Cunha responde esta quinta à questão de ordem do impeachment

Cunha vai ler o parecer técnico da Câmara

Carolina Gonçalves
Agência Brasil

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) disse hoje (22) que até quinta-feira (24) vai ler a resposta à questão de ordem apresentada pela oposição, no último dia 15, sobre o rito de tramitação de um pedido de impeachment contra a presidenta Dilma Rousseff.

Cunha recebeu o estudo prévio da assessoria jurídica da Casa, ontem (22), mas pediu ajustes e correções no parecer, que vai servir de base para que ele defina, oficialmente, sobre a tramitação de um eventual pedido de impeachment da presidenta da República, apontando as regras sobre requisitos para aceitação, recursos, prazos, emendas e rito de tramitação.

ESBOÇO

“Trouxeram um esboço, mas ficaram de corrigir até amanhã”, disse. Segundo Cunha, o tempo será suficiente para que, antes de ler em plenário, distribua cópias para todos os parlamentares que quiserem acesso ao documento. “É melhor, para que ninguém seja pego de surpresa”, afirmou.

O peemedebista já havia dito que só decidiria quando estivesse “seguro” sobre a questão. Desta decisão, depende ainda o posicionamento que Cunha adotará diante do pedido assinado e protocolado pelos juristas Hélio Bicudo e Miguel Reale, e alguns movimentos sociais críticos do atual governo.

SESSÃO CONJUNTA

Sobre a sessão conjunta do Congresso Nacional para analisar os vetos totais ou parciais da presidenta Dilma Rousseff a matérias aprovadas pelo Legislativo, Cunha prefere esperar um anúncio do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), que tenta convencer os líderes a adiar a votação, mas ainda não há nada definido.

Assim como Renan, Eduardo Cunha considera a sessão um “risco” dispensável ao governo, mas afirmou que não recebeu qualquer pedido para adiar a sessão. O presidente da Câmara vai esperar uma decisão e o anúncio de Renan, que é quem comanda a sessão do Congresso.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOGQue ninguém se anime muito. Ao que parece, Cunha apenas vai ler o parecer dos técnicos da Câmara. Pode segui-lo ou não. A decisão sobre o impeachment será dele. (C.N.)

6 thoughts on “Cunha responde esta quinta à questão de ordem do impeachment

  1. A nota do editor deixa patente o motivo do PT querer destruir Cunha, seu aliado de outrora, somente por este não ser mais servil ao Executivo. Daí o pânico. Engaveta, deferi ou joga para o Plenário? A fera tá ferida…

  2. Depois de ontem quando a câmara já manteve quase todos os vetos da presidanta, alguém ainda tem alguma dúvida sobre o Cunha? O partido capacho já arriou as calças para o Planalto, e de quebra, “f” com os aposentados.

  3. Dilma-Temer foi decisão em Convenção Nacional (órgão máximo) do PMDB … e só outra pode contrariar!!!

    Enquanto tal não aconteça … continua a dificuldade em perenizar um PT+PMDB … … … a última agora será a úlima chance??? as bancadas indicando ministros!!! tomara que dê certo!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *