De olho nas eleições de novembro, PT lançará “programa de reconstrução nacional”

Lula já está gravando vídeos para os candidatos petistas

Ricardo Galhardo
Estadão

Depois de o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva se colocar “à disposição” para enfrentar o governo Jair Bolsonaro, o PT vai lançar nos próximos dias um “programa de reconstrução nacional”. Segundo lideranças do partido, os dois passos fazem parte do mesmo movimento para recolocar o PT no papel de oposição natural a Bolsonaro.

A próxima etapa, afirmam lideranças petistas, é aproveitar o horário de TV dos candidatos do PT às eleições municipais de novembro como espaço para Lula amplificar suas críticas ao governo federal. Por ordem do ex-presidente, o PT terá um número recorde de candidatos nas cidades com segundo turno – 85 em um total de 95 municípios.

OPOSIÇÃO – O programa elaborado pela Fundação Perseu Abramo sob a coordenação do ex-ministro Aloizio Mercadante, “diverge frontalmente”, segundo o PT, “dos caminhos trilhados pelo governo Bolsonaro em temas relacionados à economia e à democracia, além de sugerir políticas públicas em áreas que vão de meio ambiente, saúde, educação e cultura”. No texto em que anuncia o programa, o partido usa a expressão “oposição propositiva”.

Embora tenha a assinatura do PT, afirma o partido, o programa contempla sugestões de outras siglas de oposição, como PDT, PSOL, Rede, PSB e PCdoB. O mote do programa, colocado por Lula em pronunciamento no dia 7, é “Vamos juntos reconstruir o Brasil”.

A presidente do PT, Gleisi Hoffmann, afirmou que o texto será apresentado para debate com as demais forças de oposição. “O plano é a contribuição que o PT vai dar para o debate da esquerda e oposição ao Bolsonaro para essa reconstrução”, disse ela.Gleisi negou que o objetivo tanto do pronunciamento de Lula quanto do plano seja eleitoral. “Não é um programa de governo”, disse ela.

VÍDEOS –  O ex-presidente já está gravando vídeos para os candidatos petistas. Ele pretende falar das cidades, mas levando o assunto para a esfera federal, lembrando realizações dos governos petistas e fazendo críticas a Bolsonaro. “Ele não vai se furtar de fazer críticas, denúncias. Quando se colocou à disposição do povo brasileiro foi também para isso”, afirmou Gleisi.

No 7 de Setembro, Lula fez um pronunciamento em suas redes sociais no qual faz duras críticas à forma como Bolsonaro vem conduzindo o País no enfrentamento à pandemia e à política econômica do governo. Ao final, o ex-presidente se colocou “à disposição do povo brasileiro” para enfrentar a situação.

A frase foi interpretada como sinal de que Lula quer mais uma vez ser candidato à Presidência em 2022, se for liberado pela Justiça. Em 2018, o ex-presidente foi enquadrado na Lei da Ficha Limpa por ter sido condenado em dois processos em órgão colegiado (o Tribunal Regional federal da 4ª Região, TRF-4).

REVERSÃO – Preso em abril de 2018, para cumprimento provisório de sua pena no caso triplex do Guarujá por crimes de corrupção e lavagem de dinheiro no esquema de desvios na Petrobras, o ex-presidente foi solto em novembro do ano passado. Petistas apostam em uma reversão dessas penas no julgamento pela Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) da ação que pede a suspeição do ex-juiz Sérgio Moro.

Até agora, dois integrantes da Segunda Turma votaram contra a suspeição e dois indicaram que vão votar a favor. O voto de minerva será do decano do STF, ministro Celso de Mello, que deve se manifestar antes de se aposentar, em novembro. Nesta semana petistas reativaram a campanha Lula Livre, agora com o mote “anula STF”, numa tentativa de pressionar o tribunal.

16 thoughts on “De olho nas eleições de novembro, PT lançará “programa de reconstrução nacional”

  1. Os ratos estão delirando com tanto dinheiro dos fundos eleitoral e partidário que somados ao que roubaram durante os governos de Luiz Inácio e Dilma, estão fazendo a farra das mil e uma noites que só acabará com a prisão novamente de Luiz Inácio e sua corja.
    O povo brasileiro, mesmo ainda sendo enganado por alguns dirigentes petistas já se dão conta de quem são os bandidos nos quais votaram quatro vezes seguidas.
    Hoje, nenhum desses figurões petistas pode sair as ruas porque apanharao na cara e muito.
    Partido desgraça do e ladrão.

    • Porque Biden faria isso? Supondo que fosse verdade, e só a título de suposição, o impeachment de Dilma ocorreu no período de dezembro de 2015 a agosto de 2016. O presidente dos Estados Unidos era Barack Obama, de quem o próprio Joe Biden era vice. Então Biden estaria fazendo acusações contra si mesmo.
      Faria mais sentido Joe Biden culpar a Rússia do impeachment de Dilma. Afinal, a Rússia é culpada de tudo de ruim no mundo, desde a eleição de Trump…

  2. O BRASIL nas mãos do “Botafogo” da Odebrecht, não obstante em guerra contra a corrupção, posando de bom moço e líder político, é brincadeira, né, C.N. Fala sério, Bussunda. É bonito isso, Lilico ? Que país é este, Renato Russo ? O saudoso Oswaldo Aranha, há 70 anos, disse que o problema maior do Brasil é a seara política, o carro-chefe do conjunto da sociedade, que, infelizmente, é um deserto de homens e ideias. Daí surgiu um HoMeM com uma grande ideia, na verdade, uma Revolução completa, redentora da política, do país e da população, com nome sobrenome, começo, meio e fim, tal seja a RPL-PNBC-DD-ME, o Projeto Novo e Alternativo de Política e de Nação, o novo caminho para o novo Brasil de verdade, porque evoluir é preciso, cujo potencial e pretensão é a transformação do Brasil numa Nova Europa Brasileira, há 20 anos na estrada, e o pessoal da mídia, da direita, da esquerda e do centro, ao invés de se comportarem como jornalistas e noticiarem o fato histórico inédito no Brasil, ficam ai só na militância de direita, de esquerda e de centro, gastando velas boas com os defuntos ruins do sistema podre, o velho que já morreu. O que é que há irmãos, por acaso vocês estão proibidos por vossos patrões de noticiar o fato histórico, enquanto dependentes do erário e dos favores dos governantes de plantão, eleitos via sistema podre ? Que raio de jornalistas são vocês ? Vamos lá irmãos, coragem, deem uma chance para o Novo de Verdade, ninguém quer favores de vocês mas apenas que honrem a profissão, que noticiem os fatos, como manda o bom jornalismo profissional. http://www.tribunadainternet.com.br/em-meio-ao-deserto-de-homens-e-ideias-rodrigo-maia-realmente-se-destaca-na-politica-atual/?fbclid=IwAR0WgV0LNTQ7fOe2oqhGe2HiGAv13iP_qoGgkvelIBNihe-igwHv18yKYGs

  3. O PT tem inteligência estrategista, que somada à marcação cerrada contraproducente da “direita” que não o deixa cair esquecido, mais as promessas não cumpridas entre as quais principalmente de acabar com todos os privilégios, e o bandear-se governamental para o lado da corrupção, fazendo-a sair-se vencedora, EM VEZ DE BUSCAR A INTERVENÇÃO MILITAR TOTAL, bem podem ter preparado um desfecho preocupante …

    • Me desculpe, Silvio, eu acho que a inteligência estratégica do PT foi pelo ralo, junto com a credibilidade. Eles devem estar apostando num 2022 semelhante ao 2018, campanha e vitoria encima de polarização e repúdio a um governo fracassado. No meu curto entender, crasso engano, de continuar o fracasso do governo JB e os personagens atuais, meu olfato me indica um certo governador cearense como tertius favorito.
      Em tempo: Não sou cabo eleitoral nem partidário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *