Cunha sabe a hora certa para abrir o processo de impeachment

Carlos Newton

O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), tem arquivado os pedidos de abertura de processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff, sob alegação de que existe vedação constitucional para atos criminosos cometidos por presidente da República antes do atual mandato, com base no § 4º do artigo 86 da Constituição Federal.

A tese foi lançada pelo procurador-geral da República Rodrigo Janot e aceita pelo ministro-relator Toeri Zavascki, responsável pelos inquéritos dos envolvidos que na Lava Jato têm foro privilegiado no Supremo Tribunal Federal. O deputado Eduardo Cunha tem se socorrido nesta tese para se livrar dos pedidos de impeachment, que se sucedem e não vão parar à medida que ganham consistência as denúncias contra a ex-ministra e atual presidente Dilma Rousseff.

Dizem que o presidente da Câmara está recusando os pedidos liminarmente, nem perde tempo em ler os requerimentos. Está agindo assim por entender que não há clima para o processo de impeachment, cujos fundamentos ainda estão sendo consolidados. Mas o fato é que a cada dia a situação da presidente Dilma piora, em função do aprofundamento das investigações sobre o PT.

DE VACCARI A DILMA

Somente agora os inquéritos conduzidos pela força-tarefa do Ministério Público e da Polícia Federal estão devassando as ligações do PT e do governo no esquema de corrupção montado na Petrobras. As delações premiadas já mostram o envolvimento pessoal de dois tesoureiros do PT, Paulo Ferreira e João Vaccari Neto, que operavam diretamente com os diretores e gerentes corruptos da estatal. Há cada vez mais provas também contra os ex-ministros José Dirceu e Antonio Palocci.

No final deste novelo, por óbvio, estão o ex-presidente Lula e sua sucessora Dilma Rousseff, principais beneficiários das milionárias doações que as empreiteiras do cartel faziam diretamente ao caixa de campanha do PT, fato que representa crime eleitoral punido com cassação de mandato, conforme o jurista Jorge Béja já explicou diversas vezes aqui na Tribuna da Internet.

Já existem provas testemunhais e materiais, mas logo surgirão muitas outras, com base em quebra de sigilo fiscal, bancário e telefônico, sem falar nos novos personagens que já não têm alternativa e sonham em conseguir o benefício da delação premiada.

UMA QUESTÃO DE TEMPO…

É tudo apenas uma questão de tempo, para que surjam os resultados do aprofundamento das investigações da força-tarefa, que agora está livre das amarras impostas pelo procurador-geral Rodrigo Janot e pelo ministro-relator Teori Zavascki.

O Planalto, o PT e o Instituto Lula podem até achar que Eduardo Cunha voltou a ser um aliado confiável e vai blindar eternamente a presidente Dilma Rousseff com base na tese anacrônica de Janot e Zavascki, mas estão totalmente enganados. O presidente da Câmara jamais se guiará pela troika palaciana.

Cunha já confidenciou aos dirigentes do PMDB que o pedido de impeachment será decidido pelo clamor das ruas. Já disse que está “babando de ódio” pelo envolvimento na operação Lava Jato, que atribui a uma manobra do Planalto. Garante que as acusações contra ele não têm a menor consistência, porque foram desmentidas formalmente pelo doleiro Alberto Youssef, e isso realmente aconteceu. Youssef depois atribuiu as denúncias contra Cunha ao executivo Júlio Camargo, da empresa Toyo, que fez delação premiada, mas nada falou sobre Cunha. O quadro é este.

SONHANDO COM O PLANALTO

Cunha é uma raposa política e já sonha com a presidência da República. Como o vice Michel Temer vai fazer 75 anos e está em final de carreira, Cunha desponta como a maior liderança do PMDB, que ainda é o principal partido do país. Seu desempenho na presidência da Câmara é algo jamais visto na História Republicana. Com impressionante habilidade, conseguiu fragmentar a base aliada do governo, desalojou o PT dos principais cargos e hoje domina a situação, faz o que bem entende.

O futuro de Dilma Rousseff e do PT agora está nas mãos de Eduardo Cunha. Quando chegar a hora, o presidente da Câmara saberá justificar a aceitação do pedido de impeachment, para liquidar a fatura. Vai então saborear o gosto da vingança, aquele prato que se come frio, e depois tentará concretizar seu sonho de poder.

10 thoughts on “Cunha sabe a hora certa para abrir o processo de impeachment

  1. Meu caro jornalista Carlos Newton, sua analise é bem factível, pois a oposição que pode ser liderada pelo Aécio, continua tímida e sem brilho, neste caso o poder não admite vácuo, que será ocupado em toda sua plenitude pelo nosso hábil Eduardo Cunha, que tem milhões de neurônios a mais que essa senhora, alás já bem idosa.

  2. Puxa …. Custo acreditar que cidadãos contribuintes ..leitores deste baluarte da livre expressão possa “agora” com total força dizer que o Sr. Cunha… agora é o “salvador” da pátria… Quer dizer ele agora tem todos os predicados de qualidade para ser Presidente..HA..HA…HA…HA….. Um pilantra demagogo ..”sério” candidato a Presidente …. HA..HA..HA..HA..Que piada..só pode ser brincadeira macabra …..Tiram a Dilma e colocam Cunha …HA..HA…HA..HA…. (Royalties para Hélio Fernandes…)

    Vamos em frente …..Cunha Presidente ..HA..HA..HA..HA…..só rindo para não dizer outra cousa e ser censurado pelo moderador deste baluarte da liberade de expressão …

    YAWHE SEJA LOUVADO…EM YESHUA …

    Carlos de Jesus -D. Caxias -RJ

    • Ninguém disse que Cunha tem todos os predicados para ser presidente, Carlos de Jesus. Estas palavras são suas. Dissemos apenas que ele “sonha” em ser presidente.
      Há uma diferença brutal entre as duas coisas.

      Abs.

      CN

  3. FHC: impeachment sem base jurídica é golpe.

    “Na democracia, não é só porque a maioria ficou contra que isso seria razão suficiente para você tirar o presidente. O problema é quando se cria uma situação de ingovernabilidade”, diz o ex-presidente tucano FHC; ele afirma que ‘dificuldade para governar’ é um dos fatores para se afastar um mandatário, mas diz que a presidente Dilma Rousseff ainda pode reagir à crise atual.

  4. Newton essa sua ideia fixa de tentar derrubar a Presidenta Dilma, que ja dura ha mai s de ano coincide com o comportamento de Ulisses Guimaraes que em fins dos anos 80 fez umas confusoes com a realidade, mas tomou medicamentos e em menos de um mes voltou com a corda toda,e tornou-se o lider da derrubada de Collor.
    .

  5. Prezado Amigo , Carlos Newton, Boa Tarde…

    Cada um com sua cosmovisão sobre esse momento que nossa sociedade vive… Eu creio que há um abismo mui grande entre as cousas e que esse não é o momento para que haja um processo politico contra o nosso presidente, vc é um “lagarto velho” no ambiente politico (informação ) e sabe que muita cousa corre na luz e nos porões da politica…. E ISSO É UMA REGRA MUNDIAL nem sempre é como se deve..ainda mais em uma nação como a nossa com uma fundação social mui fraca e sem o devido lastro politico correto.

    Mas quando fiz minha critica sobre o Sr. Cunha ser “presidente”, não a fiz baseando-se NAS suas palavras, mas sim no que tenho lido e por lógica analisando os fatos que assim como muitos estamos vendo. Mas sem querer ser profeta ..Esse Sr. é no minimo um irresponsável na condução politica , seu ego do tipo “rasputin” não o levará a lugar algum …sua irresponsabilidade para com a Nação está latente ..só ele na sua ambição politica não o faz enxergar… mas vai se fazer o quê… “um verme sempre será um verme”. Eu reconheço que o sistema do PT..traiu a todos, eu mesmo da minha parte trabalhei na campanha do lula ..assim como fiz para o Sr. Leonel Brizola… confesso que o PT fez M…mas usar isso como forma de uma deposição politica do nosso Presidente eleito há menos de seis meses sem a devida fundamentação juridica probatória da situação …é uma cousa temerária e pode abrir uma crise terrivél de proporções que nossa frágil e débil “democracia’ não tem lastro para suportar.

    Rogo a YAWHE que ilumine nosos lideres e que afaste do nosso meio “aventureiros vermes” do tipo que já estamos acostumados a ver entre os quais incluo este Sr. sem o devido “lastro” para até mesmo “sonhar” em ser presidente..uma biografia calcada na subserviência , falsidade , ambição e falta de caráter moral .

    É o que penso…sigamos em frente … com serenidade e sabedoria .

    Paz para vc e sua casa … Paz tb a todos os leitores de nosso TI…

    YAWHE SEJA LOUVADO EM YESHUA..

    Carlos de Jesus – D. Caxias -RJ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *