Depoimento de Heleno destruiu o argumento de que Bolsonaro não tentou interferir na PF

Heleno nega 'embaraços' para troca da segurança no Rio, em versão ...

Heleno desmentiu Bolsonaro sobre segurança no Rio

Gerson Camarotti
G1 Política

Aliados mais próximos de Jair Bolsonaro no Congresso Nacional e até mesmo auxiliares do governo admitem que a manifestação do ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno, fragilizou a argumentação do presidente no inquérito que apura se houve interferência política na Polícia Federal.

Toda a estratégia do Palácio do Planalto era de que, na reunião interministerial do dia 22 de abril, o presidente se referiu ao desejo de trocar sua segurança no Rio de Janeiro e a não ter conseguido fazer as mudanças.

DEFESA FRAGILIZADA – Porém, em resposta a questionamentos da PF no inquérito, Heleno afirmou que não teve “óbices ou embaraços” para troca da segurança pessoal de Bolsonaro. Parlamentares ouvidos pelo blog avaliam que a linha de defesa de Bolsonaro ficou fragilizada depois dessa manifestação do ministro.

O inquérito foi aberto em abril pelo Supremo Tribunal Federal (STF), a pedido da Procuradoria Geral da República (PGR). As investigações têm como base a acusação do ex-ministro da Justiça Sergio Moro de que Bolsonaro tentou interferir politicamente na PF ao demitir o diretor-geral da corporação e ao cobrar a troca no comando da PF no Rio de Janeiro. Bolsonaro sempre negou a acusação de Moro.

Na reunião ministerial cujo vídeo foi divulgado por decisão do Supremo, Bolsonaro afirmou em tom enfático: “Eu não vou esperar foder a minha família toda, de sacanagem, ou amigos meu, porque eu não posso trocar alguém da segurança na ponta da linha que pertence a estrutura nossa. Vai trocar! Se não puder trocar, troca o chefe dele! Não pode trocar o chefe dele? Troca o ministro! E ponto final! Não estamos aqui pra brincadeira.”

RECADO DIRETO A MORO – O blog apurou que as autoridades presentes na reunião viram na fala de Bolsonaro um recado direto ao agora ex-ministro Moro. Mas, após divulgação do vídeo, a versão do Planalto era de que o presidente se referiu na ocasião à sua segurança pessoal no Rio de Janeiro e não à Polícia Federal.

Ao solicitar ao GSI que se manifestasse sobre o caso, a PF pediu: “Detalhamento de eventuais óbices ou embaraços a nomes escolhidos para atuação na segurança pessoal do Exmo. Sr. Presidente da República ou de seus familiares nos anos de 2019 e 2020.”

NÃO HOUVE EMBARAÇOS – Heleno, então, respondeu: “Não houve óbices ou embaraços. Por se tratar de militares da ativa, as substituições do Secretário de Segurança e Coordenação Presidencial, do Diretor do Departamento de Segurança Presidencial e do Chefe do Escritório de Representação do Rio de Janeiro foram decorrentes de processos administrativos internos do Exército Brasileiro.”

A PF também perguntou se houve “eventual extensão, nos anos de 2019 e 2020, da segurança pessoal do Exmo. Sr. Presidente da República ou de seus familiares, conforme art. 10 da Lei 13.844/2019, a outras pessoas que não aquelas expressamente previstas no referido dispositivo legal.”

O ministro respondeu que não houve extensão.

OCORRERAM SUBSTITUIÇÕES – Segundo a resposta do GSI, houve duas trocas na equipe de segurança do presidente, apesar de Bolsonaro ter dito oficialmente que não conseguia trocar a segurança pessoal. As duas mudanças ocorreram antes da reunião ministerial.

O Jornal Nacional mostrou em maio que essas trocas foram feitas, o que colocou em xeque a versão de Bolsonaro.

Agora, a expectativa é com a posição oficial de Bolsonaro dentro do inquérito até para explicar essas contradições. Ele deve responder aos questionamentos por escrito.

11 thoughts on “Depoimento de Heleno destruiu o argumento de que Bolsonaro não tentou interferir na PF

  1. Lula e a Dilma podiam interferir na PF? Um ministro do STF pode interferir na PF e até impedir que o Presidente nomeie alguém para evitar possível crime no futuro? Então o problema é só o Bolsonaro?

  2. Dom $talinácio Curro de La Grana e a Ensacadora de Vento eram useiros e vezeiros de manobrar a Policia Federal, é só ver os jornais da época. E a mídia se calava com a boca de feijão.
    Como era gostosa nossa mídia nesse tempo, mucha plata e seletividade freguesa.

    • Two wrongs don’t make a right.
      No tempo dos dois Bozos corruptos não havia infiltração de oficiais do exército da ativa e da reserva no governo. Nesse que aí está existe, e há uma percepção de que a intenção é nos tornar uma Venezuela. Mas vão quebrar a cara com a entrada do Biden nos USA.

  3. Depois da declaração da Ministra Carmem Lucia hoje nas Mídias, onde diz textualmente e explicitamente que o Governo é o culpado de tudo de ruim que acontece com essa Pandemia, temos a certeza absoluta que o coiosas piores virão e estar próximo por parte dos “podres poderes brasilienses” ! Será que a Ministra Carmem Lucia não assinou o não teve conhecimento do “Decreto do STF”, Usurpando Criminosamente todos os Poderes do Presidente da República, da Presidência da República e da União e “Delegando Via STF” todos esses Poderes Constitucionais de um Presidente Eleito Democraticamente e suas Atribuições para Governadores e Prefeitos??? Será que a Ministra Carmem Lúcia que junta com seus Pares soltaram o Maior Ladrão da História Republicana Brasileira e seu Capitão do Mato diante de Transitados, Julgados e Condenados por Crimes de Lesa Pátria esses Ladrões e Traidores do Brasil ??? Onde ela estava quando a Quadrilha do PT e NarcoPartidos Esquerdopatas Assaltavam o País em mais de 4 Trilhões de Reais ??? Será que a Ministra não soube e nem sabe que após esse Decreto do STF , através de um Consórcio Criminoso de Governadores e Prefeitos, esses Governantes Desviaram Recursos da União para a Pandemia através de Dispensas Criminosas de Licitação para fins Pessoais e Empresariais de Familiares e Amigos, Provadas, Comprovadas e Confessas através de Gestos, Palavras, Documentos, Atos e Fatos, pela Justiça Federal, MPF e Polícia Federal, tudo se locupletando do Dinheiro da Saúde com os Poderes Presidenciais usurpados por Ordem e Comando dessa Alta Corte da Nação ??? Se a Ministra não sabe disso Renuncie ou Assuma junto com o STF a culpa de serem Cúmplices desses Atos de Governadores e Prefeitos já que essa Corte Assinou e Ordenou esse “Comando paralelo da Nação” nas mãos de Criminosos de Lesa Pátria !!! O Brasil passou do Imponderável, estamos à beira de uma CubaVenezuelização da Nação mais viável do Planeta, enquanto a Ministra, preste atenção que o povo não é idiota, o Bolsonaro Herdou um País Falido e Roubado onde os Poderes fizeram cara de paisagem durante 16 anos e hoje vem cobrarem indevidamente ao Governante Bolsonaro, o mais Humilhado pelos Podres Poderes da Republica de nossa História que sobrevive a duas Pandemias, a do Coronavírus e a do STF e Governadores Associados, sob o Comando de Traidores da Pátria e Cúmplices de Criminosos de Lesa Pátria !!

  4. O STF tira o poder do presidente no caso da pandemia ele só pode soltar a grana, agora prefeitos e governadores tiram o corpo fora e jogam as vítimas no colo do Bolsonaro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *