Delator da Lava Jato é peça-chave em acusações contra Bezerra, líder do governo Bolsonaro

[Amigo de Lira vira delator peça-chave em acusações contra líder do governo Bolsonaro no Senado]

Bezerra será mais um corrupto apanhado pela Lava Jato

Deu no BNews
Folhapress

Um operador financeiro pernambucano é uma das peças-chave para o indiciamento do líder do governo Jair Bolsonaro no Senado, o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE). De acordo com a Folha de S. Paulo, Eduardo Freire Bezerra Leite, 56 anos, conhecido como “Ventola”, é amigo do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e já foi investigado na Lava Jato, onde virou delator.

Ainda de acordo com o jornal, no último dia 31 de maio, um relatório da investigação policial da Operação Desintegração apontou que Bezerra e seu filho, o deputado federal Fernando Coelho Filho (DEM-PE), estavam envolvidos em casos de corrupção, lavagem de dinheiro e caixa dois.

VANTAGENS INDEVIDAS – O texto do relatório afirma que pai e filho receberam vantagens indevidas de R$ 10,4 milhões (em valores não atualizados) no período de 2012 a 2014, do operador financeiro que atuava por meio de uma empresa que prestava serviços de terraplanagem e aluguel de máquinas em obras. A PF diz, no entanto, que na prática o negócio servia sobretudo de entreposto para movimentações financeiras de empreiteiras.

O inquérito aponta ainda que o amigo de Lira emprestou em 2012 R$ 1,5 milhão à campanha de Fernando Filho à Prefeitura de Petrolina. Parte desse dinheiro foi destinada para uma concessionária de veículos dirigida por um primo de Bezerra no interior pernambucano.

Eduardo Freire disse durante delação que emprestou outros R$ 1,7 milhão para a campanha do político ao Senado, também sem registro na Justiça Eleitoral. “Apenas aceitou realizar o empréstimo nesse montante milionário por se tratar de um ministro de Estado, que estava se candidatando ao cargo de senador da República, e que gozava de amplo prestigio no meio político pernambucano e nacional”, confirmou a investigadores.

OPINIÃO ISOLADA – Procurada pela Folha, a defesa de Fernando Bezerra Coelho e de Fernando Coelho Filho disse que o relatório da Polícia Federal no inquérito “não passa de opinião isolada da delegada responsável”.  A defesa de Eduardo Freire também foi procurada, mas informou apenas que não pode se manifestar devido ao compromisso de sigilo do acordo de colaboração.

O compromisso de colaborar com as investigações foi firmado pelo empresário pernambucano em 2017, na safra de delações do período do então procurador-geral Rodrigo Janot. O acordo foi negociado em conjunto com outros integrantes de seu grupo, como o sócio João Carlos Lyra.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
Dá para entender por que Sérgio Moro e a Lava Jato são tão atacados. As investigações que fizeram são da maior importância e continuam produzindo resultados. Mas quem se interessa? (C.N.)

20 thoughts on “Delator da Lava Jato é peça-chave em acusações contra Bezerra, líder do governo Bolsonaro

    • Posso lhe dar alguns lugares onde famílias estão contruindo barracos para morar.
      Algumas não são nem barracos, são aquelas barracas de lona, que segundo um dos Quadrilheiros da Organização Criminosa é uma opção de moradia….
      Vai na Praça Princeza Izabel ver o quanto a Quadrilha dos Irmãos Metralhas(FHCorrupto-Luladrão)., “cuidam dos mais pobres”…..

    • BIOGRAFIA DO SENADOR FERNANDO BEZERRA COELHO

      Fonte: Wikipédia

      Segundo as investigações parte do dinheiro teria sido utilizado na compra da aeronave utilizado por Campos na sua campanha e que caiu no acidente. Segundo o Ministério Público Federal Eduardo Campos e senador Fernando Bezerra Coelho teriam recebido propina do dono da aeronave.[27] A construtora Camargo Corrêa teria pago propina a Campos e Coelho referentes as obras na Refinaria Abreu e Lima. A empreiteira OAS também estaria envolvida. O esquema de lavagem de dinheiro também estaria ligado com outros esquemas investigados na Operação Lava Jato.[28]

      Em agosto de 2016 a Polícia Federal confirmou propina em favor de FBC comprovando denúncia do ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa em um de seus depoimentos, onde afirmou que o valor solicitado foi de R$ 20 milhões. O inquérito foi concluído e entregue ao ministro Teori Zavascki, relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF).[29]

      Operação Lava Jato

      Em 3 de outubro de 2016, foi denunciado na Operação Lava Jato pela Procuradoria-Geral da República pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.[30] É acusado de receber propina de cerca de R$ 41 milhões.[31]

  1. Quando é que Moro, Dalagnhol e Lava Jato, vão ter a coragem de enfrentar quem realmente desfez todo o seu trabalho? Quando se levantarão contra o $TF? Infelizmente Moro, Dalagnhol e Lava Jato, baixam a cabeça para O $TF, se tornaram subservientes.

      • Cobrar, pelo tempo que foi preso?!
        Legal.

        Me deste uma ideia, Ronaldo:
        vou cobrar pelos 16 anos que o PT me roubou, explorou e manipulou!!!

        • Estou com você, caro Bendl. A propósito, tenho uma dúvida: a pessoa é apedeuta porque defende Lula, ou defende Lula porque é apedeuta?

          • Prezado Tavares,

            Tanto faz.
            Negar o óbvio, e somente acreditar naquilo que mandam crer e obedecer, significa total alienação mental, a perda de discernimento, todo e qualquer referencial a respeito de princípios e valores.

            Trata-se de ignorar a realidade, a verdade, e viver dentro de uma redoma de vidro alheio aos acontecimentos, aos fatos, até mesmo aos danos e prejuízos que Lula e sua quadrilha ocasionaram ao leal, fiel defensor e patrulheiro ideológico.

            Sem medo de exagerar, afirmo que são casos de estudos até mesmo psicológicos, pois conscientemente não encontramos explicações e justificativas para tanta fidelidade e crença na inocência de Lula!

            Enfim, somos brasileiros, um povo diferente dos demais, que tem paixão por ser enganado, roubado, explorado e manipulado por políticos corruptos, ladrões e traidores.

            Abração.
            Saúde e paz.

  2. De oantagonista: Bolsonaro diz que Mourão “não tem atrapalhado em absolutamente nada”

    Esse idiota não mantém nem o que diz no dia anterior: ontem o Mourão era um estorvo para ele; hoje Mourâo não atrapalha. Vá chupar prego, imbecil.

  3. Quem se interessa?…. só a vc que de morista, enganado…. está mais para humorista…..parafraseando Tom Zé: “é o kit lava-jato que te te enganou”

  4. Ronaldo,

    A Lava Jato não enganou ninguém, pelo contrário. Esclareceu o povo a respeito de como Lula e sua quadrilha se comportavam no governo, e trouxe à tona o “modus operandi” do maior esquema de corrupção no mundo ultimamente!

    Quem te enganou segue te enganando e porque assim tu queres.
    Parafraseando um ditado popular:
    “Me engana, que eu gosto”.

  5. Moro era investigador ou juiz? Acho que quem deve investigar é a PF e demais polícias. Ao MP deveria caber a solicitação e acompanhamento das investigações (o STF, em 2015, admitiu que o MP pode promover investigações penais, sob certas condições e ainda não sei se concordo com a decisão) e ao juiz julgar sob as leis do país.

  6. Ué, mas foi diferente do que escreveste, conterrâneo Vidal?

    Moro prolatou sentenças condenando Lula, em face das investigações da PF e oferta de denúncia pelo MPF, após receber e analisar as provas obtidas por quem de direito.

    O juiz jamais foi investigador.

    Agora, volto a frisar:
    Por que o TR-Federal e o STJ não foram alvos de críticas e chiliques por parte de alguns ministros do STF?
    Afinal das contas, as sentenças de Moro poderiam ter sida anuladas através das instâncias superiores mas, pelo contrário, foram até aumentadas nas suas doses de tempo na prisão!

    Por outro lado, concordas com a atuação do STF condenando Moro por parcialidade?
    Não percebeste que o Supremo agiu com o ex-juiz exatamente nos mesmos moldes, que tanto repudiou o comportamento de Moro?!

    Ou acreditas que o Supremo agiu corretamente, após seis anos que o Foro de Curitiba foi a sede dos processos contra Lula?
    Ministros escolhidos por Lula, julgando um magistrado que condenara justamente Lula?

    Depois, convenhamos, mas as leis no Brasil somente são obedecidas pelo povo.
    Os privilegiados ou amigos dos poderes constituídos gozam de impunidade, em comprovação indiscutível de segregação e injustiça, inacreditavelmente produzidas pelo nosso tribunal maior!

    Falar em leis neste país, meu caro conterrâneo, soa tão desafinado, que até mesmo os ouvidos mais rudes neste quesito percebem a nota destoante.

    Abraço.
    Saúde e paz.

    • Caro Bendl,

      não entendi muito bem o que escreveste, pois há uma mistura de coisas. Só contestei o comentário de CN em que ele diz que Moro e Lava jato são responsáveis por investigações.

      Em segundo lugar, quais foram as acusações do MPF e que Moro prolatou (me dei o trabalho de ler todo o processo)? Pelo que li a respeito, as acusações do MPF não foram ratificadas na sentença de Moro (benefícios recebidos por contratos da Petrobras).

      O TRF4 não sei porque aumentou a sentença. Será porque, pela idade do paciente, haveria a possibilidade de prescrição da pena? Lembro que o STJ diminuiu a pena. A acusação de lavagem de dinheiro, então, foi algo inacreditável para alguém que pensa de forma razoável.

      Quanto ao foro adequado já me pronunciei aqui muitas vezes. É só ler as possibilidades escritas explicitamente no CPP para verificar o erro. E não precisar ser um expert, só um bom interpretador de textos,

      Também lembro que a justiça para uns é a injustiça para outros. Por isso foram criadas as leis que são pactos inventados pelo homem. Para que isso dê certo, as regras devem ser obedecidas, não importa se, para mim ou para ti, tais regras sejam injustas.

      Abraço, saúde e vida longa.

  7. Vidal, meu conterrâneo,

    Não adianta eu te pedir desculpas porque não entendeste o meu comentário.
    Reconheço que sou um semianalfabeto, que não deveria opinar ou argumentar sobre assuntos que desconheço.

    No entanto, a minha experiência de vida me ensinou o que é Justiça, que nem sempre quer dizer que as leis são responsáveis pelo que deveria ser, pelo justo, equânime, adequado.

    Em se tratando de Lula, o que os lesados e prejudicados pelo seu deplorável e deletério governo queriam era justiça.
    Mas, as leis criadas pelos homens, os tais pactos, que te referiste, impediram que a Justiça fosse feita, então o resultado se resumiu ao rito legal artificial, enquanto a essência, o âmago da questão, que somente a justiça iria compensar os males praticados por Lula e sua quadrilha, simplesmente foram anulados pela … Justiça!

    Outro abraço, conterrâneo.

  8. Foice o tempo em que uma condenacao embasada so na palavra do delator sem provas que corroborassem o conteudo da delacao era prolatada, nem denuncia so baseada na palavra do delator pode ser admitida. Os tempos mudaram, mas nem todo mundo percebe … Fz o que?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *