Debate sobre autonomia da PF permanecer em banho-maria no Congresso

Questes internas de corporaes federais esto em segundo plano

Naira Trindade e
Amanda Almeida
O Globo

Dias depois de a Associao dos Delegados da Polcia Federal (ADPF) pressionar pela aprovao na Cmara da Proposta de Emenda Constitucional 412, que garante autonomia funcional e administrativa corporao, lideranas avaliam que o debate sobre o tema no ter a celeridade esperada pelas entidades de classe. O assunto voltou ao Congresso aps o presidente Jair Bolsonaro ameaar trocar o comando da PF no Rio de Janeiro.

Embora o deputado federal Joo Campos (PRB-GO) tenha sido designado relator da proposta, o vice-lder do seu prprio partido, o deputado federal Joo Roma (BA), diz que preciso ter cautela. “Esse no um assunto que deva ser tratado como uma reao (s declaraes do presidente)”, afirmou. Na Cmara, h um sentimento de que nenhuma medida polmica dever ganhar velocidade na tramitao antes de Bolsonaro decidir sobre os vetos do projeto de abuso de autoridade.

POLMICA – O lder do PSL no Senado, Major Olmpio (SP), se diz favorvel autonomia das polcias, mas observa que o assunto polmico e no deve prosperar por causa de uma declarao. “Defendo a lista trplice. Quanto mais isenta a PF, melhor”,afirmou. Na avaliao de Olmpio, o assunto se arrasta h dez anos na Cmara pelo temor de se perder o controle sobre a corporao. “Isso divide os prprios parlamentares”, acrescentou. Para o lder do PL na Cmara, Wellington Roberto (PB), a Casa deve se dedicar primeiramente a propostas de relevncia nacional antes de analisar questes internas de corporaes federais: “Temos outras prioridades, como questes sociais”.

O tom de moderao tambm adotado pelo lder do Cidadania, Daniel Coelho, que defende a autonomia da PF, mas com equilbrio: “Esse um assunto que no deve ser tratado no calor da emoo. Polcia precisa de autonomia nas suas aes, mas no pode ser um estado paralelo”. A emenda que garante autonomia PF tem resistncia, inclusive, na categoria.

AUTONOMIA – O presidente da Associao Nacional dos Peritos Criminais, Marcos Camargo, afirma que a PF tem tido autonomia investigativa. “Apesar de crticas pontuais, a Lava-Jato acabou investigando membros do governo, o que mostra uma autonomia investigativa que a gente tem sempre que preservar. A questo da PEC 412 vista com cuidado porque ela tem problemas. No sabemos o que essa autonomia. No tem consenso interno at agora. Ela ainda retira da Polcia Federal o status de rgo permanente, que parece ser uma falha de tcnica legislativa”, disse.

One thought on “Debate sobre autonomia da PF permanecer em banho-maria no Congresso

  1. No bastasse o presidente da Cmara dos Deputados estar envolvido em falcatruas, agora o presidente se volta contra a PF para mostrar que quem manda!
    Assim no d. Ns precisamos de um presidente decente, moderado, determinado, sem vaidades tolas. O que temos parece que se transformou na anttese de tudo isso: a nossa excelncia ofende representantes de pases amigos, reage rispidamente a qualquer provocao, no tem plano para nada e nepotista.
    Os petistas aceitavam qualquer coisa ruim porque no tinham opo, como no tm hoje e a eles interessavam o vil metal.
    Os eleitores do Bolsonaro querem que o pas volte a crescer e ser justo para que possamos novamente nos sentir orgulhosos da nossa nacionalidade.
    No falo pelos outros, mas no aceito um desiquilibrado, deselegante e improvisador como lder. Vou ter que engolir sapo, mas vou lutar para que ele no se reeleja em 2022. J comecei.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.