e não reformou.nada…..

  8. Querido amigo CN. Há controvérsia. Saber se Temer está no mesmo nível de lula e dilma dependerá exclusivamente da vontade de quem os analisar, Para um analista petralha os dois citados estarão sempre no panteão dos deuses vermelhos. Simples assim.

  9. Hoje eu sei que a peça fundamental para o impeachment de Dilma foi a própria Dilma.
    Tivesse a doida pedido desculpas, dissesse que não sabia de nada, culpasse aloprados ficaria no cargo!
    Ainda poderia chamar um governo de coalizão, tirar aquele tiozinho que não sabe nada de economia (o Mantega) e colocar o Meirelles no lugar. Sairia do Planalto de cabeça erguida e posando de guerreira.
    A loucura e arrogância extrapolaram e permitiram uma carnificina na esquerda brasileira.
    Viva Dilma, obrigado. (Agora pode ir para a cadeia, andar de bicicleta ou estocar vento, não precisamos mais de você).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *