Defesa envia representação à PGR contra Gilmar Mendes por declaração associando Exército a ‘genocídio’

Azevedo criticou “ataque gratuito a instituições de Estado” por Gilmar

Paulo Roberto Netto
Estadão

O ministro da Defesa, Fernando Azevedo, enviou representação à Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, por declarações sobre a atuação de militar no combate ao novo coronavírus. Mendes afirmou no sábado, dia 1, que o Exército está se associando ao ‘genocídio’, em referência à crise provocada pela covid-19 no Brasil, agravada pela falta de um ministro da Saúde titular.

A representação foi protocolada na tarde desta terça-feira, dia 14, e será analisada nos próximos dias. Se for vislumbrado indícios de crime ou conduta ilegal na postura do ministro, a PGR poderá decidir pelo prosseguimento da investigação. Caso contrário, a notícia de fato será arquivada.

“GRAVE ACUSAÇÃO” – Azevedo afirmou na segunda-feira, dia 13, que a declaração do ministro do Supremo ‘trata-se de uma acusação grave, além de infundada, irresponsável e sobretudo leviana’. “O ataque gratuito a instituições de Estado não fortalece a democracia”, afirmou o ministro da Defesa, em nota subscrita pelos comandantes do Exército, general Edson Pujol, da Marinha, almirante Ilques Barbosa Junior, e da Aeronáutica, brigadeiro Antônio Carlos Moretti Bermudez.

A declaração de Gilmar Mendes foi dita durante videoconferência da revista IstoÉ, quando comentava a ausência de um ministro titular na Saúde. Eduardo Pazuello assumiu como interino após a queda do médico Nelson Teich, em maio. Desde então, o governo não colocou outro indicado na chefia da pasta. É a primeira vez desde 1953 que o ministério da Saúde fica tanto tempo sem um titular.

“Não podemos mais tolerar essa situação que se passa no Ministério da Saúde. Não é aceitável que se tenha esse vazio. Pode até se dizer: a estratégia é tirar o protagonismo do governo federal, é atribuir a responsabilidade a estados e municípios. Se for essa a intenção é preciso se fazer alguma coisa”, afirmou Gilmar.

ASSOCIAÇÃO – “Isso é péssimo para a imagem das Forças Armadas. É preciso dizer isso de maneira muito clara: o Exército está se associando a esse genocídio, não é razoável. É preciso pôr fim a isso”, prosseguiu.

A declaração provocou forte repercussão na ala militar do governo. O vice-presidente, Hamilton Mourão, declarou que Gilmar ‘forçou a barra e ultrapassou o limite da crítica’. Nesta terça, afirmou que se Gilmar Mendes tiver ‘grandeza moral’, deveria se retratar. Segundo Mourão, que é general da reserva, a troca de chefia na Saúde depende do presidente Jair Bolsonaro.

Após a repercussão, Gilmar Mendes divulgou nota ‘reafirmando o respeito’ aos militares e indicando que ‘nenhum analista atento da situação atual do Brasil teria como deixar de se preocupar com o rumo das políticas públicas de saúde’ do País. “Em um contexto como esse (de crise aguda no número de mortes por Covid-19), a substituição de técnicos por militares nos postos-chave do Ministério da Saúde deixa de ser um apelo à excepcionalidade e extrapola a missão institucional das Forças Armadas”, afirmou.

INFLUÊNCIA – Pazzuelo é pressionado pelo núcleo militar do governo para deixar a ativa e ir para a reserva no Exército. Na semana passada, Bolsonaro sinalizou que o ministro interino não ficará no cargo, mas não indicou que estaria procurando um novo nome para a Saúde. Entre colegas de governo, Pazuello é considerado mais influente e poderoso que Teich, tomando decisões que mudaram a política de Saúde no combate ao coronavírus.

A liberação de nota informativa sobre o uso da cloroquina e da hidroxicloroquina em pacientes em estágio leve da covid-19 foi uma das primeiras ações de Pazuello no cargo, e ocorreu após pressão de Bolsonaro. Hoje, o presidente usa as redes sociais para divulgar a medicação enquanto faz tratamento para a doença. O ministério também deixou de defender benefícios do distanciamento social e traçar estratégias sobre quarentena.

16 thoughts on “Defesa envia representação à PGR contra Gilmar Mendes por declaração associando Exército a ‘genocídio’

  1. O AMIGO DO AMIGO DO MEU PAI, continua livre leve e solto no seu plantão. Soltou o Gedel, vai decidir recurso do LULADRÃO sobre o instituto que já foi negado pelo Fachin.
    Essa imprensa hipócrita, partidária, nojenta, mentirosa continua caladinha caladinha sobre o PROPINEIRO MENSALEIRO do STF.
    Só uma pergunta o Serra foi ministro da saúde? Ele é médico? Ai ficam reproduzindo o imbecil do Mandetta.
    Ah país vagabundo.

  2. “Dize a (este povo): eis o que diz o Senhor dos exércitos: voltai a mim – oráculo do Senhor dos exércitos – e eu voltarei a vós – oráculo do Senhor dos exércitos”. (Zc 1,3)

    “O anjo do Senhor disse: Senhor dos exércitos! Até quando ficareis insensível à sorte de Jerusalém e das cidades de Judá? Já faz setenta anos que estais irritado contra elas!” (Zc 1,12)
    … … …
    Senhor dos Exércitos, Vós que sois o Deus da Proteção da Promulgação da Cidadã, vos imploramos humildemente que nossas FFAA realmente sejam a Defesa do nosso Estado Democrático de Direito e a Defesa de nossas Instituições Democráticas e que todos do Ministério Público realmente façam a Defesa de nosso Regime Democrático e que o Supremo Tribunal Federal realmente guarde nossa Constituição Cidadã … e que todos atuem conforme os princípios de nossos Constituintes de 1988, os verdadeiros Heróis que Promulgaram para sempre para todos e todas do Brasil a Liberdade pedida pelas nossas Mulheres (Mães, Esposas, Irmãs, Filhas, Namoradas, Parentes, Colegas e Amigas, todas as Mulheres Conhecidas e todas as Mulheres Desconhecidas) com Terço nas Mãos em 1964.

    Dê Sua inigualável Bênção aos que são pela Vida com Liberdade … e afaste do Mal os que valorizam mais o dinheiro com suas decorrentes desigualdades.

    Isto Vos pedimos pelas Lágrimas Corredentoras da Mãezinha Maria de Jesus Cristo e nossa.

    Amen.

      • Sim … por o Brasil ter Constituição promulgada sob a Proteção de Deus … e não sei de outro país com esta Proteção constante … somos o de maior ataque do Maligno.

        Está lá kkk KKK 🙂
        🙂 🙂

        “1. Apareceu em seguida um grande sinal no céu: uma Mulher revestida do sol, a lua debaixo dos seus pés e na cabeça uma coroa de doze estrelas.
        2. Estava grávida e gritava de dores, sentindo as angústias de dar à luz.
        3. Depois apareceu outro sinal no céu: um grande Dragão vermelho, com sete cabeças e dez chifres, e nas cabeças sete coroas.
        4. Varria com sua cauda uma terça parte das estrelas do céu, e as atirou à terra. Esse Dragão deteve-se diante da Mulher que estava para dar à luz, a fim de que, quando ela desse à luz, lhe devorasse o filho.
        5. Ela deu à luz um Filho, um menino, aquele que deve reger todas as nações pagãs com cetro de ferro. Mas seu Filho foi arrebatado para junto de Deus e do seu trono.
        6. A Mulher fugiu então para o deserto, onde Deus lhe tinha preparado um retiro para aí ser sustentada por mil duzentos e sessenta dias.
        7. Houve uma batalha no céu. Miguel e seus anjos tiveram de combater o Dragão. O Dragão e seus anjos travaram combate,
        8. mas não prevaleceram. E já não houve lugar no céu para eles.
        9. Foi então precipitado o grande Dragão, a primitiva Serpente, chamado Demônio e Satanás, o sedutor do mundo inteiro. Foi precipitado na terra, e com ele os seus anjos.
        10. Eu ouvi no céu uma voz forte que dizia: Agora chegou a salvação, o poder e a realeza de nosso Deus, assim como a autoridade de seu Cristo, porque foi precipitado o acusador de nossos irmãos, que os acusava, dia e noite, diante do nosso Deus.
        11. Mas estes venceram-no por causa do sangue do Cordeiro e de seu eloqüente testemunho. Desprezaram a vida até aceitar a morte.
        12. Por isso alegrai-vos, ó céus, e todos que aí habitais. Mas, ó terra e mar, cuidado! Porque o Demônio desceu para vós, cheio de grande ira, sabendo que pouco tempo lhe resta.
        13. O Dragão, vendo que fora precipitado na terra, perseguiu a Mulher que dera à luz o Menino.
        14. Mas à Mulher foram dadas duas asas de grande águia, a fim de voar para o deserto, para o lugar de seu retiro, onde é alimentada por um tempo, dois tempos e a metade de um tempo, fora do alcance da cabeça da Serpente.
        15. A Serpente vomitou contra a Mulher um rio de água, para fazê-la submergir.
        16. A terra, porém, acudiu à Mulher, abrindo a boca para engolir o rio que o Dragão vomitara.
        17. Este, então, se irritou contra a Mulher e foi fazer guerra ao resto de sua descendência, aos que guardam os mandamentos de Deus e têm o testemunho de Jesus.
        18. E ele se estabeleceu na praia”.
        (Ap 12)
        … … …
        E quem é a Capital Mundial das Praias??? ??? ???

        Ciao.

  3. Gilmar pode ter comprado o próprio caixão!
    “Gilmar Mendes violou a Lei de Segurança Nacional, informa Defesa. Procuradoria-Geral da República vai analisar se dá seguimento ou não ao processo contra o ministro do STF”
    Se não derem andamento o exército entrou na roda!
    Fallavena

    • Caro Fallavena … o que está em confirmação é se nossa Constituição é mesmo Cidadã, mesmo com nosso ilustre editor CN entender que o Alto Comando do Exército seja Moderador – como se ainda estivéssemos em 46.

      A Defesa informa ao PGR, chefe do MP, composto por todos Procuradores concursados (então os melhores do Direito, né?).

      São analisadas as informações da Defesa, sob a ótica Democrática.

      E, chegando no STF, será certamente tida como inconstitucional … como foi outra Lei, tempos atrás.

      Sds.

    • Prezado Fallavena … Só a Constituição de 1988 é Cidadã.

      A de 1824 é decorrente da derrubada do Reino Unido.

      A de 1891, da derrubada do Império.

      A de 1934, da derrubada da República Velha do Café com Leite em Cantil VerdeOliva.

      A de 1937, da derrubada de Getúlio por si próprio.

      A de 1946, da nova derrubada de Vargas.

      A de 1967, da derrubada de Jango.

      A de 1969, da derrubada do Vice Pedro Aleixo.

      A de 1988 não é decorrente de nenhuma derrubada.
      … … …
      kkk KKK kkk

  4. Tudo bobagem. Para início de assunto, a tal Lei de Segurança Nacional é inconstitucional, destoa do espírito cidadão da Constituição, totalmente favorável à liberdade de expressão. Ademais, Gilmar fez apenas uma crítica, aliás procedente.

    • Almir, ministro não é um do povo! Dá para entender isto? Como julgará algo que ele já tenha posição pública? Terá de se julgar impedido. E, pior: não fará isto, como já em outras oportunidades. A lei de segurança nacional só será inconstitucional se assim for declarada. Onde está a declaração? Não existe!
      |No mais, se quiser dar palpite, Gilmar deve se candidatar!
      Abraço
      Fallavena

  5. Esses militares são canalhas, fizeram inúmeras picaretices nas manifestações desde o golpe e especialmente em 2018, e agora sempre o Governo está sob ameaças por atos ilícitos causados por ele (Gover) próprio.
    Não aplicaram lei da segurança nacional contra eles (militares), que ocuparam postos chaves no Governo, e agora querem aplicar contra quem lhes critica?
    Estão no Governo e não querem crítica?
    Cambada…

    • Leão, ministro não é um do povo! Dá para entender isto? Como julgará algo que ele já tenha posição pública? Terá de se julgar impedido. E, pior: não fará isto, como já em outras oportunidades.
      Não cabe a um servidor público (ministro) dar palpite. Ele vá trabalhar mais. Já deveria ter sido mandado embora do STF.
      Abraço
      Fallavena

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *