Decepções de 7 de setembro, o povo, silencioso, sem objetivo, lembrando a triste ‘independência’

Helio Fernandes

Ninguém sabe o que aconteceu. Ansiosamente esperada, longamente convocada, antecipadamente intimidada, desapareceu e não se configurou nem mesmo como multidão. Eram grupos dispersos antes mesmo de se aglutinarem, facilitaram o trabalho dos encarregados de reprimi-los.

Por que o silêncio, a falta de palavra de ordem, a vibração sentida e aplaudida a partir de 6 de junho, quando passou a lugar comum elogiar o povo nas ruas?

Nem povo nem voz, nem bandeiras ou cartazes que identificassem claramente as exigências. Pois se tratava, sem qualquer dúvida, de exigência expressa, denominada, exaltada e obtida.

Entre o 6 de junho e o 7 de setembro, por favor não contem três meses e, sim, uma eternidade. E se três meses de protesto podem ser recuperados, a eternidade é irrecuperável, principalmente em matéria de convicções.

O que todos viram ontem, notadamente no Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília: bandos de pessoas, desligadas, desinteressadas e desmotivadas, com gritos em vez de rugidos. E quase todos, nas ruas, perguntando uns aos outros: o que estamos fazendo aqui?

Pareciam turistas da hipocrisia, admirando o próprio silêncio, dissipadas e desligadas as vozes retumbantes e emocionantes, que ressoaram pelo Brasil inteiro.

E não apenas num dia ou numa semana e sim todas as vezes que apareceram nas ruas. E com vozes estridentes, conquistaram a opinião pública, intimidaram aqueles políticos que tanto desgastaram e humilharam esse mesmo povo.

Ainda ouvíamos a primeira frase de 6 de junho, todos voltados para o Congresso: “Vocês não nos representam”. Lamentável. No final, em Brasília, a TV mostrava um cartaz: “QUEREMOS TRANSPARÊNCIA. O que significava essa palavra isolada e quase intraduzível? Foi o Sete de Setembro que não existiu, tão lamentável e deplorável quanto a “independência” que pretendiam condenar.

A SELEÇÃO MASSACRA A
AUSTRÁLIA E MOSTRA NEYMAR

Um sete de setembro como esse merecia ter mesmo uma Austrália como adversária. A goleada era obrigatória, o total de gols nem interesssa. 6 a 0, tanto faz. O chato é aguentar o Felipão, elogiado pelos comentaristas.

O importante foi a ressurreição do antigo jogador do Santos, o melhor em campo. Como contei, driblou, fez gols, presenteou os parceiros. Exatamente o que não deixam que faça no Barcelona.

Lá, constrangido, contrariado, contido, contraído, comprometido, não sabe nem o que pode fazer. No Santos, cobrava obrigatoriamente todas as faltas, no Barcelona não chega nem perto.

Pagaram uma fortuna com a exigência de que não poderia jogar futebol. Foi traído da mesma forma que o povo nas ruas.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

29 thoughts on “Decepções de 7 de setembro, o povo, silencioso, sem objetivo, lembrando a triste ‘independência’

  1. FUNDAÇÃO BANCO DO BRASIL DÁ R$ 36 MILHÕES PARA ONGS LIGADAS AO PT. FUNCIONÁRIA QUE DENUNCIOU SOFREU AMEAÇA DE MORTE! POLÍCIA INVESTIGA.

    Controlada pelo PT, a Fundação Banco do Brasil firmou convênios de R$ 36 milhões com entidades ligadas ao partido e familiares de seus dirigentes. A lista de organizações não governamentais, associações e prefeituras beneficiadas está sob investigação da Polícia Civil do Distrito Federal. O banco faz auditoria nos contratos e parcerias.
    Como o Estado mostrou na quinta-feira, a Delegacia de Combate ao Crime Organizado (Deco) do Distrito Federal apreendeu documentos e computadores na sede da fundação, em Brasília. Dois DVDs e um CD foram retirados do gabinete do atual presidente da fundação, Jorge Alfredo Streit, ligado ao PT. Ele foi candidato ao governo de Roraima pelo partido.
    A posse na fundação, em junho de 2010, foi prestigiada por quadros importantes da sigla, entre eles cinco parlamentares e o então ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Luiz Dulci.
    Streit sucedeu a Jacques Pena, filiado ao PT do DF, cuja administração foi marcada por repasses a entidades ligadas aos seus parentes, agora sob investigação. Com sede numa sala sem placa de identificação em Brasília, que fica trancada em horário comercial, só a Associação de Desenvolvimento Sustentável do Brasil (Adesbra) firmou parcerias de R$ 5,2 milhões desde 2003. O diretor executivo da entidade, Joy de Oliveira Penna, é irmão de Jacques e tem ligações com outras entidades contempladas com recursos.
    Filiado ao PT de Goiás, Joy também participa da Rede Terra, como registra documento da fundação, obtido pelo Estado. Desde 2007, a entidade assinou convênios de R$ 7,5 milhões com a fundação. Com sede em Cristalina (GO), é dirigida por Luiz Carlos Simion, cujo irmão, Vilmar Simion, é coordenador executivo da Programando o Futuro, outra ONG contemplada com mais R$ 4,9 milhões para projetos de inclusão digital em Valparaíso de Goiás.
    Os irmãos Pena são conhecidos por levar para a fundação a República de Caratinga, sua cidade de origem. Com a Associação dos Produtores Rurais e Agricultores Familiares de Santo Antônio do Manhuaçu, sediada no município, a fundação firmou convênio de R$ 1,05 milhão. A associação é comandada por dois primos de Jacques e Joy. “Tem razão de estar desconfiando, porque é parente, né?”, admite o ex-presidente, atual tesoureiro da associação e primo da dupla, Sérgio Pena de Faria.
    Segundo ele, o projeto desenvolvido na cidade, para aperfeiçoar técnicas de produção agrícola, foi apresentado por outra entidade, mas a fundação não a aceitou, pois a proponente tinha só dois anos de existência. Os dirigentes, então, pediram que a associação a substituísse.
    “Cedi os documentos, mandaram para lá, onde que foi aprovado”, conta Pena, negando favorecimento. “Essa associação não é igual a gente ouve falar aí que é só para desviar dinheiro. Pode dormir ‘sono solto’ que os documentos estão direitinho. Esse projeto foi o mais vigiado do Brasil”, assegura, acrescentando que os fiscais da fundação fiscalizaram a execução e que houve prestação de contas.
    Para Caratinga, a fundação mandou mais R$ 1,3 milhão para construir o Centro de Excelência do Café na gestão do ex-prefeito João Bosco Pessine (PT). A atual administração, do PTB, diz que teve de fazer obras adicionais para completar o projeto. Pessine não foi localizado.
    Denúncia. A investigação da Polícia Civil começou a partir de denúncia de uma servidora da fundação, que está sob proteção policial e da área de segurança do Banco do Brasil. O órgão explica que as apurações são da sua alçada, e não da Polícia Federal, pois a fundação recebe recursos do banco, uma empresa de economia mista.
    A funcionária teria recebido ameaças após delatar suposto esquema de desvio de recursos. Ela contou à polícia que a prestação de contas de algumas entidades não era analisada adequadamente. Não está descartado o afastamento do atual presidente da fundação, Jorge Alfredo Streit. A expectativa no Banco do Brasil é de que as primeiras conclusões da auditoria saiam neste fim de semana.

    As denúncias sob investigação integram processo sob sigilo que tramita no Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios. A fundação explica que não teve acesso aos autos. Recentemente, atendendo à solicitação, enviou informações ao Ministério Público do DF.

    jornal O Estado de S. Paulo

  2. Prezado jornalista:

    Neymar sofre na pele as consequências das fabulosas transações aonde todos ganham muito dinheiro com as transferências dos craques brasileiros para clubes europeus. Entretanto, as pressões sofridas pelo jovem Neymar foram arrasadoras. Ronaldo e Pelé quando em qualquer entrevista vociferavam que Neymar tinha que ir para a Europa ganhar “experiência”. Batiam nessa tecla surrada implacavelmente. Depois os empresários também pressionavam, uma coisa absurda contra uma estrela do país.

    Os clubes europeus compram para lucrar com direitos de imagem e contratos comerciais, sugar o atleta de tudo que é jeito, o que acaba tirando a alegria de viver e fazer o que mais gosta, que é driblar, balançar as redes adversárias e correr para o abraço. Transformarão Neymar em um homem triste assim como fizeram com Ronaldinho, Kaká e o próprio Ronaldão. Podem observar se os jogadores brasileiros que jogam na Europa transmitem alguma alegria espontânea, apesar de ganharem muito dinheiro. O zagueiro Thiago Silva expôs a tristeza em entrevista recente, outros preferem o silêncio para evitar retaliação.

    Infelizmente o mundo é movido pelo guru número um, o dinheiro.

  3. http://youtu.be/5grDPqXNpCI

    Discordando do nobre Jornalista Helio Fernandes. Desculpe-me em discordar.

    Pode ser caro e nobre jornalista Helio Fernandes que não foi o que se esperava, mas houve manifestação sim. Eu participei da Manifestação que ocorreu no Rio de Janeiro ( Grito dos Excluídos )e aproveitei filmei e fiz meu protesto principalmente no que diz respeito ao que os ex.trabalhadores da VARIG e da TRANSBRASIL passam há mais de 7 longos anos. Pode não ter sido uma Manifestação como foram as de junho, mas não se deixou passar em branco. A polícia e o próprio judiciário querem de todas as maneiras não permitir que atos mais extremos sejam feito. Concordo que não está certo provocar arruaças e quebra-quebra, mas os verdadeiros vândalos nesta história são os próprios políticos que continuam a quebrar as leis que regem este País. Aliás não é de hoje que as leis deste País não são cumpridas por eles. Eles, com raras excessões, são os verdadeiros vândalos que estão levando o Brasil a bancarrota. O PT que antes de chegar ao poder se dizia ético e faria uma nova política no Brasil se chafurdou na lama da Corrupção após janeiro de 2003. Se não houve tanto clamor nas ruas das cidades brasileiras como houveram em junho de 2013 mesmo assim não se pode negar que milhares foram para as ruas protestar pela absurda situação porque passa o Povo Brasileiro e a Nação Brasileira.
    Abraços fraternos caro e nobre Jornalista Helio Fernandes.
    Eu e muitos ex.trabalhadores da VARIG e da TRANSBRASIL continuamos na nossa luta até conseguirmos ter de volta os nossos direitos.

  4. O Brasil está se transformando num país triste. O povo não participa de mais nada, e agora está sendo impedido até de assistir desfile. Essa corja de políticos está destruindo não apenas o futuro, mas a alegria de viver do brasileiro. Toda essa corrupção oficial retira a esperança do povo. Mesmo que estivessemos no melhor dos mundos no quesito economia, ainda assim estaria faltando muito, em todas as áreas, por mais que a massiva propaganda governamental tente iludir o povo. E só vai piorar.

  5. Simples assim: o povo ordeiro não foi às ruas por intimidação, medo do que fazem esses terroristas e vândalos. Alguém do governo não disse aí que “o bicho ia pegar este ano”? Taí, conseguiram o que queriam!

  6. Hélio: PARECIAM TURISTAS DA HIPOCRISIA. Tua frase ecoa como um míssil disparado sobre essa juventude alienada que é usada por partidos políticos que a incitaram quando revoltas incendiavam a Tunísia e a Líbia com a tal “primavera árabe” provocada pelos EUA, França e Inglaterra. É só lembrar Marcelo Freixo, também conhecido como Marcel Frouxo na eleição para prefeito em 2012: Nossa campanha é a primavera carioca, INCITANDO OS JOVENS À VIOLÊNCIA QUE BESTAMENTE SE DEIXARAM CONDUZIR COMO UMA MANADA.(Toda regra tem exceção).

  7. Desculpe-me o articulista, mas houve protesto sim. Eu vi muitas faixas contra a corrupção, contra Lula,contra o desgoverno da gerentona.
    Os que praticaram vandalismo são financiados[com nosso dinheiro] pelo PT. O objetivo deles[vândalos], é desestimular as manifestações pacíficas dos brasileiros decentes, que, não aguentam mais tanta mediocridade do governo.

  8. Aconteceu o previsto: as multidões de junho dispersaram-se e pequenos grupos se aproveitaram e continuam se aproveitando do ensejo das manifestações em massa. Será que a própria massa de junho não ‘acordou’ para o que se tornaram os protestos? De forma que se voltassem às ruas agora seriam ‘aproveitadas’ como audiência para as propagandas dos partidecos pelegos? (Ou até mesmo do Fora do Eixo, cujos próprios membros parecem ser “foras do eixo”). Adoraria ver numa próxima manifestação o cartaz “FORA CAPILÉ”.

  9. Na realidade o povao e tao alienado que vai ver o desfile levando os filhos para saudarem os que mais roubam o proprio povo, basta ver como se comporta os governos atuais, a truculencia da policia , o pouco caso do congresso, a farra que esta pra acontecer com o novo rumo do STF julgando a gangue que ja foi condenada mais tera apenas uma pena para enganar os trouxas ,nunca sera tocada na verdade por esses juizes atualmente o confinamento dos presos, os rugidos de junho foram abafados , foi uma jogada de mestre, os P2 infiltrados fizeram sua parte e agora os vandalos fazem o resto, nada como ter alguem com visao no governo pra sepultar os gritos dos oprimidos e o povo bate palmas felizes ao ver o desfile de 7 de setembro, uma independencia que nunca existiu

  10. Dirceu, o lobista

    Fonte: GLOBO
    Deu no GLOBO: Dirceu agiu em favor de empresas na Casa Civil

    RODRIGO CONSTANTINO

    A Casa Civil da Presidência da República foi usada pelo então ministro José Dirceu para agir a favor de interesses de empresas, segundo documentos inéditos obtidos pelo GLOBO. Em 2004, quando a compra das mineradoras Socoimex, Samitri, Ferteco e Caemi pela Vale era objeto de pauta na Secretaria de Acompanhamento Econômico e no Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), Dirceu encaminhou ao então ministro da Fazenda, Antonio Palocci, ofício com considerações do consultor-geral da Vale, que expressava a expectativa da empresa de que a “operação fosse aprovada sem restrições”.

    A compra das empresas pela mineradora foi um negócio de R$ 2,2 bilhões, consumado em 2000 e 2001. As aquisições tornaram a Vale controladora de todo o mercado doméstico de pelotas no Sudeste. A empresa aumentou de 49% para 94% o controle da venda de minério de ferro granulado no país, e de 75% para 92% a venda do minério sinter feed (partículas finas), de acordo com relatório do órgão de defesa da livre concorrência.

    Em abril de 2005, a Procuradoria do Cade emitiu parecer contrário à concentração no setor, recomendando a venda de seis unidades de mineração das empresas compradas, além da dispensa, por parte da Vale, da preferência para compra do excesso de minério de ferro da mina Casa de Pedra, da CSN. Quatro meses depois, as operações de compra foram aprovadas pelo plenário do Cade, e a única restrição mantida foi a dispensa da preferência na Casa de Pedra. Ainda assim, a Vale brigou na Justiça contra a restrição, e só a cumpriu em 2009.

    O GLOBO perguntou à Vale por que ela levou seu posicionamento a José Dirceu, e não apenas ao órgão responsável pela análise do caso. Perguntou também se a empresa acionou o ministro em outras ocasiões durante sua passagem pela Casa Civil.

    A mineradora disse considerar que “o pleito apresentado na carta foi recusado pelo governo”, em função da restrição mantida pelos conselheiros em decisão de plenária. E informou que não comentaria as demais questões, “uma vez que os gestores que tomaram as decisões não trabalham mais na empresa”.

    A biografia não-autorizada desse sombrio personagem da política nacional, escrita pelo jornalista Otávio Cabral, da VEJA, já havia mostrado esse lado “empresário” de Dirceu. O capítulo tem um título que resume bem a coisa: O maior lobista do Brasil. Diz o autor:

    Sua influência ainda era inquestionável. Contratá-lo como consultor abria portas para empresas interessadas em negócios com o governo brasileiro e de outros países nos quais tinha amigos no poder, como Cuba, Venezuela, Bolívia, Portugal, México, Angola e Moçambique. Ou, ao menos, impedia que essas portas fossem fechadas. “Porque no governo, quando eu dou um telefonema, modéstia à parte, é um telefonema! As empresas que trabalham comigo estão satisfeitas” – gabava-se Dirceu.

    Entre os clientes, estavam Carlos Slim, um dos homens mais ricos do mundo e cheio de negócios com governos do terceiro mundo, Eike Batista, o então homem mais rico do Brasil (era tudo vento), e a Vale, sob constante ataque do PT e risco de ingerência estatal. No caso da Vale, tema da reportagem do jornal, Cabral diz:

    Para evitar problemas políticos, no entanto, a remuneração a Dirceu não era feita diretamente pela mineradora, mas por escritórios de advocacia contratados por ela. A empresa aumentava em R$ 100 mil o valor creditado ao escritório, que fazia um pagamento de R$ 80 mil à consultoria de Dirceu – o restante era usado com impostos e como um bônus aos advogados laranjas. Pelo menos três escritórios do Rio de Janeiro foram utilizados no esquema, que renderia pelo menos mais R$ 5 milhões ao ex-ministro.

    Essa parte da biografia do “chefe de quadrilha” do mensalão foi um tanto ignorada na repercussão do livro. Mas é uma das mais nefastas. O líder das esquerdas, o revolucionário socialista, o guru dos sindicatos e movimentos sociais, amealhou dezenas de milhões de reais como “consultor”, eufemismo para lobista. Em qualquer país sério, seria um caso escandaloso!

    O julgamento dos embargos do mensalão está em sua fase final. Há indícios de articulação entre alguns ministros para um golpe no STF, que criaria a condição para um novo julgamento. Seria um duro atentado à democracia, um tiro na nuca dos brasileiros decentes, que não suportam mais tanta impunidade. Espera-se que o STF cumpra seu papel institucional e republicano, e que Dirceu, finalmente, vá para seu devido lugar: a cadeia!

  11. Desculpe , Dorothy, é só a MINHA opinião, tá? Nada pessoal.

    Ah tá! Vida longa aos Black Block, aos Rebeldes SEM CAUSA! Não passam de meninos da classe média,criados à leite de pera, que se forem presos, vai o pai ou a mãe soltar! Quebrar, por quebrar? Como uns imbecis? QUAL a plataforma políticas deles? O que propõem? Um NOVO CONGRESSO? Uma NOVA CONSTITUIÇÃO? Não sinto firmeza neles. Não é deste tipo de contestação que a sociedade civil precisa.

  12. Vemos gente muito pequena ocupando os altos cargos da Administração Pública. Quem não tem capacidade de redigir a mais simples correspondência oficial, de algum tempo a esta parte tem ocupado a presidência da República! Para tudo na vida — para exercer o menos graduado dos cargos — é indispensável que se tenha preparo. Preparo e dignidade. Têm desleixado do fator essencial que é a competência. À vista disso, não descortinamos salvação! Os improvisos jamais se afiguraram construtivos.
    Enquanto essas figuras menores conseguiram apoio popular para refestelar-se na cadeira de presidente da República, esse direito foi negado a um estadista da altitude de Leonel Brizola! Sinal evidente da decadência dos tempos. Após a morte desse reportado vulto superlativo da nossa História — a quem consideramos o maior brasileiro de nosso tempo — perdemos a motivação para sufragar, nas urnas, qualquer candidato. Ficamos descrente das últimas manifestações ditas populares. Tornaram-se modismo da parte de muitos participantes.

  13. Prezados: o acordar do gigante é dialético, não é da noite para o dia, pode demorar anos… o estrategista Lênin certa feita disse “um passo atrás dois passos adiante” é assim mesmo, a libertação é feita de idas e vindas.

  14. neim mar, nem terra, nem ar…
    é a in-dependência da republiqueta onde todos ficam de quatro para o ídolo futebolístico. daqui há alguns anos o ídolo será outro, mas os vassalos de quatro serão os mesmos.

  15. Os protestos são válidos, inclusive os do Black Blocks. Mas espero que esses grupos anarquistas percebam que, além da polícia, eles ajudam a afugentar a população das ruas. É um fato concreto. Será que farão essa autocrítica?
    Enquanto isso, os corruptos agradecem.
    Obs: vale lembrar p/ alguns comentaristas aqui que quem começou com o vandalismo foi a PM. Após aquela truculência que começou em SP as pessoas se indignaram e formam às ruas. Que fique registrado o que realmente aconteceu. Estamos na era da internet, não dá mais p/ fabricar uma versão oficial.

  16. Verdade seja dita, Justiça seja feita. Amigos, o fato é que onde a direitona malandra, desgraçada, amaldiçoada, suja, golpista e bandida, sem autoridade moral e sem credibilidade, com o seu passado mais sujo do que pau de galinheiro, pisa nem grama nasce. Não é à toa que elles têm até medo de dizer que são de direita, precisam esconder os rostos e se camuflarem. Também pudera, com um passado tão condenável, melhor que se escondessem no tal de “buraco negro”, ao invés de se aprentarem como paladinos da moral, da justiça e dos bons costumes, porque é isso e elles, na comparação entre passado e presente, que o Lula ama de paixão, que fazem a felicidade da situação e garantem vida longa a esta. E foi só a dita cuja, direitona, porraloca, botar os pés fétidos dentro da manifestação sincera, legítima, necessária e bem motivada, iniciada pela juventude do MPL, e plantar dentro desta os seus “mascarados” violentos, mercenários, para tirar proveito da situação e usar a massa crítica como massa de manobra outra vez, e criar clima pró-golpe, como já fizeram no passado jurássico, e ainda tentam fazer no presente, pronto, desandou tudo, estragaram tudo tal qual rinoceronte em horta de alface, fizeram merda outra vez, deu azia no povo consciente, acabaram sozinhos, no ar, sem escada e com a broxa na mão, e agora podem até voltar a recolher-se dentro da velha kombi, ou Parque dos Dinossauros, donde jamais deveriam ter saído. O povo não é bobo. Pode até ser enganado aqui, ali e acolá, mas não por muito tempo. Ninguém em sã consciência quer trocar 12 por meia dúzia. Ademais, 171 por 171, o democrático é mais palatável do que o violento. Dinossauros, vocês perderam outra vez. Vade retro, Satanas. Só a Verdade como Ela de fato é, olhos nos olhos, pode convencer o povo brasileiro a mudar de rumo, se for o caso. Apenas no bico ou no grito, o povo brasileiro não embarca mais em canoas furadas. Está vacinado contra estelionatos, comprovadamente. A pulverização da sede da globo com merda de vaca, e o cocô na mesa da câmara do Rio, que o digam.

  17. Não vale a pena se arriscar , não vale a pena deixar a mãe sem dormir preocupada, para protestar por melhores condições , pois a maioria do povo esta satisfeita os governantes são eleitos e reeleitos , os parlamentares de sempre são eleitos e reeleitos a esmagadora maioria esta satisfeita com a saúde , educação e transporte oferecidos .
    A Democracia e a vontade da maioria e a maioria esta satisfeita , basta ver as arquibancadas do ultimo dia 7 os insatisfeitos estavam do lado de fora, numero bem pequeno em relação a quem estava nas arquibancadas.
    Na verdade nem existe argumento para protestar , pois se esta tão ruim assim como conseguiram ser eleitos e reeleitos
    Faixa, pedras , etc não vão mudar essa realidade somente o voto e o voto para mudar o povo precisa querer enquanto isso não acontecer , nada vai mudar.
    Os Governos são muito poderosos , poder inimaginável tanto e assim que consegue convencer um ser humano que ganha dois salários mínimos a bater e jogar gás em outro ser humano que esta reivindicando uma saúde melhor , transporte com preço justo, honestidade na politica etc , quem e que pode lutar com um ente com tamanha forca de convencimento ?

  18. Os “indícios de articulação entre alguns ministros para um golpe no STF, que criaria condição para um novo julgamento”, apontados por Mauro Júlio Vieira nesta edição da Tribuna da Imprensa, só não se concretizarão se nós, os leitores, fizermos uma corrente e expedirmos a informação a todos os nossos amigos.

  19. Paulo, dizes anarquistas? Você está enganado, anarquistas não usavam máscaras; mostravam o rosto defendendo o que entendiam como sua verdade. Esses pilantras que aterrorizam o povo que pacificamente quer protestar são na verdade NAZI-FASCISTAS. USAM OS MESMOS MÉTODOS DOS SEGUIDORES DE HITLER E MUSSOLINI.

  20. BANDIDOS DEVEM SEREM TRATADOS COMO BANDIDOS,PORTANTO PRISÃO NOS MASCARADOS,COVARDES QUEREM FAZER VANDALISMO ESCONDIDOS POR MASCARAS E APROVEITANDO A POPULAÇÃO QUE COBRA TRANSPARÊNCIAS NOS NEGÓCIOS PÚBLICOS MELHORIAS NA SAÚDE,EDUCAÇÃO,TRANSPORTES,SANEAMENTO TUDO E PARA OS INVEJOSOS QUE SÓ SABEM ATACAR O PT ESTÃO ESQUECIDOS DO FHC,MENSALÃO MINEIRO,METRÔ DE SP E TANTOS OUTROS DEBAIXO DO TAPETE VOCÊS NÃO TEM MORAL PARA ATIRAR A PRIMEIRA PEDRA.E TOME INVEJA.INFELIZMENTE A NOSSA POLÍTICA É ASSIM O SUJO FALANDO DO MAU LAVADO ATÉ QUANDO NÓS PESSOAS DE BEM VAMOS SUPORTAR?

  21. GMS.

    Muito Bom. Concordo…

    Mas confesso que não gostei de ver a bandeira brasileira ser queimada pelos jovens na mídia ninja, ao vivo…

    Esses jovens desperdiçam a chance que tem de fazer uma mudança, pois se deixam levar pelo ódio.

    E o ódio desagrega, por isso o povo não acompanhou o chamado…

    Espero que Anonymous e Black Blocs façam esta e outras auto-críticas…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *